O que passar para queimadura de sol

Especialista da área:
atualizado em 27/06/2022

Quantas vezes já maltratamos nossa pele ao passar muito tempo expostas ao sol e, ainda, sem protetor solar? Sem falar no hábito estético de querer manter um bronzeamento natural, que provoca o envelhecimento precoce da pele e pode, inclusive, levar a uma queimadura solar grave.

As queimaduras de sol podem ocasionar vermelhidão, inchaço, dor e bolhas. Após queimada, a pele começa a descascar na tentativa de se livrar das células danificadas. 

  Continua Depois da Publicidade  

A Fundação Câncer de Pele (Skin Cancer Foundation), recomenda algumas formas de aliviar as queimaduras, que consistem em resfriar a pele com água fria, aplicar um hidratante na pele ainda úmida, reduzir a inflamação através de anti-inflamatórios ou usando aloe vera, e se hidratar bebendo água.

Mas cabe aqui um alerta: procure um médico imediatamente se você estiver apresentando bolhas em várias partes do corpo, se estiver tendo febre e calafrios, e caso esteja sentindo tontura, pois esses podem ser sintomas de insolação.

O essencial: hidratante

Produtos de praia
Vale a pena incluir o hidratante na bolsa de praia

Quando ocorre uma super exposição ao sol, sabemos que pode ocorrer uma rápida perda de fluidos corporais, resultando na desidratação da pele e dificultando a sua cicatrização. Portanto, a hidratação é essencial para a recuperação da queimadura pelo sol.

Usar um hidratante ou mesmo o gel de aloe vera puro pode auxiliar na hidratação e redução da inflamação da pele queimada. Produtos hidratantes com soja também são recomendados pela Academia Americana de Dermatologia (AAD).

Hidratantes que contenham hidrocortisona (1%), ceramidas e ácido hialurônico também ajudam a aliviar a coceira e o ressecamento. Esses componentes são ótimo para repor a umidade da pele. 

  Continua Depois da Publicidade  

Dica: Coloque o hidratante na geladeira para manter ele gelado e refrescante quando for usá-lo.

Opções para aliviar a coceira e descamação

Loções contendo calamina podem ajudar a aliviar a coceira e descamação da pele. A calamina tem propriedades adstringentes, calmantes e antissépticas que evitam a inflamação e infecção da pele lesionada.

Outra opção é o gel de mentol e cânfora, que ajuda a aliviar a irritação da pele. O gel deve ser aplicado de 3 a 4 vezes ao dia.

Se a queimadura for em apenas uma região do corpo, você pode optar pelas compressas frias no local.

Sprays

Os sprays, ou brumas são perfeitos para acompanhar uma temporada de verão. Além de hidratar, proporcionam uma sensação de frescor na pele exposta ao sol. Eles podem ser uma alternativa aos cremes para evitar o toque na pele dolorida. Existem centenas de opções de sprays faciais e corporais no mercado. 

A água termal é um produto ideal, pois seus minerais possuem propriedades antioxidantes que ajudam a diminuir os efeitos da queimadura solar e, principalmente, a inflamação.

  Continua Depois da Publicidade  

Graus de queimadura solar

Quanto maior o grau da queimadura, mais danificada e desidratada a pele está e maior é a necessidade de cuidados. Aprenda a identificar o grau da sua queimadura de sol:

  • 1º Grau: Pele rosada ou vermelha
  • 2º Grau: Bolhas e queimaduras

Outros cuidados que devem ser tomados

Queimadura de sol
Obedecer aos cuidados ajuda a tornar o período com a queimadura de sol menos penoso

Alguns outros cuidados podem ajudar a sua pele a cicatrizar mais rápido:

  • Evite usar sabão sobre as queimaduras, pois o sabão pode ressecar mais a pele.
  • Beber água vai ajudar na reidratação da sua pele.
  • Não estoure as bolhas, isso pode atrapalhar o processo de cicatrização e facilitar o surgimento de infecções. 
  • Caso a bolha estoure sozinha, aplique pomadas antibióticas.
  • Não acelere o processo de descamação da pele, ela vai sair sozinha.
Fontes e referências adicionais

Você já sofreu com a queimadura de sol? O que usou para aliviar o problema?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Alessandra Drummond

Dra. Alessandra Drummond é médica dermatologista, graduada em medicina na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), pós graduada em dermatologia no Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay. Felowship no Hospital Arcispedale Santa Maria Nueva, Reggio Emília, Itália. Para mais informações, entre em contato com ela no seu site.

Deixe um comentário