Sangue

Como Afinar o Sangue Naturalmente – 15 Dicas

O sangue é uma combinação de células, proteínas e diferentes fatores ou substâncias de coagulação. Assim como muitos outros processos no nosso corpo, ele depende de um equilíbrio para manter uma consistência normal, caso contrário, pode provocar coágulos e ficar muito espesso. Isso é mais conhecido como hipercoagulabilidade.

A hipercoagulabilidade é uma condição em que o sangue é mais espesso e autocolante do que o normal e é causada por uma anormalidade no processo de coagulação do sangue. Essa condição afeta a circulação de oxigênio, nutrientes e hormônios no sangue e pode causar deficiências nutricionais, bem como baixos níveis de oxigênio ou uma condição conhecida como hipóxia. Ter sangue grosso também pode levar a ataques cardíacos e derrames.

Quando o diagnóstico é feito, medicamentos para afinar o sangue como anticoagulantes podem ser prescritos, mas existem alimentos e remédios caseiros que também podem ajudar quem procura como afinar o sangue naturalmente.

Sangue grosso – Principais Causas

A consistência do sangue depende de um equilíbrio para permanecer normal. Um desequilíbrio nas proteínas e células responsáveis ​​pelo sangue pode deixá-lo muito grosso. Veja abaixo:

  1. Excesso de células sanguíneas em circulação;
  2. Doenças que afetam a coagulação do sangue;
  3. Excesso de proteínas de coagulação no sangue.

Cada uma dessas condições podem engrossar o sangue. Distúrbios de coagulação do sangue que causam sangue espesso tendem a ser raros e não significa que o sangue seja muito grosso, mas sim que a pessoa esteja predisposta. Para se ter uma ideia, de todas as pessoas que tiveram um coágulo de sangue nas veias, menos de 15% está relacionado ao sangue grosso.

Por esse motivo, é comum que os médicos definam cada condição que pode resultar no sangue grosso.

Principais causas

Ter o sangue grosso pode ser hereditário ou adquirido – por exemplo, pessoas com câncer. Conheça algumas condições que podem engrossar o sangue.

  • Câncer;
  • Lúpus, que faz com que o corpo produza anticorpos antifosfolípides extras, que podem causar coagulação;
  • Mutações no fator V.
  • Policitemia Vera, que faz com que o corpo produza muitos glóbulos vermelhos, resultando em sangue mais espesso;
  • Deficiência de proteína C;
  • Deficiência de proteína S;
  • Mutação da protrombina 20210;
  • Tabagismo, que pode causar danos aos tecidos e redução da produção de fatores que reduzem coágulos sanguíneos.

Embora essas condições engrossam o sangue, elas podem não ser as únicas causas de coágulos sanguíneos.

Por exemplo, aqueles com má circulação são mais propensos a coágulos sanguíneos porque seu sangue não flui corretamente, e isso não está relacionado a à espessura do sangue e sim as artérias e veias danificadas, que dificultam que o sangue circule tão rápido quanto o normal.

Sintomas

Os sintomas muitas vezes passam despercebidos, até que um coágulo sanguíneo surge e traz alguma complicação – geralmente, ele provoca dor e afeta a circulação dentro e ao redor da área afetada.

O histórico familiar de distúrbio de coagulação do sangue também pode ser um motivo para investigação do sangue antes que os problemas apareçam. Confira os sintomas mais comuns:

  • Visão embaçada;
  • Tontura;
  • Contusões fáceis;
  • Sangramento menstrual excessivo.
  • Gota;
  • Dor de cabeça;
  • Pressão alta;
  • Comichão na pele;
  • Falta de energia;
  • Falta de ar.

Sintomas em que é preciso buscar ajuda médica para testar o sangue:

  • Formação de um coágulo de origem desconhecida;
  • Repetido coágulos sanguíneos por nenhuma razão conhecida;
  • Aborto espontâneo (perda de mais de três gestações no primeiro trimestre).

