Green Coffee Emagrece? Como Funciona?

Especialista:
atualizado em 11/12/2015

Embora o café seja conhecido há séculos e ocupe o topo da lista das bebidas mais consumidas em todo o mundo, foi somente nos últimos anos que os grãos da planta de origem africana entraram na lista de suplementos para emagrecer.

Obtido a partir dos grãos de café verde, o green coffee ganhou fama mundial após aparecer em 2012 no programa do famoso neurocirurgião americano Dr. Mehmet Oz. Conhecido tanto por sua habilidade com o bisturi quanto pela divulgação de suplementos de eficácia muitas vezes duvidosa, o Dr. Oz não hesitou em afirmar que o green coffee funciona e ajuda a emagrecer.

Catapultado para o sucesso, o green coffee passou a ser visto como o mais novo elixir para a queima de gordura e a perda de peso, mas será que o Dr. Oz estava certo em sua afirmação?

Vamos conferir o que diz a ciência e confirmar se realmente o green coffee emagrece ou é apenas mais um suplemento a fazer parte da já extensa lista de produtos que prometem milagres mas que não possuem comprovação de seus benefícios.

O que é green coffee?

green coffee colheita

Nos habituamos ao café como sendo marrom, mas na verdade esta coloração da bebida se deve ao processo de torrefação, que escurece os grãos naturalmente verdes do cafeeiro. É através desse processo que o aroma e o sabor característicos do café são criados.

O green coffee nada mais é portanto do que o grão de café cru, que foi separado da casca mas que não passou por um processo de secagem em altas temperaturas.

Para Que Serve

O green coffee tem sido promovido como um grande auxiliar da perda de peso, uma vez que possui compostos que podem acelerar o metabolismo e estimular a queima de gordura.

O green coffee também serve como fonte de antioxidantes, auxilia no controle da pressão arterial e da glicose sanguínea, melhora o foco e a concentração e ajuda a desintoxicar o fígado.

Diferença entre o green coffee e o café tradicional

Quem utiliza o green coffee para emagrecer se pergunta por que não pode também tomar o café torrado convencional. Embora o processo de torrefação ajude a aumentar o nível de antioxidantes do café verde, ele também causa uma diminuição na concentração de ácido clorogênico.

E, como veremos logo mais, este composto químico é um dos principais responsáveis pelos benefícios do café verde, entre eles a queima de gordura e uma maior facilidade para controlar a glicemia sanguínea após as refeições.

Outra diferença dos grãos verdes é que eles não apresentam o mesmo teor de cafeína do café torrado, e também possuem um sabor mais suave. Isso faz do green coffee uma alternativa para quem está preocupado com os efeitos colaterais da cafeína ou então não gosta do sabor do café convencional.

green coffee cafe tradicional

Propriedades do green coffee

Os grãos de café verde são ricos em antioxidantes e uma série de outros compostos potencialmente benéficos, sendo os principais a cafeína e o ácido clorogênico.

Embora a cafeína seja utilizada em diversos suplementos para emagrecer por suas propriedades termogênicas, cientistas acreditam que o ácido clorogênico é de fato o principal ingrediente ativo do green coffee.

Como boa parte do ácido clorogênico é removida dos grãos de café durante a torrefação, o green coffee é mais eficiente que o café torrado na perda de peso.

Green Coffee Emagrece?

Diversas pesquisas desenvolvidas com o extrato de green coffee têm demonstrado que realmente o green coffee emagrece e ajuda a reduzir a gordura corporal.

Entenda como o green coffee emagrece:

  • Ácido clorogênico

O principal responsável pelos benefícios do green coffee para a perda de peso atua através de dois mecanismos distintos.

Primeiramente, através de uma melhora do funcionamento do metabolismo hepático, ou seja, o ácido clorogênico estimula o fígado a utilizar mais gordura como fonte de energia. Assim, o ácido clorogênico não apenas reduz o acúmulo de gordura na região abdominal como também impede que ela se deposite ao redor do próprio fígado.

Em segundo lugar, o composto atua no controle da glicemia, reduzindo a absorção de glicose e facilitando o controle do apetite.

Há estudos que sugerem ainda que o ácido clorogênico melhora a função da adiponectina, um hormônio que também estimula a queima de gordura.

  • Antioxidantes

Os grãos do café ainda verde contêm polifenóis (como os ácidos clorogênicos) que têm função antioxidante e auxiliam no combate aos radicais livres.

Em excesso, os radicais livres podem danificar as células, o que por sua vez interfere no mecanismo de geração de energia e pode levar a um acúmulo ainda maior de gordura. E quanto maior o estoque de células adiposas, maior o nível de inflamação do organismo e mais difícil será a perda de peso.

Ao proteger as células contra os indesejados radicais livres, os antioxidantes do green coffee garantem que o metabolismo fique em dia e utilize as gorduras já estocadas como fonte de energia.

  • Cafeína

A cafeína é um termogênico natural, ou seja, ela ajuda a mobilizar os estoques de gordura para serem utilizados como fonte de energia para as células.

Associada ao ácido clorogênico, a cafeína potencializa a ação termogênica do green coffee e torna o suplemento um grande aliado da perda de peso. Há estudos que indicam que a substância estimulante pode acelerar o metabolismo em até 11%.

Para resumir: o green coffee emagrece porque acelera o metabolismo, atua no controle das taxas de açúcar e combate as inflamações causadas pelos radicais livres.

Estudos com green coffee (café verde)

Como não faltam produtos à venda que prometem perda de peso rápida e sem sacrifício, é importante analisar as evidências científicas por trás da afirmação de que o green coffee emagrece.

O próprio Dr. Mehmet Oz já indicou em seu programa uma série de compostos (como os comprimidos de manga africana e a cetona de framboesa) bastante duvidosos, mas o extrato de green coffee parece ser um dos mais promissores.

Vamos a algumas das pesquisas:

1- Em uma pesquisa publicada no periódico BMC Complementary and Alternative Medicine, cientistas forneceram a um grupo de ratos durante 14 dias uma ração padronizada contendo cafeína e ácido clorogênico, os principais compostos ativos do green coffee.

Ao final do estudo, os pesquisadores constataram que os animais apresentaram uma diminuição da gordura visceral, dos níveis de triglicérides e também de peso.

2- O estudo humano mais conhecido sobre os efeitos do green coffee na perda de peso foi publicado em 2012 na revista especializada Diabetes, Metabolic Syndrome and Obesity: Targets and Therapy.

Durante o estudo, voluntários consumiram:

  • um suplemento com uma grande concentração de green coffee (1050 mg) durante duas semanas;
  • um suplemento com uma concentração baixa do produto (700mg) por duas semanas;
  • um placebo durante duas semanas.

Houve um intervalo de duas semanas entre cada um dos tratamentos, onde os voluntários não receberam nenhum tipo de suplemento.

Ao final de todas as etapas, os pesquisadores observaram que a suplementação com green coffee promoveu perda de peso, diminuição do IMC e das taxas de gordura corporal, e até mesmo uma leve queda na frequência cardíaca.

3- Em um estudo publicado no The Journal of International Medical Research envolvendo 12 participantes saudáveis, pesquisadores analisaram os efeitos do café enriquecido com ácido clorogênico.

Os resultados da pesquisa indicaram que o uso do suplemento levou a uma diminuição média de 6,9% na absorção de glicose quando comparado ao placebo. Em outra pesquisa paralela com 30 participantes obesos, cientistas compararam durante 12 semanas os efeitos do café com ácido clorogênico com o café sem o composto.

Enquanto o grupo que recebeu o café com ácido clorogênico perdeu em média 5,4 kg, o grupo que recebeu o café “puro” perdeu apenas 1,7 kg.

Conclusão –  Green Coffee emagrece mesmo?

Ainda que boa parte dos estudos sobre o green coffee e a perda de peso tenham sido desenvolvidos em animais ou então com grupos humanos relativamente pequenos, o composto parece ser promissor para a perda de peso.

Isso porque o ácido clorogênico tem ação comprovada na absorção da glicose e no metabolismo das gorduras. O mesmo vale para a cafeína, um dos termogênicos mais utilizados em todo o mundo e que de fato contribui para uma maior mobilização da gordura estocada para servir de fonte de energia para o corpo.

É claro que isso não significa que basta tomar três cápsulas de green coffee ao dia para começar a ver o ponteiro da balança se mexer. O processo de emagrecimento depende de uma série de fatores, e não há como escapar da mudança de hábitos alimentares.

Ou seja, o green coffee funciona como um complemento a um programa de perda de peso que inclua controle de calorias, alimentação rica em vegetais, proteínas magras, gorduras saudáveis e a prática regular de atividade física.

Outros Benefícios do Green Coffee (café verde)

O green coffee funciona não apenas para emagrecer como também para evitar que se ganhe peso em primeiro lugar. Em estudos desenvolvidos com ratos, os grãos também ajudaram a diminuir as taxas de colesterol e de triglicérides.

Conheça outros benefícios do green coffee para a saúde:

– Controle da Pressão

Em um estudo publicado em 2006 no periódico Clinical and Experimental Hypertension, pacientes que receberam uma suplementação diária de 140 mg de extrato de green coffee apresentaram uma redução na pressão arterial.

Uma das explicações para o resultado seria o efeito vasodilatador do green coffee, que pode também ajudar a prevenir doenças cardíacas.

– Melhora do Humor

Este efeito do green coffee se deve à cafeína, que estimula a atividade cerebral e melhora os níveis de energia e concentração.

De acordo com uma revisão publicada em 2008 no Nutrition Bulletin, a cafeína melhora a memória, reduz a sensação de fadiga, aumenta o desempenho cognitivo e provoca uma sensação de bem estar.

Para obter estes efeitos do green coffee sobre as funções cerebrais, pesquisadores sugerem um consumo entre 38 e 200 mg de café verde ao dia.

– Prevenção do Diabetes

Ao atuar no metabolismo da glicose e diminuir sua absorção, o green coffee pode ajudar a prevenir o diabetes do tipo 2.

Um estudo de 2014 publicado no Journal of Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine demonstrou uma possível relação entre o uso do green coffee e uma melhora da sensibilidade à insulina em ratos.

– Combate ao cancer e às inflamações

A presença de antioxidantes no green coffee ajuda a fortalecer o sistema imune e também a combater inflamações.

E de acordo com uma pesquisa publicada no Journal of Agricultural and Food Chemistry, os grãos de green coffee também podem bloquear a proliferação de quatro tipos de células cancerígenas, o que significa que o green coffee pode ser eficaz na prevenção a algumas formas de câncer.

Possíveis efeitos colaterais

Ainda há pouca evidência sobre os efeitos colaterais do green coffee, mas alguns dos mais comuns podem estar diretamente relacionados à presença da cafeína nos grãos. Em excesso, a substância estimulante pode causar dores de cabeça, insônia, agitação, ansiedade, nervosismo, palpitação e dores de estômago.

Há também relatos de alergia aos grãos de café verde, e possíveis problemas gastrointestinais relacionados ao ácido clorogênico.

Gestantes, crianças e pessoas que fazem uso de medicamentos para depressão ou para controlar o diabetes também devem evitar tomar o green coffee sem orientação médica.

Como Tomar

Não há uma dose certa de green coffee que você deve tomar para emagrecer, mas a sugestão costuma ser de 200mg ao dia, divididas em 2 cápsulas a serem tomadas antes do café da manhã e antes do almoço. Evite tomar o green coffee à noite, pois a cafeína pode atrapalhar o sono.

E como nem sempre é possível saber com precisão o que cada uma das cápsulas de suplementos contêm, a recomendação é tentar consumir o green coffee em pó (1 colher antes do café e outra antes do almoço).

Onde comprar

green coffee produto

Você pode comprar o green coffee em farmácias de produtos naturais ou em sites especializados na internet.

O preço do green coffee é de aproximadamente R$45,00 (frete não incluso) pela embalagem com 60 cápsulas. Como algumas marcas podem utilizar alguns compostos artificiais para preencher as cápsulas, fique atento aos rótulos.

Antes de comprar o green coffee para emagrecer, certifique-se de que o produto que está levando para casa contém pelo menos 45% de ácido clorogênico, ou GCA (do inglês green coffee antioxidant).

Fontes e Referências Adicionais:
  1. Moon, Joon-Kwan, Hyui Sun Yoo, and Takayuki Shibamoto. “Role of roasting conditions in the level of chlorogenic acid content in coffee beans: correlation with coffee acidity.” Journal of agricultural and food chemistry12 (2009): 5365-5369. Site: http://pubs.acs.org/doi/abs/10.1021/jf900012b
  2. Johnston, Kelly L., Michael N. Clifford, and Linda M. Morgan. “Coffee acutely modifies gastrointestinal hormone secretion and glucose tolerance in humans: glycemic effects of chlorogenic acid and caffeine.” The American journal of clinical nutrition4 (2003): 728-733. Site: http://ajcn.nutrition.org/content/78/4/728.short
  3. Shimoda, Hiroshi, Emi Seki, and Michio Aitani. “Inhibitory effect of green coffee bean extract on fat accumulation and body weight gain in mice.” BMC Complementary and Alternative Medicine1 (2006): 9. Site: http://www.biomedcentral.com/1472-6882/6/9?fmt_math=yes&fmt_math_check=on
  4. Thom, Erling. “The effect of chlorogenic acid enriched coffee on glucose absorption in healthy volunteers and its effect on body mass when used long-term in overweight and obese people.” Journal of International Medical Research6 (2007): 900-908. Site: http://imr.sagepub.com/content/35/6/900.short
  5. Suzuki A, Kagawa D, Ochiai R, Tokimitsu I, Saito I. Green coffee bean extract and its metabolites have a hypotensive effect in spontaneously hypertensive rats. Hypertens Res. 2002 Jan;25(1):99-107.
  6. Ochiai R, Jokura H, Suzuki A, Tokimitsu I, Ohishi M, Komai N, Rakugi H, Ogihara T.Green coffee bean extract improves human vasoreactivity. Hypertens Res. 2004 Oct;27(10):731-7.
  7. Watanabe T, Arai Y, Mitsui Y, Kusaura T, Okawa W, Kajihara Y, Saito I. The blood pressure-lowering effect and safety of chlorogenic acid from green coffee bean extract in essential hypertension. Clin Exp Hypertens. 2006 Jul;28(5):439-49.

Você conhece alguém que tenha provado e afirma que a suplementação de green coffee emagrece? Tem vontade de experimentar esse produto? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (101 votos, média: 3,82 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário

15 comentários em “Green Coffee Emagrece? Como Funciona?”

  1. Lixo gente tome 5 HTP perdi em 20 dias 12 quilos procure e muito bom esse não recomendo pra mentira engana troxa de cafe

  2. Eu gostaria de saber, qdo faz efeito, ja tomei quase 1 frasco e nada , todos os outros devolvem o dinheiro, nao emagreci nada e eu faço dieta em afffff nao acredito