Dor no braço: 10 causas e o que fazer

Especialista da área:
atualizado em 14/07/2022

Dores no braço podem estar relacionadas a diferentes cenários, podendo ser causadas por condições dermatológicas, nas articulações, músculos, nervos, veias e até mesmo no coração.

Na maior parte dos casos, as dores nos braços quando não são muito intensas e sem a presença de outros sintomas, não significam grandes riscos ou problemas de saúde, estando muitas vezes relacionadas a dores musculares devido a exercícios ou carregamento de objetos pesados ao longo do dia.

  Continua Depois da Publicidade  

Entretanto, quando a dor no braço é mais intensa e/ou vem acompanhada de outros sintomas, é necessária uma certa atenção e talvez até mesmo buscar ajuda médica. Por isso, aqui está uma seleção de 10 possíveis causas de dores no braço e o que fazer em cada caso.

1. Tendinite

Tendinite
Quem tem dor no braço pode desconfiar que se trata de tendinite

Tendinite é o processo inflamatório que acontece nos tendões, como os localizados nos ombros ou cotovelos, causando dores, inchaço, sensibilidade e podendo até mesmo reduzir a mobilidade da região em que ocorre.

Quando a inflamação da tendinite está localizada no braço, pode ser um sinal de LER (Lesão do Esforço Repetitivo). A tendinite no braço costuma ser mais comum em professores, devido ao esforço repetitivo de escrever no quadro, pintores, ajudantes de obra, tenistas, entre outros esportistas, bem como em qualquer outra profissão que requeira movimentos frequentes nos braços.

A tendinite pode ser tratada com repouso, aplicações de compressas de gelo e pomadas anti-inflamatórias. Neste caso, um médico ortopedista deve ser consultado para garantir que não haverá uma piora no quadro, que pode até mesmo levar ao rompimento do ligamento lesionado.

2. Fraturas

Fraturas costumam ser de mais fácil diagnóstico, uma vez que são acompanhadas de dores agudas e intensas, inchaços, formigamentos e hematomas e ocorrerem após alguma lesão que ocasionou na quebra do osso.

  Continua Depois da Publicidade  

Em casos de fratura, procure uma emergência de algum hospital para realizar uma radiografia e seguir com os cuidados médicos necessários, envolvendo normalmente a imobilização da região e a administração de remédios analgésicos e anti-inflamatórios, podendo também ser necessário algumas sessões de fisioterapia após o fim do período de imobilização.

3. Distensão muscular

Distensões musculares ocorrem quando as fibras do músculo ou tendão que se prende ao osso são esticadas em excesso ou de maneira muito abrupta, podendo ocasionar inflamações locais, ruptura de vasos sanguíneos e até mesmo no rompimento de algumas das fibras musculares e tendão. 

As dores no braço podem se originar de uma distensão nesta musculatura, causando um inchaço na região, além de hematomas. Normalmente as dores irão surgir após alguma pancada, queda ou esforço excessivo realizado pelo braço.

Aplicar bolsas de gelo pode ajudar caso seja uma distensão recente, porém caso já tenha se passado mais de dois dias, compressas mornas costumam ser mais sugeridas. Passar pomadas ou loções que possuam ação anti-inflamatória também pode ajudar.

4. Hérnias de disco

A nossa coluna vertebral possui diversos discos cartilaginosos entre as vértebras, chamados de discos intervertebrais. A hérnia de disco ocorre quando as vértebras comprimem o núcleo de um destes discos, que se desloca, projetando-se para fora e atingindo um nervo, causando dores nas costas, que podem ocasionalmente irradiar até os braços. 

Caso as dores no braço venham acompanhadas de dores nas costas, no pescoço ou talvez até mesmo formigamentos nestas regiões, procure por um médico especialista para realizar os exames necessários. O tratamento costuma envolver alguns remédios analgésicos e de ação anti-inflamatória, além de sessões de fisioterapia e/ou pilates.

  Continua Depois da Publicidade  

5. Mau jeito no pescoço ou parte superior da coluna

Mulher com dor
O mau jeito em outras regiões pode refletir no braço

Esta é uma causa relativamente comum de dores e incômodos no braço. Geralmente o mau jeito no pescoço é devido a alguma má posição durante o sono, ou até mesmo causado por atividades cotidianas atreladas a uma má postura, como sentar curvado para digitar, escrever, trabalhar, manusear ferramentas incorretamente ou de maneira excessiva, entre outras possibilidades. Mesmo caso o mau jeito seja no pescoço ou na parte superior da coluna, a dor pode irradiar até os braços, causando o desconforto.

