Dor no coração: 5 principais causas e o que fazer

Especialista da área:
atualizado em 03/05/2022

A dor no coração é um sintoma que costuma causar uma grande preocupação. É uma grande pressão no peito, e ​geralmente dura um longo tempo. Normalmente ultrapassa 10 minutos, e pode se estender para mais regiões do corpo. 

Essa dor pode estar relacionada a diversas doenças, leves ou graves. Portanto, não pense no pior de imediato. Pois ela pode ter vários significados, inclusive psicológicos. Caso a dor se torne frequente, consulte um médico para obter um diagnóstico. 

  Continua Depois da Publicidade  

Neste artigo, explicaremos as 5 principais causas e o que deve ser feito nessa situação.​ ​

1. Síndrome do pânico

Como dito acima, as causas da dor também podem ser psicológicas. A síndrome de pânico causa crises repentinas em quem sofre com este transtorno. Dentre os seus sintomas, está uma grande sensação de medo, e a falta de ar. Juntos, eles podem causar a dor no coração.

Isso ocorre porque a sensação de medo causa uma grande ansiedade. Quando a ansiedade chega, os músculos ficam tensionados, resultando na dor. A dor pode ser até no corpo inteiro, mas na maioria dos casos ela se manifesta apenas na região do peito, tórax e pescoço.

O medo que você sente durante essa experiência pode acabar levando a preocupações irreais. E te fazer achar que está tendo um infarto. Portanto, não se preocupe, pois a dor do infarto é diferente. Ela é mais intensa, e atinge mais regiões do corpo, principalmente as costas.

O indicado nessa situação, é marcar uma consulta psiquiátrica. O profissional pode prescrever medicações para o alívio dessas dores. E não esqueça de fazer terapia. Pois os remédios, sem um acompanhamento psicológico, irão apenas tratar os sintomas, mas não as causas do problema.

  Continua Depois da Publicidade  

2. Ataque cardíaco

O infarto ou ataque cardíaco pode ocorrer subitamente

O infarto é mais comum em fumantes, indivíduos com colesterol alto e pressão alta, e na maioria das vezes, com idade superior a 45 anos. Os seus principais sintomas são:

  • Dor nas costas
  • Dor no estômago
  • Aperto ou pontada no coração
  • Dor no pescoço, mandíbula ou até mesmo nos braços
  • Dormência no braço esquerdo
  • Náuseas, mal estar, tontura
  • Tosse seca
  • Grande dificuldade para dormir
  • Alterações na respiração
  • Suor frio

Nessa situação, é importante agir rápido. Acione a ambulância ou compareça no hospital mais próximo, e avise seus familiares, o que nem sempre é fácil, por conta de toda preocupação envolvida no momento da crise.

Caso a vítima fique inconsciente, o ideal é realizar a massagem cardíaca até que consiga auxílio médico.

3. Ansiedade

Assim como a síndrome de pânico, a ansiedade também é um quadro psicológico que pode gerar a dor no coração. Normalmente, ela vem seguida de uma grande aceleração na respiração. Outros sintomas muito comuns são o suor excessivo e enjoo.

O melhor a se fazer nessa situação, é realizar exercícios de respiração. Pois eles ajudam a acalmar e relaxar os músculos, aliviando a dor. Existem diversos aplicativos de exercícios de respiração para quem sofre com a ansiedade. Vale a pena ter um deles instalado no seu celular, para lidar melhor com essa situação.

Outra coisa que também ajuda a vítima a se acalmar são os chás. O chá de camomila, por exemplo, possui um grande efeito calmante.

  Continua Depois da Publicidade  

Caso essa situação se torne frequente, procure um psiquiatra. Ele pode passar medicações para promover a calma, e diminuir a intensidade das dores. Procure um bom acompanhamento psicológico também, para chegar na raiz do problema e solucioná-lo.

4. Gases

Outra causa muito comum da dor no coração é o excesso de gases. É bastante comum em quem sofre com a prisão de ventre, ou outros problemas estomacais. A dor normalmente se manifesta no ventre, mas pode se estender até a região do peito. Normalmente, é fácil de identificar a causa.

É indicado se deitar de bruços para aliviar os sintomas e se livrar do excesso de gases. Massagens na barriga também podem ajudar bastante. O consumo de chás também é muito efetivo nessa situação, principalmente o chá de hortelã, pois eles acalmam o estômago e melhoram o seu funcionamento.

5. Isquemia cardíaca

A isquemia cardíaca provoca enjoo, suor frio e outros efeitos característicos

A isquemia cardíaca ocorre por uma má circulação sanguínea e é causada por placas que obstruem os vasos sanguíneos. A dor pode se estender para a nuca, queixos, ombros ou braços.

Veja outros sintomas comuns:

  • Falta de ar
  • Enjoo
  • Suor frio
  • Palidez
  • Mal estar

O melhor a se fazer é consultar um cardiologista, pois ele te indicará o melhor tratamento a ser realizado na sua situação, como por exemplo prescrever medicações para amenizar os sintomas.

  Continua Depois da Publicidade  

Para os indivíduos que sofrem com a isquemia cardíaca, é recomendada a prática frequente de atividades físicas. 

Além disso, é muito importante manter uma alimentação saudável e evitar gorduras ruins, como as saturadas, pois elas podem contribuir ainda mais para a obstrução dos vasos sanguíneos, potencializando os sintomas, além de enfraquecer o seu sistema imunológico.

Fontes e referências adicionais
  • Non-Cardiac Chest Pain., American College of Gastroenterology
  • Chest Pain., National Lung Health Education Program
  • Chest Pain, Chronic., American Academy of Family Physicians
  • Heartburn, Gastroesophageal Reflux (GER, and Gastroesophageal Reflux Disease (GERD))., National Digestive Diseases Information Clearinghouse
  • Smoking and COPD., CDC
  • Chest or Back Pain, Merck Manual. 
  • Heart Disease, Centers for Disease Control and Prevention.
  • How to Know When You’re Having a Panic Attack, Anxiety and Depression Association of America. 
  • Angina, National Heart, Lung, and Blood Institute.
  • Symptoms of Allergies, Allergy and Asthma Network. 
  • Chest Pain, Acute, American Academy of Family Physicians. 
  • Angina (Chest Pain), American Heart Association.
  • Chest Pain, Merck Manual. 

Você já sentiu alguma dor no coração que precisou de atendimento médico? Foi diagnosticada alguma condição de saúde? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. Lucio Pacheco

Dr. Lucio Pacheco é Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral - CRM 597798 RJ/ CBCD. Formou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1994. Em 1996 fez um curso de aperfeiçoamento no Hospital Paul Brousse, da Universidade de Paris-Sud, um dos mais especializados na área de transplantes na Europa. Concluiu o mestrado em Medicina (Cirurgia Geral) em 2000 e o Doutorado em Medicina (Clinica Médica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2010. Dr. Lucio Pacheco é um profundo estudioso na área de doença hepática e escreveu dezenas de livros e artigos sobre transplante de fígado. Atualmente é médico-cirurgião, chefe da equipe de transplante hepático do Hospital Copa Star, Hospital Quinta D´Or e do Hospital Copa D´Or. Além disso é diretor médico do Instituto de Transplantes. Suas áreas de atuação principais são: cirurgia geral, oncologia cirúrgica, hepatologia, e transplante de fígado. Dr. Lucio é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos e diversos. Para mais informações, entre em contato com ele.

Deixe um comentário