9 melhores óleos vegetais para pele

Especialista da área:
atualizado em 05/11/2021

A hidratação é fundamental para ter uma pele bonita e saudável. Mesmo quem tem a pele oleosa precisa manter a hidratação em dia, já que muitas vezes isso ajuda a regular a própria oleosidade da pele.

  Continua Depois da Publicidade  

Os óleos vegetais são ótimas opções para hidratar a pele não apenas por serem acessíveis mas também pelo alto poder hidratante que oferecem.

De fato, óleos naturais como por exemplo o óleo de coco ajudam a hidratar a pele ressecada e até a retardar o envelhecimento da pele. Além disso, produtos naturais vem sendo cada vez mais procurados por reduzirem o risco de alergias e irritações na pele. 

Então, conheça os melhores óleos vegetais para começar a usar na sua pele hoje mesmo, e veja as possíveis formas de utilizá-los.

Como usar os óleos vegetais para a pele

Os óleos vegetais podem ser usados de três diferentes formas, de acordo com a sua preferência.

A primeira, e mais utilizada, é em pequenas quantidades antes de dormir, pois os nutrientes ficarão em contato com a pele a noite toda, proporcionando maior absorção de nutrientes.

A segunda forma é como um primer natural, utilizando poucas gotas na pele do rosto antes de usar a maquiagem.

  Continua Depois da Publicidade  

E a terceira opção é misturar os óleos vegetais ao hidratante, que aumentará seu poder de hidratação, ao mesmo tempo em que mantém seu toque leve e seco e adiciona propriedades nutritivas para a pele.

Melhores óleos vegetais para pele

Óleo

Certamente, óleos naturais podem beneficiar a pele sem agredi-la. Mas também é importante considerar o tipo de pele e evitar excessos. Por exemplo, se sua pele é oleosa, comece usando quantidades moderadas de óleo vegetal e observe como a pele se comporta nos dias seguintes. Na dúvida, pergunte a um bom dermatologista que tipo de óleo vegetal é o mais indicado para a sua pele.

1. Óleo de coco

O óleo de coco é um ótimo hidratante natural para a pele. Esse óleo é rico em vitamina E, vitamina L e ácidos graxos que criam uma espécie de barreira que retém a umidade e protege a pele contra agentes infecciosos. 

De acordo com um estudo publicado em 2018 na revista científica International Journal of Molecular Sciences, o óleo de coco apresenta propriedades antibacterianas, anti-inflamatórias, antioxidantes e cicatrizantes. Todas elas são benéficas para a pele, pois ajudam a reparar e evitar danos, prevenindo assim o envelhecimento.

Porém, o óleo de coco pode não ser a escolha ideal para quem tem a pele muito oleosa. Nesse caso, existem outros óleos vegetais que podem ser melhores para pele mista, normal ou seca.

2. Óleo de argan

O óleo de argan é um dos mais populares quando se fala em cuidados com a pele e os cabelos. De fato, ele tem propriedades anti-inflamatórias e cicatrizantes que diminuem a inflamação e ajudam a curar feridas.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, as propriedades antioxidantes desse óleo ajudam a proteger a pele contra a ação dos radicais livres, evitando assim o envelhecimento precoce.

O óleo de argan também melhora a elasticidade e a hidratação da pele devido à presença de vitamina E e de uma combinação de ácidos graxos. Isso é benéfico não só para quem tem a pele ressecada, mas também para quem tem a pele oleosa. 

Quando usado com regularidade, o óleo de argan também ajuda a controlar a produção de sebo de acordo com as necessidades da pele.

3. Óleo de marula

O óleo de marula tem uma textura leve que ajuda a reter a umidade da pele sem irritar o local. Por isso, este óleo vegetal hidrata, reduz o ressecamento e trata a irritação na pele.

Seus efeitos antioxidantes e antimicrobianas protegem a pele e combatem o envelhecimento precoce, prevenindo linhas de expressão indesejadas e evitando danos causados pela exposição ao sol e à poluição.

4. Óleo de jojoba

Óleo de jojoba

Bem semelhante ao óleo (sebo) produzido naturalmente pelas glândulas sebáceas, o óleo de jojoba ajuda a equilibrar a oleosidade da pele. Suas propriedades emolientes suavizam e, ao mesmo tempo, hidratam a pele.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, ele tem propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e cicatrizantes que ajudam a reparar e proteger a pele. Estudos preliminares indicam que o óleo de jojoba pode melhorar a absorção de remédios de uso tópico e proteger a pele contra a ação de bactérias.

5. Óleo de semente de girassol

Rico em vitamina E e facilmente absorvido pela pele, o óleo de girassol é um ótimo hidratante natural que pode ser usado por pessoas com dermatite atópica sem maiores risco de irritação. 

Além disso, o óleo de semente de girassol tem ação anti-inflamatória e ajuda a tratar feridas na pele.

6. Óleo de amêndoas

O óleo de amêndoas pode reparar a barreira de proteção da pele. Além disso, há estudos que indicam que usar o óleo na pele também pode retardar o seu envelhecimento ao longo do tempo.

O poder de hidratação e nutrição se deve à presença de elementos como a vitamina E, o zinco, as proteínas e o potássio.

7. Óleo de semente de uva

Além de ter propriedades antioxidantes, antibacterianas e cicatrizantes, o óleo de semente de uva também apresenta efeitos anti-inflamatório e anti-envelhecimento.

  Continua Depois da Publicidade  

De fato, esse óleo de textura leve é rico em vitamina E e em ácidos graxos essenciais.

8. Azeite de oliva

Quando aplicado na pele, o azeite de oliva pode promover efeitos anti-inflamatórios, antioxidantes e cicatrizantes. Segundo uma pesquisa publicada em 2016 na revista Nanomaterials and Nanotechnology, o uso tópico de azeite pode prevenir o envelhecimento precoce da pele.

O ideal é optar pelo azeite de oliva extra virgem que é mais puro e nutritivo.

9. Óleo de semente de rosa mosqueta

óleo de rosa mosqueta

O óleo de rosa mosqueta é ótimo para combater os sinais de envelhecimento da pele, como as rugas e as manchas. Assim como outros óleos vegetais, este óleo também apresenta propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

De acordo com estudos, o óleo de rosa mosqueta contém pró-vitamina A, um antioxidante poderoso que protege a pele contra inflamações e estresse oxidativo. Aliás, ele também pode aliviar sintomas de doenças inflamatórias que afetam a pele, como vários tipos de eczema.

Mais dicas

Quem tem a pele muito oleosa e propensa à acne deve ter cautela ao usar óleos vegetais no rosto, pois eles podem obstruir os poros e piorar o problema. Nesse caso, o ideal é aplicar o óleo vegetal no corpo e conversar com um dermatologista sobre o uso no rosto.

Todos os óleos vegetais podem ser usados diretamente sobre a pele limpa e seca. Mas atenção para não se confundir, pois o uso de óleos essenciais é diferente e a aplicação incorreta pode causar vários problemas. Veja como usar óleos essenciais corretamente.

Por último, ao usar óleos vegetais na pele, é importante proteger a pele do sol para evitar queimaduras e reações indesejadas. Por isso, é mais seguro passar um óleo vegetal no rosto antes de dormir.

Fontes e referências adicionais

Você já usou um óleo vegetal para cuidar da sua pele? O que achou do resultado? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Alessandra Drummond

Dra. Alessandra Drummond é médica dermatologista, graduada em medicina na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), pós graduada em dermatologia no Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay. Felowship no Hospital Arcispedale Santa Maria Nueva, Reggio Emília, Itália. Tem diversas publicações em revistas científicas indexadas, participa constantemente de congressos e conferências nacionais e internacionais, na área da dermatologia clínica, cirúrgica e cosmiatria. Para mais informações, entre em contato com ela no seu site.

Deixe um comentário