Nestes casos, a recomendação é aplicar bolsas de água quente na região do mau jeito e prestar mais atenção à postura ou à posição em que se dorme, pois isso já costuma ajudar no alívio das dores. Porém, caso sejam dores intensas e não passageiras, é recomendado que se procure um fisioterapeuta.

6. Doença arterial coronariana

A Doença Arterial Coronariana, também representada pela sigla DAC, é uma doença cardíaca perigosa e que merece atenção e busca imediata por ajuda médica. Ela ocorre devido ao endurecimento e estreitamento das artérias que levam sangue ao coração, principalmente por conta da formação de placas de acúmulo de colesterol e entre outras substâncias.

Caso a dor no braço seja acompanhada por dor no peito e falta de ar, trata-se de uma emergência que deve ser tratada o mais rápido possível. A DAC é uma doença relativamente lenta, uma vez que as placas podem demorar a serem formadas nas artérias, portanto, realizar check ups e exames regularmente pode ser uma forma de preveni-la.

7. Infarto

Também envolvendo o coração, as dores no braço quando acontecem juntas de outros sintomas, podem ser um indicativo de infarto. Nestes casos, a dor será mais focada no peito, porém é possível que acabe irradiando para o braço.

Caso você sinta uma sensação de “peso” no peito, formigamento (principalmente no braço esquerdo), mal estar e tontura, procure por um pronto socorro imediatamente.

  Continua Depois da Publicidade  

8. Crises de pânico ou de ansiedade

Crise de ansiedade
Questões emocionais também podem gerar sintomas físicos como a dor no braço

É possível que durante crises de pânico ou de ansiedade surjam alguns sintomas como palpitações cardíacas, agitação, falta de ar, sensação de calor, suor em excesso, dor no peito e dores no braço.

Nestes casos, as dores no braço não aparecerão isoladamente, já que outros sintomas provavelmente surgirão juntos. Algumas coisas que podem trazer calma e sensação de alívio nestes momentos é respirar profundamente, contando as respirações de maneira a se concentrar nelas. É indicado que se procure ajuda psiquiátrica em casos de ansiedade e pânico, para que um tratamento possa ser iniciado.

9. Bursite

A bursite consiste em uma inflamação que atinge as bursas, estruturas cheias de líquido que envolvem as articulações, ajudando na sua lubrificação e amortecimento dos ossos. Sua inflamação acontece principalmente devido a movimentos repetitivos de algumas articulações, como ombros e cotovelos, refletindo em dores no braço.

Na maior parte dos casos, o tratamento envolve o repouso da região e protege-la de grandes impactos e traumas. Isso faz com que a inflamação reduza naturalmente dentro de algumas semanas.

10. Artrose

Uma causa comum de dores nos braços, a artrose é uma doença crônica degenerativa que afeta as cartilagens que protegem as articulações, causando um aumento do atrito entre os ossos, o que por sua vez causa desconfortos, dores, inflamações e em casos mais avançados pode até dificultar a movimentação do membro atingido.

A artrose costuma ocorrer junto com o processo de envelhecimento, sendo mais comum em pessoas mais velhas. A maior indicação para estes casos é procurar ajuda médica, para realizar um tratamento que se encaixe no grau de artrose observado e para retardar sua evolução.

Quando buscar ajuda médica

Mesmo as dores no braço não representando grandes perigos na maior parte das vezes, caso você ache que a causa de suas dores seja alguma das citadas acima, realize o tratamento indicado e não hesite em procurar um médico, esteja especialmente atento para sintomas como:

  • Dores e sensação de aperto no peito
  • Surgimento de deformidades no braço
  • Aumento expressivo da dor

Caso se tratem de dores leves e sem outros sintomas, mas que durem mais de uma ou duas semanas, também é recomendado que se busque uma ajuda médica para examinar do que se trata.

Fontes e referências adicionais

Você sofre com dor no braço? Descobriu a causa do problema? Como foi o tratamento? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. João Hollanda

Dr. João Hollanda é Médico Ortopedista - CRM-SP 113136. Formou-se pela Santa Casa de São Paulo, com especialização em cirurgia do joelho. É também médico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino desde 2016 e médico voluntário do Grupo de Traumatologia do Esporte da Santa Casa de São Paulo desde 2010. Você pode entrar em contato com o Dr. João através de seu site.

Deixe um comentário