20 Tipos de Chá para Ansiedade

Especialista:
atualizado em 23/09/2020

Há séculos, ervas são usadas como remédios e chás para aliviar o estresse, e em um mundo tão estressante como o atual, elas estão se tornando uma das maneiras mais populares de lidar com tudo isso.

Por isso, tomar chá para ansiedade em momentos complicados poderá te ajudar a se acalmar mais do que muitos remédios e sem grandes efeitos colaterais.

Alguns chás de ervas podem ajudar a aliviar o estresse e a ansiedade ocasionais, enquanto que outros podem ser melhores quando usados como terapia complementar fazendo parte da sua rotina para uma condição subjacente.

É importante lembrar que o que funciona para uma pessoa pode não funcionar para outra, e por isso encontrar o chá para ansiedade ou uma mistura de dois ou mais que seja perfeita para você pode levar algum tempo.

Embora os chás de ervas sejam tecnicamente diferentes das cápsulas e óleos, as interações ainda são possíveis, e você deve sempre conversar com o seu médico ou outro profissional de saúde antes de adicionar um chá à sua rotina.

20 tipos de chá para ansiedade que podem servir para você

1. Camomila

Quando se pensa em um chá para a ansiedade, a camomila é um dos primeiros que vêm à mente por ser um dos mais famosos para esses sintomas.

Um estudo realizado descobriu que o uso a longo prazo do extrato de camomila reduziu significativamente os sintomas moderados e graves do transtorno de ansiedade generalizada – TAG, porém, não impediu que os sintomas voltassem a aparecer no futuro.

Para as pessoas que sofrem com insônia, o chá de camomila é capaz de fazer maravilhas, além de ajudar a relaxar dores de cabeça e ansiedade.

Os compostos desta erva com pequenas flores que se assemelham a margaridas ligam-se aos mesmos receptores cerebrais que os sedativos como o Valium, por isso não é de se admirar que a camomila tenha sido usada desde a antiguidade para relaxar o corpo.

2. Erva-doce

O chá de erva-doce é tradicionalmente usado como chá para ansiedade, e embora mais pesquisas sejam necessárias, um estudo descobriu que a erva-doce possui efeitos antiansiedade e antidepressivos em mulheres pós-menopausas.

3. Ginseng

O ginseng pode não ser uma cura universal, mas uma pesquisa sugeriu que ele pode ajudar a proteger o corpo contra os efeitos do estresse. Algumas pesquisas também mostram que ele pode reduzir a fadiga.

4. Gotu kola (Centella asiática)

Gotu kola é uma planta muito utilizada como tônico e medicina tradicional em muitas culturas asiáticas.

Devido a todos os benefícios que a centella asiática oferece para à saúde, o número de pesquisas que a consomem vem crescendo junto com a sua popularidade.

Acredita-se que os triterpenoides e as saponinas sejam os principais constituintes da Centella asiática que são responsáveis por suas amplas ações terapêuticas.

Utilizada frequentemente para aliviar a depressão, fadiga e ansiedade, um estudo realizado em camundongos descobriu que o extrato de gotu kola é eficaz tanto para ansiedade aguda como crônica, porém mais pesquisas ainda são necessárias para entender seus efeitos por completo.

5. Lúpulo

Um estudo realizado mostrou que tomar um suplemento de lúpulo pode reduzir os sintomas leves de estresse, depressão e ansiedade, e quando combinado com valeriana, ele também pode melhorar a qualidade do sono.

6. Cúrcuma

A cúrcuma, também conhecida como açafrão-da-terra, tumérico, açafroa, raiz-de-sol e açafrão-da-índia, é uma planta rica em curcumina, um composto anti-inflamatório.

Uma revisão de estudos descobriu que a curcumina pode causar efeitos antidepressivos e antiansiedade, e por isso a cúrcuma pode ser um bom ingrediente para um chá para ansiedade.

7. Lavanda

A lavanda é muito conhecida devido aos seus efeitos sedativos e que estabilizam o humor, mas essa planta também é muito eficaz para aliviar a ansiedade.

Um estudo realizado descobriu que o Silexan, medicamento em cápsulas desenvolvido na Alemanha que tem o óleo essencial de lavanda como o seu único princípio ativo, é tão eficaz em adultos quanto o Lorazepam, medicamento para controlar distúrbios de ansiedade.

8. Erva-gateira (Napeta cataria)

A erva-gateria ou erva-dos-gatos leva esse nome por ser um estimulante para os gatos, porém, pode ser usada para criar uma bebida calmante para os seres humanos e tem sido tradicionalmente usada para aliviar a ansiedade, pois contém compostos semelhantes aos encontrados na valeriana. Porém, ainda não está claro se ambas oferecem os mesmos benefícios.

9. Maracujá (Passiflora incarnata)

O maracujá tem sido usado há muito tempo para melhorar a qualidade do sono, e também pode ajudar a aliviar os sintomas de ansiedade.

Pesquisadores realizaram um estudo que descobriu que o suplemento de maracujá funcionava como um remédio convencional para reduzir a ansiedade em pessoas que estão passando por tratamento odontológico.

O chá de maracujá é um dos mais populares e uma ótima opção para quem quer ter uma noite de sono tranquilo e tratar a sua ansiedade de maneira natural.

10. Chá de rosas

O cheiro das rosas já foi sido associado ao relaxamento, e um estudo realizado descobriu que a aromaterapia com água de rosas ajudou a reduzir os sentimentos de ansiedade em pessoas com doença renal terminal.

11. Ashwagandha (Withania somnifera)

A ashwagandha é uma erva ayuvérdica que ajuda a combater a fadiga e o estresse.

Um estudo realizado descobriu que tomar extrato desta raiz ajuda significativamente a reduzir os níveis de estresse ao longo de um período de dois meses.

Uma revisão de vários estudos concluiu que o extrato de Ashwagandha ajudou a aliviar as sensações de estresse e ansiedade, porém ainda são necessárias mais pesquisas.

12. Valeriana (Valeriana officinalis)

Um distúrbio comum em pessoas que sofrem com ansiedade é a insônia, e a raiz de valeriana é muito usada como remédio herbal para insônia e outros distúrbios do sono.

Um estudo descobriu que o extrato de valeriana reduziu a ansiedade em mulheres submetidas a um procedimento médico.

É importante lembrar que devido a sua natureza sedativa, é importante observar que, embora seja seguro e livre de efeitos colaterais adversos ao interagir com sedativos prescritos, é melhor evitar tomar os dois juntos para evitar a sonolência excessiva, por isso, consulte o seu médico antes de inserir em sua dieta cotidiana este chá para ansiedade.

13. Erva-de-São-João (Hypericum perforatum)

A erva-de-são-joão é um dos remédios fitoterápicos mais estudados para a depressão e também pode ajudar com sintomas da ansiedade.

Essa erva pode interagir com certos medicamentos ou resultar em outros efeitos colaterais adversos. Por isso, fale com o seu médico antes de começar a consumir esse chá para ansiedade com frequência. 

14. Alcaçuz (Glycyrrhiza glabra)

Alcaçuz é um ingrediente muito popular no tratamento de gripes e resfriados, e a sua raiz também se tornou um adoçante; por isso, é conhecida como “raiz-doce”, além de ser utilizada para reduzir a fadiga e o estresse.

Um estudo realizado com camundongos sugere que o extrato de alcaçuz pode reduzir o estresse, e pesquisadores de um outro estudo, também em camundongos, descobriram que o extrato de alcaçuz pode aumentar os efeitos antiansiedade da valeriana e de outros medicamentos para ansiedade.

15. Hortelã Pimenta

A hortelã é uma erva muito comum não apenas no Brasil, mas em várias outras partes do mundo, e além de ser muito utilizada como tempero ou para fazer alguns drinks, algumas pesquisas sugerem que o seu aroma pode reduzir os sentimentos de fadiga, frustração e ansiedade.

Uma pesquisa descobriu que inalar o cheiro do óleo de hortelã-pimenta pode aliviar a ansiedade em pessoas que foram hospitalizadas por ataque cardíaco.

Além do mais, o seu intestino está diretamente ligado ao cérebro e é o lar de 80% do seu sistema imunológico.

