Frutosamina Alta ou Baixa – O Que Significa?

Especialista:
atualizado em 18/11/2019

O teste de frutosamina é semelhante ao teste de hemoglobina A1C, mas não é tão comumente usado. Ele indica como estão os níveis de glicose no sangue de uma pessoa ao longo de um período específico de tempo.

A diferença entre os dois exames é que o teste de frutosamina mede o nível médio de glicose no sangue ao longo das últimas duas ou três semanas, enquanto que o teste de A1C mostra como estes têm estado nos últimos dois a três meses.

As moléculas de açúcar presentes no sangue se unem às moléculas de proteínas. Estas proteínas circulam na corrente sanguínea por um período de 14 a 21 dias. Por isso, medir a presença deste tipo de proteína glicosada – exatamente o que é a frutosamina – dá uma imagem da quantidade de açúcar no sangue neste período exato de dias.

O que significa frutosamina alta?

Se uma pessoa recebe um resultado de exame de frutosamina alta, significa que o nível de glicose no sangue do paciente, durante as últimas duas a três semanas, esteve elevado. Em geral, quanto maior a concentração de frutosamina, maior o nível médio de glicose no sangue.

O diagnóstico de frutosamina alta pode indicar que o controle da glicose de um paciente não está adequado, independente de quais sejam os valores absolutos apontados pelo exame.

Se há uma tendência para frutosamina alta em um paciente, isso pode indicar que ele está recebendo muito açúcar, pouca insulina, ou que o seu tratamento com insulina tornou-se menos eficaz.

Normalmente, uma tendência é monitorada com testes de repetição. Se os resultados continuam elevados, mostram que não há bom controle da glicose no sangue e o médico irá tentar determinar a causa para ajustar a medicação, a dieta e outros fatores que estejam afetando este controle.

O que significa frutosamina normal?

Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, os valores normais de referência de frutosamina devem estar entre 205 a 285 micromoléculas por litro de sangue. Quando o resultado da frutosamina está dentro dos níveis normais, pode indicar que o paciente ou não é diabético e, portanto, não precisa ser tratado, ou que ele tem um bom controle do diabetes.

Resultados normais de frutosamina em pacientes diabéticos podem indicar que alterações feitas na dieta ou no tratamento do paciente estão sendo eficazes.

O que significa frutosamina baixa?

Os resultados da frutosamina devem ser avaliados no contexto clínico de cada paciente. Frutosamina baixa pode ser resultado da diminuição dos níveis de proteína e/ou de albumina total no sangue e não necessariamente uma baixa da glicose. Por isso, é através da repetição que o médico poderá avaliar exatamente o que está ocorrendo.

É preciso ter cuidado para que tal resultado não seja falsamente associado a alterações ou aumento de perda de proteínas produzidas pelo corpo.

No entanto, se a glicose ou o nível de insulina no sangue estiverem tão baixos que o organismo não possa usá-los como fonte de energia, o corpo buscará outra fonte de energia: as gorduras.

A degradação das gorduras produz cetonas, elementos químicos que em baixas concentrações são inofensivos, mas em concentrações mais elevadas podem perturbar o equilíbrio ácido-base do organismo e levar a uma emergência médica.

O que é o exame para medir a frutosamina

O exame para medir a frutosamina é feito a partir de uma amostra de sangue e a indicação de frutosamina baixa ou frutosamina alta é utilizada para ajudar a controlar a diabetes ao longo do tempo. Ele ajuda a determinar a eficácia do plano de tratamento da doença e a medir o nível médio de glicose no sangue do paciente durante um período de duas a três semanas.

O teste mede a quantidade de proteína glicosada no sangue. Quando os níveis de glicose no sangue são elevados ao longo de um período de tempo, a chamada frutosamina alta, as moléculas de glicose combinam de forma permanente com a hemoglobina encontrada no interior dos glóbulos vermelhos do sangue e com a albumina e outras proteínas, um processo chamado de glicação: a principal causa de doenças clínicas vasculares em pacientes diabéticos.

Manter os níveis de glicose no sangue o mais próximo possível do normal permite que os pacientes diabéticos evitem muitas complicações de saúde e progressivos danos associados à condição. Esta é a principal finalidade deste exame.

Diferença entre o exame de frutosamina e o tradicional A1C

O teste de frutosamina é um exame de sangue como a A1C, exceto pelo fato de que ele mede a ligação das moléculas de proteína com a glicose no sangue em vez de medir a hemoglobina glicada (formada a partir de reações não enzimáticas entre a hemoglobina e a glicose).

A principal vantagem do exame de frutosamina é que ele pode detectar as alterações globais no controle da glicose no sangue dentro de algumas semanas, em vez de meses, o que indica com mais precisão as alterações no nível de glicose no sangue ocorridas em um curto período de tempo.

O teste de A1C é mais como um filme completo, ele fornece uma visão de como o nível de glicose no sangue do paciente tem oscilado ao longo de um período de dois a três meses e seus resultados podem ser menos precisos em relação à base diária de alteração do nível de glicose.

Desta forma, quando estão sendo feitas mudanças em um plano de tratamento da diabetes, este teste pode indicar as variações glicêmicas de forma mais precisa do que o teste A1C, e levar a conclusões sobre quais mudanças estão funcionando e as que devem ser consideradas em termos de dieta e medicamentos para aquele paciente em particular.

O que o exame de frutosamina mostra?

De acordo com a American Diabetes Association (Associação Americana de estudo do Diabetes), ambos os testes de controle dos níveis de glicose são válidos e necessários; no entanto, afirma-se que a frutosamina pode ser a melhor escolha quando o A1C não pode mensurar de forma confiável as variações da glicose no sangue do paciente em curto prazo. Estas situações incluem:

  1. A avaliação de alterações no método de tratamento do diabetes, uma vez que seus efeitos podem ser avaliados logo nas primeiras semanas ao invés de meses;
  2. Durante a gravidez, uma vez que as necessidades de glicose e insulina da mãe e do feto mudam rapidamente durante a gestação. O intervalo de tempo mais curto do teste permite ao médico controlar melhor os níveis de glicose no sangue da gestante;
  3. Quando o paciente sofrer qualquer condição que afete a vida dos glóbulos vermelhos, tais como anemia hemolítica, anemia de células falciformes, ou perda significativa de sangue. Neste caso, o ritmo acelerado de renovação dos glóbulos vermelhos resultaria em resultado falsamente baixo de glicose no tradicional exame A1C, e neste caso o teste de frutosamina pode ser mais preciso.
Fontes e Referências Adicionais:

Você já foi diagnosticado com frutosamina alta ou baixa? O que precisou ser feito para reverter esse quadro? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (10 votos, média: 4,40 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário

4 comentários em “Frutosamina Alta ou Baixa – O Que Significa?”

    • Como citado acima, os resultados da frutosamina devem ser avaliados no contexto clínico de cada paciente. Consulte um médico.

  1. Sempre tive essas taxa de açucar s*/controle, fiz um exame de urina e constatou glicose +1 NA URINA
    fIZ FRUTOSAMINA, HEMOGOBLINA GLICADAS, E GLICOSE, DEU, GLICOSE 100– HEMOG. GLICADA 7,7
    E FRUTOSAMINA 205,8, ESTOU JÁ COM DIABETES, ESTOU PERGUNTANDO POIS MEU MÉDICO ESTÁ NOS
    eST. uNIDOS, EU SOU SÓ, E ESTOU MUITO PREOCUPADO PELOS DADOS QUE VÍ NA INTERRNET. pOR
    FAVOR TENHO 70 ANOS , NÃO, BEBO, NÃO FUMO ANDANDO 7 KMS TODO DIA. mE ORIENTE