Diagnóstico

Uma investigação pode ser feita para diagnosticar. Primeiro, o médico irá questionar o histórico familiar, condições médicas e possíveis sintomas, e na sequência geralmente são feitos exames mais comuns e, se necessário, outros mais específicos.

  • Hemograma completo: Investiga a presença de glóbulos vermelhos e plaquetas no sangue. Altos níveis de hemoglobina e hematócrito podem indicar a presença de uma condição como policitemia vera.
  • Resistência à proteína C ativada: Identifica a presença do fator V Leiden.
  • Teste de mutação da protrombina G20210A: Determina a presença de anormalidades de antitrombina, proteína C ou proteína S.
  • Níveis funcionais de antitrombina, proteína C ou proteína S: Pode confirmar a presença de anticoagulantes lúpicos.

Tratamento

Os tratamentos para afinar o sangue dependerão do diagnóstico, pois muitas pessoas que têm condições que podem tornar o sangue espesso nunca experimentam um coágulo sanguíneo. Por esta razão, o seu médico pode diagnosticar e não necessariamente prescrever um medicamento para você tomar regularmente, a menos que acredite que você está realmente em risco de um coágulo.

Caso esse seja o seu caso, descubra como afinar o sangue naturalmente e quais as dicas de alimentos e remédios caseiros que podem ajudar:

Como afinar o sangue naturalmente – 15 dicas

Você pode utilizar alguns remédios caseiros para afinar o sangue, caso o médico tenha descartado a possibilidade de medicação. Ao ingerir alimentos que são anticoagulantes, muitas vezes você pode afinar o sangue naturalmente sem o risco de efeitos colaterais. Confira as dicas:

1. Cúrcuma

A curcumina é um componente ativo do açafrão-da-terra ou cúrcuma e trabalha nas plaquetas do sangue para evitar a formação de coágulos e para o tratamento da dor, se elas já existem. A cúrcuma atua como um agente antitrombótico ou anticoagulante, que envolve a modulação de vários fatores que auxiliam no processo de formação de coágulos.

A recomendação é que a ingestão de cúrcuma seja de 500 mg a 11 g por dia. Os efeitos são semelhantes a algumas drogas farmacêuticas, sendo assim não misture com remédios anticoagulantes.

2. Alho

O alho contém compostos de enxofre potentes para dissolver coágulos sanguíneos. Ele age sobre os músculos lisos das artérias e faz com que eles relaxem e dilatem, diminuindo assim a pressão arterial. Pode funcionar também como um anticoagulante, prevenindo coágulos sanguíneos em pacientes predispostos.

Procure consumir um dente de alho cru pela manhã para obter resultados efetivos, mas evite o excesso tanto do alho quanto de suplementos, pois podem causar dor de estômago, inchaço, mal hálito e odor corporal.

3. Cebola

Cebolas contêm adenosina, que age como um anticoagulante, afinando do sangue, além de evitar o acúmulo de plaquetas. A melhor forma de receber os nutrientes da cebola é ingeri-la crua. Quando é combinada com alimentos gordurosos ,o seu efeito anticoagulante ajuda a neutralizar as gorduras dos alimentos.

4. Pimenta caiena

A pimenta caiena afina o sangue naturalmente e é benéfica para o organismo devido à presença de salicilatos. Ela promove a circulação sanguínea suave e ajuda a prevenir coágulos sanguíneos, ajudando a eliminar os depósitos de gordura que estreitam as artérias e a dilatar as artérias e os vasos sanguíneos para remover os coágulos.

Ela pode ser consumida como suplemento ou na comida, mas pode não ser bem tolerada para algumas pessoas por causa de seu sabor picante.

5. Gengibre

O gengibre contém salicilato, que é um ácido mais conhecido como aspirina que ajuda na prevenção de derrame. Suas propriedades são capazes de ajudar quem procura como afinar o sangue naturalmente e ajudar nas inflamações que podem engrossar o sangue.

Você pode consumir de várias maneiras. Pode ser a raiz seca ou fresca, extratos, cápsulas e também como chá. Você pode incluir na sua salada, suco e até nos alimentos.

6. Canela

Ela contém cumarina, que é um poderoso anticoagulante. Suas propriedades são eficazes para ajudar na má circulação, reduzindo as chances de desenvolver um coágulo sanguíneo.

Seu uso pode ser feito com chás ou polvilhado nos alimentos já preparados. Porém, use com cuidado, pois seu uso excessivo e prolongado pode causar danos ao fígado.

7. Abacaxi

O abacaxi contém uma enzima conhecida como bromelina. Essa enzima é um anticoagulante natural, pois pode ajudar a diminuir a adesão das plaquetas sanguíneas. Ela também ajuda na digestão, quebrando as proteínas ingeridas evitando a formação de cristais de ácido úrico.

Os benefícios do abacaxi para quem busca como afinar o sangue naturalmente podem ser potencializados ao misturar a fruta com cúrcuma ou gengibre.

8. Azeite

Considerado eficaz para o processo de afinamento do sangue, o azeite é rico em polifenóis que têm efeitos anti-inflamatórios, antioxidantes e anticoagulantes. Essa combinação pode evitar que o sangue engrosse, além de combater os radicais livres e a inflamação.

9. Ácidos graxos ômega 3

Eles são muito importantes para reduzir os níveis de colesterol e evitar a coagulação sanguínea. A melhor forma de obter os ácidos graxos ômega 3 é através do consumo de peixes gordos como salmão, cavala, truta do lago, arenque e fígado de bacalhau.

Eles também podem ser obtidos através de fontes vegetais como o óleo de linhaça, abacate, nozes, sementes de gergelim e abóbora. Uma outra opção são os suplementos, pois o ômega 3 é facilmente encontrado na versão cápsulas, e deve ser consumido conforme a recomendação do fabricante.

11. Sementes de linho e chia

As sementes de linhaça e chia também são boas fontes de ácidos graxos ômega-3, e por isso servem para quem busca como afinar o sangue naturalmente. Elas são saudáveis e ajudam na prevenção de coágulos de sangue, além de promover a circulação sanguínea.

As sementes de linhaça fazem as plaquetas, as células do sangue envolvidas na coagulação, menos pegajosas. Já as sementes de chia são conhecidas por serem anticoagulantes naturais e são boas para o coração.

12. Água

Sim, a água. Acredite, a água é considerada um dos melhores alimentos naturais para afinar o sangue. Ela é um excelente remédio caseiro que ajuda a evitar a formação de coágulos. Isso é possível porque a desidratação costuma provocar um acúmulo de sangue e seu espessamento e essa condição aumenta consideravelmente as chances do corpo de desenvolver um coágulo.

Consuma bastante água. A recomendação é que sejam ingeridos por dia de 10 a 12 copos para manter o sistema cardiovascular funcionando corretamente.

13.Vitamina E

A vitamina E mostra-se eficaz para diminuir a probabilidade de desenvolver coágulos sanguíneos no corpo, porém o seu uso deverá ser feito com acompanhamento médico, pois o excesso pode impedir que seu corpo metabolize a vitamina K, que é necessária para a coagulação do sangue. Caso aconteça, você poderá sangrar com muita facilidade, o que pode ser potencialmente prejudicial.

A dose diária recomendada de vitamina E costuma ser de 400 UI, e para que ela atue como um remédio caseiro para afinar o sangue as doses podem variar de 400 a 1.600 UI por dia.

14. Vitamina B3

A vitamina B3, também conhecida como niacina, pode ser importante para quem busca como afinar o sangue naturalmente ao aumentar a circulação e remover o colesterol do sangue. A indicação dessa vitamina pode ser feita para os diagnósticos de aterosclerose ou endurecimento das artérias.

Isso ocorre porque a niacina pode ajudar a diluir o sangue quando remove o colesterol, tornando-o menos espesso. Porém, ela pode ter efeitos nocivos quando se toma diluentes de sangue, porque pode potencializar seus efeitos no corpo.

15. Vitamina C

A deficiência de vitamina C potencializa o risco de sintomas cardíacos como pressão alta e aterosclerose, segundo a Universidade de Maryland Medical Center. Embora mais estudos devam ser conduzidos sobre os efeitos da vitamina C no afinamento do sangue, assim como a vitamina B3, a vitamina C pode ter benefícios na remoção do excesso de colesterol do sangue, ajudando a afinar e reduzir a pressão arterial.

Considerações importantes

A principal preocupação de consumir remédios caseiros ou suplementos vitamínicos por quem busca como afinar o sangue naturalmente é o risco de interações medicamentosas. Se você está tomando anticoagulantes, os alimentos ou suplementos podem ter um efeito negativo no seu corpo, porque os anticoagulantes já têm a função de retornar o sangue à sua consistência normal.

Isso significa que a combinação pode diluir demais o sangue, resultando em sangramento fácil. Converse com seu médico sobre possíveis interações medicamentosas e sobre os remédios caseiros que você está tomando atualmente para garantir que você não tenha uma interação prejudicial.

Vantagens e desvantagens de ter o sangue fino

As pesquisas evidenciam que o sangue mais fino pode melhorar a circulação geral e diminuir o risco de problemas vasculares e acidentes, como coágulos sanguíneos e hemorragias, que podem afetar negativamente o coração, o cérebro, os intestinos, os olhos, os membros e outros órgãos.

O sangue mais grosso, pode condicionar o coração a trabalhar mais para movimentá-lo, e se ocorrer algum bloqueio ou obstrução, podem surgir problemas como pressão alta, e você pode sofrer um ataque cardíaco ou um derrame perigoso.

Embora ter o sangue mais fino possa afastar qualquer problema de circulação sanguínea alarmante, ele também pode causar complicações. A falta de plaquetas no sangue para aumentar a viscosidade e o sangramento contínuo, em que as feridas e cortes têm dificuldades para formar coágulos e parar o sangramento e isso pode resultar em um problema perigoso.

Tenha em mente que qualquer intervenção para afinar o sangue deve ser feita para que ele permaneça saudável e em uma consistência adequada para trabalhar a seu favor. O sangue grosso pode ser prejudicial, mas o fino demais também.

Converse sempre com o seu médico para realizar o tratamento da forma adequada e entender corretamente como afinar o sangue naturalmente.

Referência adicionais:

Você já tinha ideia de como afinar o sangue naturalmente? Por que precisa dessas dicas? Foi diagnosticado com alguma condição como a má circulação? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

4 comentários

  1. Obrigado pelas informações!
    Muito úteis!

  2. Maria Régia Romão de Melo

    Eu tenho diabete,é as vc sinto meu corpo pesado,principalmente minhas pernas. Tenho problema de ácido úrico,mais regularmente faço meus exames.

  3. Fiz uma viagem de apenas 3:30 mas, tive uma escala de 11 horas no aeroporto de Madrid. Após duas semanas tive dores parecidas com uma costela trincada. Fui para o hospital e para a minha surpresa, tenho coagulação sanguínea no pulmão. Estou em tratamento e tenho que aplicar duas injeções por dia, na barriga. Além de 10 MG ou mais de medicamentos para afinar o sangue. Meu estômago rejeitou os comprimidos e estou com um sério problema para que me dêem uma medição alternativa. Por isso vim em busca de algo que possa acelerar esse processo de afinar o meu sangue e voltar a ter uma vida normal. Eu tenho muita falta de ar a meses, e outros fatores que li na matéria.

    Obrigado pela partilha!

    Um abraço desde England

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*