Por isso, assim como o cérebro reage a problemas no intestino, o intestino reage a perturbações no cérebro, como as emoções, ansiedade, etc. É por isso que existem frases como “borboletas no estômago” e “nó no estômago”.

Com essa conexão direta, não é incomum que as pessoas com ansiedade tenham problemas estomacais, e para ajudar a aliviar ambos os sintomas, tome uma xícara de chá de hortelã.

Graças ao mentol encontrado naturalmente dentro da planta, este chá ajuda a acalmar os músculos e por isso é ótimo para os momentos que sentir “um nó no estômago”.

16. Rhodiola rosea

A Rhodiola é uma planta frequentemente utilizada para controlar o estresse, ansiedade e certos transtornos de humor, e embora haja algumas evidências que apoiam isso, por enquanto as descobertas são, no geral, inconsistentes.

Por isso, mais pesquisas são necessárias para entender seus reais potenciais.

17. Manjericão-santo (Ocimum sanctum)

O manjericão-santo também é conhecido como tulsi, manjericão-real e manjericão sagrado.

Um estudo mais antigo descobriu que tomar chá de manjericão diminui os sintomas do transtorno de ansiedade generalizada, porém as pesquisas sobre seus efeitos no estresse ou na ansiedade são limitadas.

18. Chá verde (Camellia sinensis)

Se há um chá que deveria fazer parte da sua rotina diária é o chá verde, pois se trata de mais do que apenas um chá para ansiedade, e sim de um chá que pode trazer muitos outros benefícios para a sua saúde, já que contém um alto teor de antioxidantes com propriedades desintoxicantes naturais.

Quanto às suas propriedades benéficas para a ansiedade, isso ocorre porque o chá verde é rico em l-teanina, um aminoácido bastante conhecido devido ao seu efeito calmante.

Um estudo descobriu que os estudantes que bebiam chá verde experimentavam níveis consistentemente mais baixos de estresse do que os que tomaram placebo.

19. Kava (Piper methysticum)

A kava é uma planta das Ilhas do Pacífico e seu chá é um ritual local também amplamente usado como um remédio para ansiedade.

Isso ocorre porque ele pode atuar diretamente nos receptores de GABA (ácido gama-aminobutírico), o principal neurotransmissor inibidor do sistema nervoso central (SNC) nos adultos que provoca relaxamento e sedação, e responsável pelos sentimentos de ansiedade.

Uma revisão de artigos publicados sugere que as pílulas de extrato de kava podem ser levemente eficazes no tratamento do transtorno de ansiedade generalizada, porém, mais pesquisas são necessárias.

Juntos com as suas propriedades antiansiedade, o chá de kava também é ótimo para pessoas com fibromialgia e dor crônica, bem como acredita-se que a planta possui efeitos analgésicos.

20. Erva-cidrera (Melissa officinalis)

A erva-cidrera é uma planta perene herbácea da família da menta/hortelã muito utilizada no tratamento para insônia, depressão e ansiedade, pois funciona impulsionando o neurotransmissor GABA, que alivia o estresse.

Um estudo demonstrou que o extrato de erva cidreira ajuda a combater a ansiedade leve, moderada e a insônia.

Foi realizado também um outro estudo que descobriu que o suplemento de erva-cidreira reduziu os sintomas da ansiedade, estresse, insônia e depressão em pessoas com angina, uma doença cardíaca.

Embora alguns chás de ervas tenham um efeito calmante, mais pesquisas são necessárias para avaliar seus potenciais benefícios, e tanto eles como os suplementos dessas ervas devem ser usados no lugar de um tratamento prescrito.

Alguns chás podem causar efeitos colaterais desconfortáveis, especialmente quando consumidos em grandes quantidades, já outros, podem resultar em interações perigosas com medicamentos vendidos sem prescrição médica. Muitos chás de ervas não são seguros para beber durante a gravidez.

Consulte o seu médico antes de beber um chá para ansiedade ou tomar qualquer suplemento de ervas.

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais:

Você já tomou algum tipo de chá para ansiedade? Qual deles trouxe um bom resultado para você? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário