Minancora

Minancora para Espinhas Funciona?

A Minancora é uma pomada bastante conhecida dos brasileiros, que começou a ser comercializada em diversas regiões do país no ano de 1915, de acordo com informações do site oficial da empresa.

A página também alega que a formulação do produto é a mesma do início de sua fabricação, que a pomada possui uma ação antisséptica, atua na prevenção e tratamento de doenças de pele como frieiras e escaras e que ajuda em relação à cicatrização e a diminuição da inflamação.

A bula da pomada ainda indica que Minancora pode ser utilizada como coadjuvante no tratamento de picadas de insetos, urticárias e pequenos ferimentos superficiais que podem surgir durante o ato de barbear-se. O documento também informa que o produto previne odores desagradáveis das axilas e dos pés e o ressecamento da pele.

Entretanto,vamos abordar se é possível utilizar Minancora para espinhas?

A Minancora para espinha

Um ponto que favorece a ideia de que é possível utilizar a Minancora para espinhas é que o site oficial da fabricante do produto e a sua bula também informam que um dos problemas de pele que a pomada pode prevenir e tratar é justamente o caso das espinhas.

Além disso, no ano de 1997, a empresa lançou no mercado uma linha chamada Minancora Action, que é voltada para os casos de cravos e espinhas. Um dos produtos desta linha é o sabonete facial adstringente, disponível nas versões líquidas e em barra, que promete uma ação adstringente, a remoção do excesso de oleosidade da pele, o auxílio para uma limpeza eficiente e a prevenção do acúmulo de impurezas na pele.

Outro produto da linha de Minancora para espinhas é o creme antiacne que promete combater os cravos e espinhas da pele, proporcionar ação antisséptica e inibir o desenvolvimento dos agentes causadores da acne.

Há ainda o tônico facial adstringente, cuja promessa é a de combater os cravos e espinhas da pele, promover ação adstringente, diminuir a oleosidade, reduzir os poros e proporcionar um efeito secativo.

Minancora é bom para espinhas?

Para respondermos a esse questionamento, vale a pena conhecermos como funcionam os produtos da Minancora para espinhas. De acordo com a sua bula, a ação antisséptica refere-se à inibição da proliferação de micro-organismos presentes na superfície da pele.

Por sua vez, o efeito adstringente está associado à contração os tecidos da pele, diminuição das secreções, formação uma camada protetora e colaboração com a diminuição da inflamação da pele. Existe também o efeito cicatrizante, que como o próprio nome já indica, faz com que o produto favoreça o processo de cicatrização.

A espinha é uma das lesões que integra o quadro clínico da acne. E segundo o Medical News Today, as espinhas são pequenas lesões ou inflamações da pele, que são formadas quando as glândulas sebáceas (que são glândulas oleosas) ficam obstruídas e infectadas.

O desenvolvimento das espinhas está principalmente associado à produção de óleo, células mortas da pele e bactérias, ainda de infecções causadas por fungos também possam provocar a formação das espinhas.

Como vimos anteriormente, os produtos da Minancora prometem inibir as substâncias que causam a acne, combater a proliferação de micro-organismos na superfície da pele, remover o excesso de oleosidade, prevenir o acúmulo de impurezas da pele e diminuir a inflamação da pele.

O que todos esses fatores têm em comum? Eles vão contra aqueles que estão associados ao desenvolvimento das espinhas, como acabamos de aprender.

Além disso, acredita-se sim que a pomada Minancora possa melhorar o aspecto da espinha por conta da presença de uma substância chamada óxido de zinco em sua composição, que possui ação antisséptica e anti-inflamatória e que auxilia a secar as espinhas.

A dermatologista Cláudia Savassi explicou que outro componente da pomada tradicional da marca é o cloreto de benzalcônio, composto que limpa e protege o local da pele contra a ação bacteriana, e que o óxido de zinco também ajuda a tirar a vermelhidão causada pela espinha.

O produto também possui a cânfora em sua formulação, uma substância que promove a limpeza no local da espinha e fornece um cheiro agradável para a Minancora.

Entretanto, a dermatologista também alertou que o produto funciona somente como um efeito paliativo, ou seja, ele não acaba com o problema. Ela ainda completou dizendo que a pomada não consegue impedir que novas espinhas sejam desenvolvidas.

Recomendações 

No entanto, para se certificar de que a pomada tradicional Minancora e os produtos da linha da marca próprios para cravos e espinhas realmente são indicados para o seu caso trarão bons resultados e não lhe farão mal, vale a pena consultar-se com um bom dermatologista, que poderá avaliar todo o estado da sua pele e definir um tratamento completo que seja eficiente para o seu quadro em particular.

Até porque, como acabamos de ver, a pomada não é capaz de trazer uma solução permanente em relação ao problema das espinhas.

Cuidados com a Minancora 

De acordo com a bula, a pomada não pode ser utilizada por pessoas com menos de dois anos de idade e nem por indivíduos que possuam hipersensibilidade a algum dos componentes da sua fórmula.

Ainda que sejam de ocorrência muito rara, a bula informa que existe a possibilidade de surgirem efeitos colaterais em decorrência do uso do produto. Entre eles, estão: ardência, vermelhidão, coceira, formação de pápulas (elevação da pele) e pequenas bolhas e secreção, caracterizando um quadro de dermatite de contato, que pode evoluir para descamação e crostas.

Ao experimentar essas reações adversas, procure ajuda médica rapidamente para saber como proceder em relação ao problema.

Você já havia utilizado o Minancora para espinhas? Já tinha ouvido falar que a pomada funciona para este propósito? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (79 votos, média: 3,99 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)


ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*