Exercícios intensos compensam malefícios de ficar muito tempo sentado, diz estudo

Especialista da área:
atualizado em 18/01/2021

Não deve ser novidade que ficar muito tempo sentado faz mal à saúde. Mas pode ser difícil encontrar alguém que não esteja passando muito mais tempo sentado. Tudo porque em tempos de COVID-19 é preciso ficar mais tempo em casa.

  Continua Depois da Publicidade  

Entretanto, há uma boa notícia. Um estudo da Universidade do Texas sugeriu que tiros curtos de exercícios intensos podem compensar parte dos malefícios causados por passar muito tempo sentado.

Um dos autores da pesquisa é o professor do departamento de cinesiologia (ciência do movimento) e educação em saúde da instituição, Edward Coyle.

Ele e sua equipe observaram que dar sprints de 4 segundos 5 vezes por hora ajudou a melhorar o metabolismo de gorduras e a diminuir os níveis de triglicerídeos na corrente sanguínea.

Aliás, vale destacar que o metabolismo de gorduras é a soma de mudanças físicas e químicas que participam da quebra e da síntese de gorduras no organismo.

Além disso, Coyle explicou que os sprints são uma maneira muito efetiva de ativar os músculos e evitar que eles permaneçam inativos por muito tempo. O que é essencial para o metabolismo das gorduras.

A saber, a pesquisa contou com a participação de quatro homens e quatro mulheres em dois experimentos. Enquanto um consistiu em permanecer sentado ao longo de oito horas, o outro envolveu interromper as oito horas na posição sentada com cinco sprints a cada hora.

Os participantes fizeram os sprints em uma bicicleta ergométrica especializada. Coyle ajudou a desenvolver o aparelho, que permite que os usuários atinjam o esforço máximo de energia rapidamente. Isso torna o equipamento efetivo para tiros curtos de exercícios de alta energia.

Outras formas de exercício não podem surtir o mesmo efeito?

Corrida

Coyle contou que mexeu com outras formas de exercício como corridas de sprint e subida nas escadas, entretanto, observou que elas se provaram inconvenientes ou perigosas.

O professor da Universidade do Texas afirmou que as corridas de sprint podem funcionar para jovens como estudantes universitários, mas que não dá tão certo para pessoas um pouco mais velhas.

  Continua Depois da Publicidade  

“Nós pudemos ver quando estávamos fazendo com pessoas de meia idade que isso não ia funcionar. As pessoas estavam ficando com músculos tensionados”, relatou o professor.

Considera-se útil o aparelho da pesquisa da Universidade do Texas, pois um único equipamento fixo como uma bicicleta ergométrica pode ser mais prático de usar várias vezes ao dia.

Além disso, exige menos espaço que outros tipos de treinamento de alta intensidade e poder ficar em um canto da casa ou até mesmo do escritório.

Exercícios ao longo do dia x no final do dia

O que o estudo da Universidade do Texas defende é exercitar-se várias vezes ao longo do dia. Isso no lugar de apenas esperar o final do expediente para treinar na academia durante uma hora.

Coyle afirmou que é necessário liberar os triglicerídeos da corrente sanguínea. Ele citou que quando a pessoa permaneceu sentada por muito tempo, não ocorre aquela liberação maior como resultado do período de exercício.

Quanto ao metabolismo das gorduras, o professor da Universidade do Texas disse que a porção de exercícios ao término do dia não vai ser muito eficiente.

O diretor de saúde cardiovascular e lipidologia de um hospital de Nova Iorque, Guy Mintz, comentou a respeito do estudo. Ele considerou que se trata de uma pesquisa interessante, que destaca a importância dos exercícios ao longo do dia.

“Muitos estudos têm mostrado a importância de se levantar ao longo do dia de trabalho. Outros culturas como a do Japão atribuem uma hora do expediente de trabalho dedicada ao exercício”, disse Mintz.

  Continua Depois da Publicidade  

“Empresas como Google e Facebook têm áreas de jogos para promover atividades durante o dia de trabalho”, acrescentou o diretor.

A pesquisa de Coyle apontou que especificamente em termos de metabolismo de gorduras fazer vários tiros de sprints intensos ao longo do dia seja mais efetivo.

Alguma coisa é melhor do que nada

Mas isso não significa que o treinamento feito ao longo de um período contínuo ao final do dia na academia não traga os seus benefícios.

Pelo contrário. Não é todo mundo que tem acesso a um equipamento como o do estudo ou pode fazer tantas pausas no dia para treinar.

Ou seja, praticar algum tipo de exercício sempre será melhor do que não fazer atividade física alguma e se expor aos malefícios do sedentarismo. Aliás, uma pesquisa apontou que o sedentarismo mata mais que a obesidade.

Aproveite que está por aqui e confira essa ótima dica que a nossa nutricionista passou para quem passa mais de 1 hora sentado:

Fontes e Referências Adicionais

Você passa muito tempo sentado? Já sentiu que isso faz mal para sua saúde? Compartilhe sua experiência nos comentários!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário