Dieta Radical – 17 Cuidados Fundamentais

Especialista:
atualizado em 17/04/2020

Quando se deseja conquistar a boa forma, há diversas pessoas que se dispõem a fazer loucuras para reduzir as medidas. Há quem acredite que uma dieta radical pode ser a alternativa perfeita para conquistar resultados de forma rápida, mas vale reconhecer que essa escolha pode acarretar consequências à sua saúde, e até ocasionar efeitos contrários.

Devemos reconhecer que, em alguns momentos, uma dieta radical pode oferecer resultados que esperamos a curto prazo, e quem nunca fez alguma loucura para um resultado emergencial? Pois é, todos estamos expostos a essas possibilidades, para isso, é imprescindível que você conheça alguns cuidados fundamentais para que a dieta radical escolhida não ocasione consequências negativas para sua saúde.

Não deixe de comer no café da manhã

Há diversas dietas radicais que indicam pular a primeira refeição do dia, mas é importante que você reconheça que uma alimentação saudável logo no início da manhã pode ser o combustível inicial para você garantir um bom desempenho em todas as atividades do seu cotidiano.

O café da manhã é a principal refeição do dia, então leve a sério aquele ditado de que deve se alimentar no café da manhã como um rei, mas lembre-se, apenas com alimentos saudáveis. Invista em nutrientes que podem se tornar um diferencial em sua dieta, mas evite excessos que podem comprometer os objetivos a serem conquistados.

Não permaneça muito tempo sem comer

Permanecer um longo período sem se alimentar pode induzir à compulsão alimentar, o que aumenta a probabilidade de você consumir porções maiores nas próximas refeições. Esses excessos podem ocasionar desequilíbrios nutricionais à sua saúde. A irregularidade nos horários das refeições de uma dieta radical também pode prejudicar o funcionamento do metabolismo basal, retardando a queima de calorias e resultando até no efeito contrário ao desejado.

Consuma todos os nutrientes

Você com certeza conhece uma dieta radical que limita ou proíbe o consumo de um determinado nutriente. É imprescindível que você saiba que seu organismo funciona de acordo com o fornecimento de nutrientes, ou seja, ao reduzir o consumo de qualquer um deles, você estará interferindo na nutrição de seu organismo.

Beba água

A água é a bebida indispensável para as mudanças corporais. Ela pode auxiliar nas mudanças corporais, independente das metas determinadas. Com o consumo regular durante o dia, você poderá manter seu corpo nutrido e ainda favorecer a eliminação de toxinas de seu organismo, assim tornando o corpo ainda mais limpo.

Busque consumir pelo menos 2,5 litros de água por dia. Se você considera que consome pouca água, ou não consegue beber o necessário, tente manter sempre um copo por perto; assim, consumirá em doses pequenas, mas que no fim do dia resultarão na quantidade recomendada.

Durma bem

Dormir pelo menos 8 horas por noite é o ideal para você se sentir recuperado para as atividades do dia seguinte. Você pode pensar que uma noite mal dormida não fará grande diferença na sua dieta, mas está completamente equivocado. Se você deseja obter músculos, deve saber que é enquanto você dorme que seus músculos ficam no melhor efeito anabólico.

Coma alimentos leves à noite

Inúmeras dietas recomendam que você consuma menos alimentos durante o período noturno. É importantíssimo que cada pessoa avalie sua ingestão diária e não a reduza drasticamente, pois pode acarretar consequências não só na conquista das metas pré-estabelecidas, mas também para o estado de saúde e qualidade de vida de cada indivíduo. Busque comer alimentos leves, nutritivos e naturais durante o fim do dia, assim você poderá dormir melhor e descansará para as atividades do dia seguinte.

Refeições com grandes porções podem influenciar negativamente em seu organismo. A sobrecarga de alimentos pode oferecer mal estar e desconfortos que podem prejudicar o seu sono. É recomendável que você consuma alimentos leves após as 18:00 horas.

Não exagere nos fins de semana

É comum conhecermos pessoas que adotam uma dieta radical de segunda a sexta, mas que reservam o sábado e o domingo para darem aquela fugidinha da dieta. Essas exceções podem inclusive ser saudáveis, pois será o momento dedicado para você desfrutar das suas comidas favoritas.

Pratique exercícios físicos

A dieta radical pode prometer diversos benefícios, mas você deve reconhecer que hábitos saudáveis são muito mais eficientes e seguros para você conquistar a boa forma desejada. Os exercícios físicos podem contribuir para a queima calórica. Se o seu objetivo é perder peso, mexer o corpo pode eliminar calorias, e dessa forma você consumirá menos calorias e queimará mais, resultando no emagrecimento.

Busque acompanhamento médico

É muito comum conhecer uma dieta radical por meio de revistas ou na internet, mas você deve reconhecer que assumir um plano alimentar sem comprovações de eficiência pode ser algo perigoso. Se você se interessar por alguma dieta radical específica, informe a um profissional da saúde, para que ele faça uma avaliação, e então seja feita uma adaptação de acordo com os seus objetivos e características pessoais. O acompanhamento médico também pode ser um diferencial para evitar efeitos secundários que podem comprometer a sua qualidade de vida.

Interrompa em caso de sintomas negativos

O surgimento de efeitos secundários é mais comum em dietas radicais que não possuem fundamentações seguras. Caso você identifique um mal estar ou prejuízos à sua saúde, interrompa imediatamente esta dieta radical e procure uma avaliação médica, para que seja reconhecida a causa do desconforto. A princípio, os sintomas podem aparentar não oferecer grande perigo, mas é a longo prazo que poderão ser reconhecidas as consequências negativas.

Não adote a dieta radical a longo prazo

Normalmente, uma dieta radical é adotada a curto prazo, principalmente por pessoas que desejam resultados emergenciais, como perder peso para usar uma roupa especial. As dietas radicais não devem ser seguidas a longo prazo, ou seja, não se adeque a essa alimentação restrita por um período maior que 10 dias, principalmente, porque a partir do quinto dia de alimentação limitada, seu organismo reagirá para informar que está carente de algum nutriente.

Não recomende a terceiros

Você pode ter acesso fácil a diversas dietas, mas aconselhamos que não indique uma dieta radical à outra pessoa, pois cada indivíduo possui necessidades particulares. Ou seja, você pode indicar uma dieta radical, e essa ser responsável por reações adversas à saúde de pessoas próximas a você. Acreditamos que esse não é o objetivo de ninguém, então tenha prudência quanto a isso.

Elimine os alimentos gordurosos, frituras e doces

Adotar uma dieta radical requer eliminar diversos alimentos do seu plano alimentar. Busque sempre eliminar alimentos condimentados, com alto índice glicêmico e alimentos ricos em gorduras. Eles sim são prejudiciais à sua saúde. Ao excluir esses alimentos de cardápio, você obterá uma melhor qualidade de vida, e sua dieta já poderá oferecer resultados, mesmo não sendo tão radical assim.

Remédios diuréticos

Não é recomendável consumir remédios diuréticos enquanto estiver em uma dieta radical, pois essas dietas são voltadas para perda de peso, não diferenciando minerais, gordura e proteínas. Logo, seu corpo perderá também elementos importantes para sua saúde. Os remédios diuréticos induzem à eliminação de toxinas, e dessa forma, com a adoção simultânea, você poderá aumentar a possibilidade de desequilíbrios nutricionais.

Efeito sanfona

A dieta radical pode oferecer resultados de forma rápida, mas é imprescindível reconhecer que o retorno a uma alimentação hipercalórica pode acarretar o ganho de peso de forma repentina. Ao interromper uma dieta radical, retome a alimentação normal de forma gradual, assim, seu organismo irá se readaptando à alimentação com valores calóricos superiores sem entrar no tão indesejado efeito sanfona.

Jejum

Há diversas dietas radicais que indicam a adoção de jejuns, inclusive atribuindo esse nome a uma determinada dieta que indica praticamente o jejum permanente. Obviamente que essa dieta é perigosa para saúde de todos. Não faça jejuns, a escassez de alimentos pode ocasionar sintomas graves e até irreversíveis.

Mantenha-se longe de dietas radicais

A dieta radical não deve ser reconhecida como uma alternativa por diabéticos, gestantes e mulheres em fase de amamentação. O baixo consumo calórico pode ocasionar consequências até irreversíveis, pois pode comprometer a composição do leite materno, dos níveis de açúcar na corrente sanguínea e na formação do feto.

Você já tentou fazer uma dieta radical, e acabou se arrependendo? Qual foi o motivo? Como foi passar por essa experiência? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (6 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário