Gotu Kola – Benefícios, Para Que Serve e Como Tomar

Especialista:
atualizado em 18/02/2020

Fique sabendo para que serve o Gotu Kola, quais são os benefícios de usar esse suplemento e veja as orientações de como tomar o Gotu Kola da maneira correta e sem riscos para a saúde.

Na medicina tradicional, o Gotu kola é considerado a “erva da longevidade”. Especialistas acreditam que esse suplemento extraído de uma planta tem a capacidade de aumentar a capacidade cerebral, tratar problemas da pele e contribuir para a saúde de órgãos como o fígado e os rins.

Relatos indicam que o Gotu kola pode aliviar a ansiedade e melhorar funções cognitivas importantes como a memória. Se a sua procura por esse suplemento tem a ver com essas questões, veja também várias opções de chás naturais para a ansiedade e os remédios para a memória mais usados.

Entenda como o Gotu kola melhora a celulite e saiba mais sobre as propriedades dessa erva.

Veja aqui o que as pesquisas têm a dizer sobre o Gotu kola e entenda como esse suplemento pode melhorar a sua saúde e a sua qualidade de vida.

Gotu kola

O Gotu kola é uma planta usada tradicionalmente na culinária asiática que também é utilizada na medicina tradicional chinesa e na medicina ayurvédica.

Essa planta perene nativa de regiões úmidas tropicais do sudeste da Ásia, conhecida pelo nome científico de Centella asiática, é um dos vegetais de folhas verdes mais usados no local devido as suas propriedades benéficas para a saúde.

Nutrição

O Gotu kola fornece diversos nutrientes como vitaminas e minerais. Segundo um estudo de revisão publicado em 2011 na revista científica International Food Research Journal, 100 gramas de Gotu kola fresca podem oferecer os seguintes nutrientes:

  • Cálcio: 171 miligramas, o equivalente a 17% da ingestão diária recomendada;
  • Ferro: 5,6 miligramas, que equivale a 31% da ingestão diária recomendada;
  • Potássio: 391 miligramas, o equivalente a 11% da ingestão diária recomendada;
  • Vitamina A: 442 microgramas, o que representa 49% da ingestão diária recomendada;
  • Vitamina B2: 0,19 miligramas, representando 9% da ingestão diária recomendada;
  • Vitamina C: 48,5 miligramas, o que equivale a 81% da ingestão diária recomendada.

Além dos nutrientes mencionados acima, o Gotu kola também é uma ótima fonte de fibras dietéticas, podendo fornecer 8% da ingestão recomendada por dia para as mulheres e até 5% para os homens.

Para que serve

Usado tanto em alimentos quanto em aplicações medicinais, o Gotu kola apresenta propriedades antimicrobianas, anti-inflamatórias e antidiabéticas. Além disso, a planta também pode melhorar funções cognitivas incluindo a memória.

Na forma de suplementos, está disponível na forma de cápsulas, pós, extratos e formulações de uso tópico.

Tais suplementos parecem ser úteis no tratamento de infecções – como o resfriado, a gripe suína, a cólera e a herpes zoster – e na prevenção de doenças como o Alzheimer.

Alguns afirmam que o Gotu kola também pode ajudar no tratamento e na prevenção de condições como a asma, a ansiedade, a depressão, a indigestão, a fadiga e as úlceras estomacais.

O uso tópico do suplemento pode acelerar a cicatrização de feridas e suavizar a aparência de estrias e de cicatrizes e até mesmo de celulites.

No entanto, nem todas essas afirmações são apoiadas pela ciência. Aqui você vai saber quais são os reais benefícios do Gotu kola e como ele deve ser usado.

Benefícios do gotu kola

1. Melhora a função cognitiva

Há muito tempo, o Gotu kola é usado para tratar distúrbios de humor e melhorar a memória. Embora existam resultados variados, as pesquisas mostram que há alguns benefícios diretos e indiretos que condizem com este efeito.

Uma pesquisa de 2016 publicada na revista Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine comparou o ácido fólico e o Gotu kola no que diz respeito ao aumento da função cognitiva após um derrame. Apesar de ambos serem benéficos, o Gotu kola foi o mais eficaz na melhoria da memória.

Segundo um estudo de revisão de 2017 publicado no periódico Scientific Reports, não existem muitas evidências de que o Gotu kola pode melhorar a cognição ou a memória de forma direta, mas há dados que sugerem que a substância pode aliviar a ansiedade e melhorar o estado de alerta após uma hora de consumo.

De uma forma geral, estar mais alerta e menos cansado melhora a memória de curto prazo. Já a diminuição da ansiedade e a sensação de calma melhoram a concentração, a retenção de memória e a velocidade de processamento das informações. Tudo isso contribui para uma melhor função cognitiva geral.

Outro suplemento que pode te interessar é a acetilcolina, que também ajudar a melhorar a função cerebral. Veja mais detalhes sobre o que é a acetilcolina, seus benefícios e efeitos colaterais.

2. Reduz a ansiedade e o estresse

O controle da ansiedade promovido pelo Gotu kola parece ter a ver com a regulação da atividade de neurotransmissores conhecidos como ácido gama-aminobutírico (GABA).

Por meio dessa influência na absorção do GABA pelo cérebro, o composto alivia a ansiedade sem provocar o efeito sedativo comum em medicamentos agonistas tradicionais do GABA como o zolpidem e os barbitúricos, por exemplo.

Como o Gotu kola acalma e relaxa, ele pode ser útil no tratamento de algumas condições como a depressão, a fadiga crônica e a insônia.

Um estudo da revista Phytotherapy Research de 2016 mostrou que o Gotu kola reduziu a ansiedade em ratos privados de sono por 72 horas – o que de fato pode causar ansiedade além de danos oxidativos e inflamação.

Os animais privados de sono que tomaram o suplemento por 5 dias antes da privação de sono apresentaram uma atividade locomotora melhor e menos danos oxidativos quando comparados com o outro grupo, que não teve acesso a ele.

Uma outra pesquisa de 2013 publicada no periódico CNS Drugs sobre fitoterápicos atestou o potencial do Gotu kola como uma erva natural com efeitos agudos contra a ansiedade.

Além dele, existem várias outras opções de remédios naturais para a ansiedade.

3. Pode ajudar a tratar a depressão

Em uma pesquisa de 2016 publicada no Malaysian Journal of Medical Sciences, 33 pessoas com transtorno de ansiedade generalizada passaram a tomar Gotu kola no lugar dos antidepressivos durante 60 dias. O grupo relatou uma redução no estresse, na ansiedade e nos sintomas depressivos.

Outros fitoterápicos antidepressivos têm sido usados como uma terapia alternativa para a depressão, mas ainda que eles apresentem um potencial interessante no tratamento da doença, não é indicado fazer a troca de antidepressivos por fitoterápicos por conta própria e é sempre indispensável procurar orientação psiquiátrica mesmo que você opte por um remédio natural.

4. Pode ajudar no tratamento da doença de Alzheimer

O potencial de melhorar a memória e a função nervosa faz com que o Gotu kola seja um bom candidato para ajudar no tratamento da doença de Alzheimer. Um estudo de 2012 do International Journal of Alzheimer’s Disease mostrou que o extrato de Gotu kola causou efeitos positivos em ratos com Alzheimer.

Mais pesquisas sobre o tema ainda precisam ser conduzidas para entender exatamente como o Gotu kola pode ser benéfico para pacientes com Alzheimer.

5. Melhora a circulação e reduz o inchaço

Segundo uma pesquisa de 2001 publicada no periódico Angiology, o Gotu kola pode diminuir a retenção de líquidos, o inchaço no tornozelo e problemas de circulação durante voos longos, por exemplo.

O Gotu kola pode melhorar a circulação sanguínea em pacientes com insuficiência venosa crônica, que é uma condição em que as paredes e válvulas das veias das pernas não funcionam como deveriam, o que dificulta o retorno do sangue ao coração.

Conforme resultados publicados em 2013 na revista científica Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine, pessoas mais velhas tratadas com Gotu kola apresentaram uma melhora significativa nos sintomas da insuficiência venosa crônica – principalmente no que diz respeito à sensação de peso nas pernas, inchaço e dor.

Tal efeito parece ter relação com os triterpenos presentes no Gotu kola, que são compostos orgânicos que aumentam a força do coração e a taxa de contrações. Há inclusive alguns relatos de que o Gotu kola pode estabilizar as placas de gordura nos vasos sanguíneos, impedindo o seu rompimento que poderia resultar em um ataque cardíaco ou derrame.

6. Suaviza as estrias

Um estudo de revisão publicado em 2013 na revista Advances in Dermatology and Allergology indica que o Gotu kola pode diminuir a aparência de estrias.

Os terpenoides presentes no Gotu kola podem aumentar a produção de colágeno no organismo e esse seria o principal fator para impedir a formação de novas estrias e também para amenizar as marcas já existentes na pele.

7. Alivia a insônia

Como a insônia geralmente acompanha problemas de saúde como a ansiedade, o estresse e a depressão e o Gotu kola é benéfico para tais condições, pode ser que ele também ajude a tratar a insônia e outros distúrbios do sono associados a transtornos psicológicos.

8. Trata feridas e ameniza as cicatrizes

O Gotu kola é usado há muito tempo para auxiliar na cicatrização de feridas. Evidências indicam que um tipo específico de triterpeno chamado de asiaticosídeo pode estimular a produção de colágeno e, assim, promover o desenvolvimento de novos vasos sanguíneos – processo conhecido como angiogênese – no local da lesão, o que ajuda em todo o processo de cicatrização.

Uma pesquisa publicada no Journal of Ethnopharmacology no ano de 1999 já mostrava que o asiaticosídeo em uma concentração de 0,2% aumenta em 57% a produção de hidroxiprolina, um importante componente do colágeno. Além disso, a substância acelera o crescimento de tecido nas feridas.

Um estudo bem mais recente de 2015 indexado no periódico International Journal of Pharmaceutics atestou que um curativo contendo Gotu kola foi benéfico em vários tipos de feridas em ratos – como cortes com objetos pontiagudos, tecido infectado e traumas.

9. Alivia dores nas articulações

Propriedades anti-inflamatórias do Gotu kola podem ajudar no tratamento da artrite. Uma pesquisa de 2014 publicada no periódico Biomedical and Environmental Sciences mostrou que a inflamação das articulações foi reduzida com o uso oral de Gotu kola em casos de artrite induzida em ratos.

Além de reduzir a inflamação, o suplemento também foi capaz de diminuir o desgaste da cartilagem e do osso ao redor da articulação. O efeito antioxidante do Gotu kola também parece contribuir para fortalecer o sistema imunológico e aliviar os sintomas da artrite, que é uma doença autoimune.

10. Tem efeito desintoxicante

Estudos recentes sugerem que o Gotu kola pode suprimir efeitos colaterais tóxicos de um antibiótico chamado isoniazida – usado no tratamento da tuberculose.

Dados publicados em 2017 no Journal of Basic and Clinical Physiology and Pharmacology avaliaram os efeitos no organismo de ratos que receberam doses de 100 miligramas de Gotu kola durante 30 dias antes de tomar o antibiótico. Quando comparado com outros ratos que não usaram o suplemento, foi observado que esses ratos apresentaram menos toxicidade associada ao uso do antibiótico.

Além disso, os ratos que sofreram toxicidade mais alta no fígado e nos rins apresentaram uma redução da toxicidade após tomarem o suplemento.

É claro que ainda são pesquisas recentes e que mais estudos ainda precisam ser conduzidos, mas os resultados são promissores e podem indicar que o suplemento atue como um agente desintoxicante.

11. Previne contra doenças e tem efeito antioxidante

Os efeitos antioxidantes do Gotu kola são bem conhecidos. Esse alto poder antioxidante é capaz de neutralizar os radicais livres que podem danificar as células e contribuir para o desenvolvimento de doenças como alguns tipos de câncer.

Pesquisas como a publicada no Journal of Pharmacology and Experimental Therapeutics em 2005 mostram que o Gotu kola pode induzir à apoptose – morte celular espontânea – de células cancerígenas, especialmente daquelas encontradas em câncer de mama.

Além disso, o suplemento parece ser útil na prevenção de úlceras estomacais.

Como encontrar e como tomar

O Gotu kola é um ingrediente muito usado em pratos da culinária indiana, indonésia, malaia, tailandesa e vietnamita. O ingrediente traz um sabor doce e ao mesmo tempo amargo para os pratos com um aroma leve que lembra grama fresca.

No entanto, é muito difícil encontrar Gotu kola fresco e, mesmo quando encontrado, não é fácil conservá-lo porque a erva é muito sensível à temperatura.

Como já mencionado, a forma mais fácil e prática de encontrá-lo é na forma de suplementos que estão disponíveis em pó, extratos, cápsulas e chás.

– Dose

Não há uma padronização sobre a dosagem de Gotu kola, mas a maioria dos fabricantes do suplemento recomenda não ultrapassar a dose diária máxima de 500 miligramas que pode ser dividida em 2 doses menores. Ainda que essa seja a recomendação mais comum, a dose pode variar de acordo com o que você deseja tratar.

  • Para desintoxicação e Alzheimer: tomar de 30 a 60 gotas de extrato líquido de Gotu kola 3 vezes ao dia por no máximo 2 semanas;
  • Para dores articulares, ansiedade e insônia: tomar de 300 a 680 miligramas de Gotu kola 3 vezes ao dia por até 14 dias;
  • Para a circulação sanguínea: usar de 60 a 100 miligramas de extrato de Gotu kola 3 vezes por dia durante 1 semana ou antes e depois de voos longos de avião. Outra opção é massagear as pernas com um creme ou pomada contendo 1% de Gotu kola;
  • Para depressão: tomar 500 miligramas de Gotu kola 2 vezes ao dia por até 2 semanas;
  • Para função cognitiva: usar de 750 a 1.000 miligramas por dia por até 14 dias;
  • Para feridas na pele ou estrias: usar uma pomada contendo 1% de extrato de Gotu kola várias vezes ao dia.

A dose de até 2.000 miligramas por dia parece ser segura e eficaz para tratar crises ocasionais de ansiedade ou períodos de depressão grave, mas não há evidências concretas de que isso é realmente seguro para a saúde.

– Tempo de uso

É indicado que o suplemento seja usado por 2 a 6 semanas seguidas e não mais do que isso para se prevenir contra danos hepáticos.

Se for preciso usar o Gotu kola novamente, é recomendado fazer uma pausa de pelo menos 2 semanas antes de retomar o uso.

Dicas

Se você pretende tomar Gotu kola para fins medicinais, é recomendado procurar um médico para te orientar.

Outra dica muito importante é sempre procurar bons fabricantes de suplementos para garantir a qualidade, a eficácia e a segurança daquilo que você está comprando.

Efeitos colaterais

Apesar de os efeitos adversos relacionados ao uso de Gotu kola sejam raros, é possível que algumas pessoas sintam:

  • Dor de estômago;
  • Sonolência;
  • Tontura;
  • Dor de cabeça;
  • Reação alérgica.

Uma prática que ajuda a reduzir o risco desses efeitos colaterais é começar a tomar o Gotu kola em uma dose baixa e ir aumentando aos poucos até chegar na dose desejada.

Embora não seja tão comum, o Gotu kola também está disponível em pomadas para uso tópico. No entanto, a aplicação tópica pode causar irritação e é recomendado fazer um teste no antebraço antes de espalhar o produto por toda a pele.

Contraindicações

Por ser uma erva metabolizada pelo fígado, pessoas com doença hepática devem evitar usar suplementos de Gotu kola para evitar mais problemas. Além disso, o uso do suplemento a longo prazo está associado à toxicidade hepática.

Se você faz uso de medicamentos com efeito sedativo ou álcool, não é recomendado tomar Gotu kola porque ele pode potencializar o efeito sedativo e causar sonolência extrema. Desta forma, não é indicado usar com os seguintes medicamentos:

  • Zolpidem;
  • Lorazepam;
  • Clonazepam;
  • Fenobarbital.

Crianças, mulheres grávidas e lactantes também não devem usar suplementos de Gotu kola porque não há pesquisas suficientes sobre os riscos que o composto pode trazer para a saúde dessas pessoas.

Outros casos em que não é indicado incluem:

  • Pessoas com histórico de câncer de pele;
  • Indivíduos com cirurgia programa dentro das próximas 2 semanas;
  • Adolescentes ou crianças menores de 18 anos de idade;
  • Pessoas que usam remédios para controlar a ansiedade.

Cuidados

O Gotu kola pode aumentar a sensibilidade da pele ao sol e, assim, é importante usar protetor solar sempre que for se expor à luz solar.

Ervas como o Gotu kola podem ter níveis altos de metais pesados por causa das condições de cultivo da planta. Assim, é importante comprar o suplemento sempre de fontes confiáveis.

Em casos de efeitos colaterais ou qualquer desconforto após o início do tratamento com Gotu kola, suspenda o uso do suplemento e procure um profissional da saúde.

Apesar de parecer seguro, é importante consultar uma opinião médica sobre o Gotu kola e lembrar que a erva não deve substituir nenhum tratamento em curso ou aprovado por um médico.

Vídeo:

Gostou das dicas?

Fontes e Referências adicionais:

Você já conhecia o Gotu Kola? Pretende experimentar como um suplemento para algum dos benefícios acima? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário