Especialista da Área:

Pesquisadores Revelam a Atividade Simples que Adiciona 2 Anos à sua Vida

Spoiler: não se trata de exercício físico, mas sim de uma tarefa que envolve mais o intelecto. Quem nunca pensou em como seria bom adicionar alguns anos a mais de vida à sua trajetória para aproveitar melhor a aposentadoria, viajar mais ou ver os netos ou bisnetos crescerem?

Pois saiba que, de acordo com a coluna da pesquisadora da área sexual Melanie Curtin no site Inc, um estudo conduzido na Escola de Saúde Pública de Yale, da Universidade de Yale nos Estados Unidos, indicou que a atividade de ler livros pode aumentar a longevidade de uma pessoa em dois anos ou até mais.

  Continua Depois da Publicidade  

Uma boa notícia para os devoradores de livros e um incentivo para quem não tem o hábito de ler muito começar a praticar a leitura, não é mesmo?

Além do hábito da leitura, existem outros hábitos saudáveis que podem aumentar a expectativa de vida. Não deixe de conhecê-los!

Mas como os cientistas chegaram a essa conclusão?

Os pesquisadores da Universidade de Yale chegaram a esse apontamento quando revisavam 12 anos de dados do Estudo de Saúde e Aposentadoria (HRS, sigla em inglês) da Universidade de Michigan, também dos Estados Unidos.

No HRS, que tem o suporte do Instituto Nacional de Envelhecimento dos Estados Unidos e da Administração do Seguro Social dos Estados Unidos, são administradas pesquisas a aproximadamente 20 mil americanos com idade acima dos 50 anos a cada dois anos.

Ao analisar os estados de saúde e os hábitos de leitura de 3,6 mil homens e mulheres com mais de 50 anos de idade, os cientistas de Yale descobriram que as pessoas que liam livros pelo menos 30 minutos por dia estavam vivendo, em média, dois anos a mais do que os indivíduos que não liam coisa alguma.

Além disso, os pesquisadores observaram que aqueles que preenchiam as suas leituras com livros eram 23% menos propensos a falecer do que os americanos que liam somente jornais ou revistas.

Entretanto, é aí que a gente pode começar a se perguntar: mas o que o hábito de ler tem a ver com viver uma vida um pouco mais longa? E qual seria a diferença neste sentido entre ler livros e ler revistas e jornais? Pois bem, os cientistas da universidade americana também se questionaram a respeito disso e propuseram algumas teorias.

Uma das abordagens é que a leitura de livros estimulou o que eles entenderam como “leitura profunda”. Em outras palavras, isso que dizer que no lugar de somente passar os olhos nas manchetes ou nas informações pequeninas de artigos ou publicações de redes sociais, a leitura de um livro obriga uma pessoa a fazer associações entre os capítulos da obra e com o mundo exterior.

Quando essas associações são feitas, novas vias neurais são estabelecidas entre regiões dos dois hemisférios do cérebro, assim como nos quatro lóbulos cerebrais. Isso já foi relacionado ao combate da demência e de outros declínios cognitivos.

Falando em demência, você sabia que existe um tipo de dieta que pode cortas dos riscos de demência?

  Continua Depois da Publicidade  

A confirmação de outros estudos

Essa ideia de que a leitura profunda de livros beneficia a saúde do cérebro tem o suporte de uma pesquisa da Universidade de Stanford, também dos Estados Unidos. O experimento em questão analisou imagens de ressonância magnética funcional de participantes a quem havia sido solicitado que lessem um romance de Jane Austen.

Os pesquisadores pediram que as pessoas primeiramente passassem os olhos sobre uma passagem do livro para, somente depois, fazerem uma leitura atenta, como se estivessem preparando-se para uma prova.

A acadêmica literária Natalie Phillips liderou o estudo e relatou que os exames cerebrais demonstraram elevações significativas no fluxo sanguíneo durante a leitura atenta. A pesquisadora sugeriu que isso aponta que o ato de prestar atenção a textos literários exige a coordenação de diversas funções cognitivas complexas. As informações são da coluna da pesquisadora da área sexual Melanie Curtin no site Inc.

Que tal fazer um experimento? Compare como você se sente depois de passar 30 minutos olhando o feed das redes sociais e depois de passar 30 minutos lendo atentamente a um bom livro.

Outros benefícios associados à leitura de livros

Ler melhora o vocabulário, pois nos coloca em contato com novas palavras. Ao ter contato com essas novas palavras, a nossa escrita também pode melhorar. Isso sem contar que ao lermos podemos entrar em contato com diferentes culturas, realidades e histórias sem ao menos sairmos do lugar.

Mas esses não são os únicos benefícios que ler um livro pode proporcionar. De acordo com informações de uma reportagem do site Real Simple, a lista de possíveis benefícios associados ao hábito de ler livros inclui o aumento da inteligência, o reforço ao poder cerebral e o auxílio ao relaxamento e à diminuição do estresse.

Isso sem contar que ler um bom livro antes de dormir é melhor para o sono do que o uso de um aparelho eletrônico como os tablets, por exemplo.

Mas os possíveis benefícios não se encerram por aí: o hábito da leitura pode até mesmo auxiliar a entender o que as outras pessoas estão pensando ao interpretar as suas emoções, consequentemente tornando-se mais empático, principalmente no caso da leitura de ficção literária.

Como se não bastasse, o hábito da leitura também pode ter sua utilidade no processo de emagrecimento.

E então? Que tal dar uma chance ao hábito de ler livros físicos ou aumentar a quantidade de obras que lê, caso já tenha esse costume? Por exemplo, depois daquela sessão difícil de treinamento na academia, você pode tomar um bom e banho e terminar de relaxar lendo um bom livro antes de dormir.

Outra possibilidade é aproveitar algumas horas livres do final de semana para ler deitado na rede ou no sofá. Existe ainda a sugestão de combinar ler o mesmo livro que seus familiares e/ou amigos e depois montar uma espécie de clube do livro, em que cada um conta as suas impressões a respeito da obra.

Não tem o costume de ler e ainda não ficou tão animado com a ideia? Uma estratégia para pegar o jeito do hábito da leitura é começar por temáticas que te agradem. Por exemplo, se você é adepto do mundo dos esportes, pode iniciar pela biografia dos seus atletas favoritos.

  Continua Depois da Publicidade  

Fontes e Referências Adicionais:

Você ficou surpreendido com mais esse benefícios incrível do hábito da leitura? Pretende começar a ler livros na sua rotina agora, ou mais do que o normal? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dr. Rafael Ferreira de Moraes

Dr. Rafael Moraes formou-se em Medicina pela Universidade do Grande Rio Professor José de Souza Herdy em 2013. Pós-graduado em Psiquiatria pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, onde atuou nos atendimentos ambulatoriais da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro e Casa de Medicina da PUC-Rio. Atualmente, exerce sua especialidade em três municípios do estado do Rio de Janeiro: Teresópolis, Magé e Rio de Janeiro, capital. Dr. Rafael é a promessa da Psiquiatria atual, jovem, que preza pelo acolhimento ao paciente unido ao que há de mais recente nesta área em constante evolução. Para mais informações, entre em contato com ele em sua conta oficial no Instagram (@rafafmoraes)

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário