Diabético Pode Tomar Ômega-3?

Especialista:
atualizado em 02/07/2020

Confira se diabético pode tomar ômega-3 ou se, dentro de suas restrições de dieta, está essa substância que traz tantos benefícios para a saúde.

O ômega-3 faz parte do grupo dos ácidos graxos poli-insaturados e pode ser encontrado em alimentos como peixes, sementes de chia, nozes e linhaça. Veja em detalhes os melhores alimentos ricos em ômega-3.

Ele é classificado como um tipo de gordura saudável que não pode ser produzida pelo organismo e, portanto, deve ser consumida por meio da alimentação. A deficiência de ômega-3 provoca problemas como memória fraca, pele seca, problemas no coração, alterações de humor, dor na articulação e doença autoimune.

O ômega-3 é visto ainda como importante para a formação das estruturas das membranas das células, fornece energia ao organismo e é utilizado para produzir os chamados eicoisanoides, moléculas que exercem funções variadas nos sistemas cardiovascular, pulmonar, imunológico e endócrino do corpo. Aproveite e veja todos os benefícios do ômega-3 e suas propriedades.

Quando alguém não dá conta de consumir o ômega-3 que precisa por meio da alimentação, a alternativa pode ser tomar suplementos com o composto. Mas será que o diabético pode tomar ômega-3?

A diabetes

Antes de vermos propriamente se o diabético pode tomar ômega-3, vamos ficar mais familiarizados com a doença.

Pois bem, a condição é caracterizada por níveis muito elevados de glicose (açúcar) no sangue. Essa substância é a maior fonte de energia para o nosso organismo e é oriunda dos alimentos que consumimos nas refeições.

Uma pessoa desenvolve a diabetes quando o seu corpo não dá conta de produzir uma quantidade suficiente ou qualquer quantia de insulina ou não consegue utilizar o hormônio adequadamente.

Isso faz com que a glicose permaneça no sangue e não atinja as células do organismo, já que a insulina é justamente responsável por auxiliar a glicose obtida através da dieta a chegar até as nossas células e ser utilizada como energia.

Ao descobrir que sofre com a diabetes, é fundamental que o paciente não perca tempo e obedeça a todas as orientações passadas pelo médico para o seu tratamento.

Até porque, com o passar do tempo, ter níveis elevados de glicose no sangue pode gerar uma série de complicações como doença no coração, acidente vascular cerebral (AVC), doença nos rins, problemas nos olhos, doenças dentárias, danos nos nervos e problemas nos pés. As informações são do Instituto Nacional de Diabetes e Doenças Digestivas e Renais (NIDDK, sigla em inglês) dos Estados Unidos.

E então, o diabético pode tomar ômega-3?

Uma pesquisa publicada no Journal of the American Medical Association (Jornal da Associação Médica Americana, tradução livre) avaliou mais de 2,5 mil pessoas de meia-idade e idosas com diabetes do tipo 2 e apontou que aquelas que consumiam ômega-3 regularmente tinham um risco 48% menor de sofrer com a retinopatia diabética do que os que não ingeriam a substância com frequência.

Segundo a organização, os cientistas, que chegaram a essa conclusão depois de um acompanhamento de seis anos, acreditam que o ômega-3 pode auxiliar o combate a essa complicação ocular da diabetes devido ao fato dos ácidos graxos protegerem contra a inflamação e o crescimento anormal de vasos sanguíneos nos olhos.

O centro médico acadêmico esclareceu que a retinopatia diabética é desenvolvida quando vasos sanguíneos nos olhos incham e vazam ou quando células anormais crescem na retina e bloqueiam a visão.

Entretanto, é sempre melhor fornecer nutrientes ao organismo (como o ômega-3) por meio da alimentação do que através de suplementos.

Suplemento de óleo de peixe pode causar reações adversas perigosas aos diabéticos

O suplemento de óleo de peixe é um produto rico nos ácidos graxos ômega-3 que, segundo a mestra em ciências biomédicas integradas, Rae Uddin, podem aumentar os níveis de açúcar no sangue, o que é especialmente prejudicial para quem já tem a diabetes.

Além disso, a Associação Americana do Coração advertiu que a ingestão de mais de 3 g de suplemento de ômega-3 diariamente pode piorar o controle da glicose em pessoas que sofrem com a diabetes.

“Se a sua diabetes é controlada por medicamento, você pode começar a experimentar os sintomas da diabetes de novo enquanto toma suplementos de óleo de peixe. Esses sintomas incluem aumento da urina, sede, perda de peso repentina, fadiga e visão borrada. Procure a assistência urgente do seu médico se você desenvolver qualquer desses sintomas. Níveis descontrolados de açúcar no sangue podem causar danos renais e nervosos severos permanentes”, alertou Uddin em seu artigo publicado.

No mesmo sentido, um artigo publicado da nutricionista Rachael Link afirmou que algumas pesquisas indicam que a suplementação com quantidades elevadas de ômega-3 pode elevar os níveis de açúcar no sangue em pessoas com diabetes.

“Um estudo pequeno, por exemplo, identificou que tomar 8 g de ácidos graxos ômega-3 por dia levou a um aumento de 22% nos níveis de açúcar no sangue em pessoas com diabetes do tipo 2 ao longo de um período de oito semanas”, relatou Link.

A nutricionista explicou que isso se dá porque grandes doses de ômega-3 podem estimular a produção de glicose que, por sua vez, podem contribuir com níveis altos de açúcar no sangue em longo prazo.

“Entretanto, outra pesquisa mostrou resultados conflitantes, sugerindo que apenas doses muito elevadas podem impactar o açúcar sanguíneo. Outra análise de 20 estudos identificou que doses diárias de até 3,9 g de ácido eicosapentaenoico (EPA) e de 3,7 g de ácido docosahexaenoico – as duas formas principais de ácidos graxos ômega-3 – não tiveram efeito algum nos níveis de açúcar no sangue em indivíduos com diabetes do tipo 2”, ponderou Link.

A interação com medicamentos

O uso simultâneo de suplementos de óleo de peixe e certos medicamentos para pressão alta, que podem ser utilizados por diabéticos que também sofrem com a hipertensão, pode interferir na eficácia dos remédios, ressaltou a mestra em ciências biomédicas integradas Rae Uddin, em seu artigo publicado.

O melhor a se fazer antes de começar a tomar ômega-3

Portanto, se para qualquer pessoa já é fundamental consultar o médico antes de começar a tomar um suplemento de ômega-3 para saber se o produto não pode fazer mal e verificar qual a dosagem liberada para ela, para saber se o diabético pode tomar ômega-3, isso é ainda mais relevante.

Nessa conversa para saber se pode utilizar o suplemento, o paciente com diabetes precisa informar ao médico todos os medicamentos, suplementos e plantas que usa para que o profissional verifique se não pode fazer mal usar essas substâncias ao mesmo tempo.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais:

Você já tinha ouvido falar que diabético pode tomar ômega-3? Possui essa condição e toma este suplemento? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo muito solicitada para palestras, consultoria a empresas e atendimento personalizado para atletas, pessoas com condições especiais de saúde e pessoas que desejam melhorar a forma física de forma saudável. É a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España). É também membro da International Society of Sports Nutrition. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma. Dra. Patricia Leite é uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento.

Deixe um comentário