Especialista da Área:

RPG para Coluna – O Que é, Exercícios, Antes e Depois e Como Funciona

Você já ouviu falar de RPG para coluna? Saberia dizer o que é isso? Pois bem, de acordo com a Sociedade Brasileira de RPG (SBRPG), RPG é uma sigla para Reeducação Postural Global, um método fisioterapêutico, que teve a sua origem no trabalho do francês Philippe Souchard, depois de 15 anos de pesquisas no domínio da biomecânica.

O método se aplica a todas as condições que exigem a fisioterapia como problemas morfológicos, problemas posturais, lesões articulares, patologias reumáticas, sequelas neurológicas espásticas, problemas traumáticos e doenças respiratórias, explicou a SBRPG.

A instituição informou ainda que para ser um profissional de RPG é preciso ser um fisioterapeuta formado, que tenha feito o curso de RPG. Segundo a organização, existem mais de 22 mil fisioterapeutas formados em RPG em todo o país.

Doenças que a RPG pode tratar

O método pode ser utilizado no tratamento das seguintes condições:

  • Ortopédicas: como pés planos e cavos, joelhos valgos (em x), joelhos varos (do cowboy), joanetes, escoliose, dores cervicais e dorsais e lombociatalgias (dores ciáticas);
  • Neurológicas: como hérnias de disco e labirintite;
  • Reumatológicas: como artrites, artrose, bursite e tendinite;
  • Respiratórias: como asma e bronquite;
  • Somáticas: como estresse, distúrbios circulatórios e digestivos;
  • Oculares: como estrabismo. 
  • Outras doenças como lombalgia (dor lombar), enxaqueca, lordose (lombar curvada para dentro), cifose (corcundez) e torcicolo, por exemplo.

De maneira geral, a RPG é indicada para o tratamento de qualquer dor ou deformidade que estejam relacionados a origens musculares ou articulares. As informações são da SBRPG.

Como funciona RPG para coluna?

Ainda conforme a SBRPG, a técnica é baseada em três princípios fundamentais. São eles:

  1. Individualidade: cada paciente é único e apresenta diferentes reações. De acordo com o presidente da SBRPG, Oldack Borges de Barros, não existem dores iguais e nem corpos iguais. O objetivo básico (da RPG) é tratar a patologia do indivíduo e não apenas a patologia.
  2. Causalidade: a verdadeira causa (origem) de um problema pode estar distante dos seus sintomas. O presidente da SBRPG disse ainda que o método procura tratar o corpo como um todo, mesmo que a dor esteja concentrada em uma única parte. “Não buscamos apenas os sintomas, mas sim as causas dos problemas”, afirmou Barros.
  3. Globalidade: o corpo deve ser tratado como um todo e deve-se buscar identificar as responsabilidades das retrações dos músculos que afetam as condições musculoesqueléticas.

A organização explicou ainda que como os músculos podem encurtar-se e perder a sua flexibilidade, ao serem solicitados em permanência, um dos princípios do método RPG para coluna é alongar os músculos que são responsáveis pela alteração da postura.

A SBRPG informou ainda que um dos diferenciais da RPG é justamente a revalorização da função estática dos músculos. De acordo com a organização, o tratamento acontece de maneira individual e cada consulta tem a duração de aproximadamente uma hora.

Conforme o site da instituição, trata-se de um método que previne e trata lesões osteomusculares e alterações posturais através de posturas terapêuticas. De acordo com os fisioterapeutas, esses exercícios “alongam, equilibram, e reeducam as cadeias musculares de forma global ao corpo do paciente”.

Durante a primeira consulta de RPG para coluna, o fisioterapeuta avalia as condições do paciente para ter uma previsão de quais serão as suas necessidades, detalhou a SBRPG.

O número de sessões necessárias varia de acordo com a necessidade de cada pessoa – por exemplo, uma lesão recente pode requerer somente uma consulta, enquanto um caso de escoliose infantil necessita de muitas sessões, além de que a criança seja acompanhada de perto durante todo o seu crescimento, completou a organização.

De acordo com a SBRPG, geralmente as consultas acontecem uma vez por semana, entretanto, em alguns quadros como escolioses graves e dores em situações agudas ou para pacientes frágeis pode haver a necessidade de duas sessões semanais.

  Continua Depois da Publicidade  

RPG para dor na coluna

De acordo com informações da SBRPG, uma pesquisa da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), realizada por fisioterapeutas concluiu o método é mais eficiente do que a fisioterapia convencional para tratar as dores nas costas.

O estudo identificou que 70% dos pacientes tratados com RPG tiveram diminuição da dor depois da 10ª sessão, enquanto as pessoas que foram tratadas com a fisioterapia ou outros métodos registraram um índice de 40% de resultados positivos, detalhou a SBRPG.

O paciente não precisa necessariamente estar sentindo algum tipo de incômodo para fazer RPG, pois a técnica também serve para a prevenção e para ensinar a pessoa a ter consciência corporal, adotando a postura correta, para evitar problemas no futuro.

Exercícios 

O vídeo a seguir traz uma reportagem do Jornal Hoje, da Rede Globo, que apresentou alguns exercícios da RPG:

Antes e depois

Confira a seguir algumas fotos de antes e depois atribuídas ao tratamento da RPG que encontramos na internet:

Imagem: via fotosantesedepois.com

 

Imagem: via Fisio Vida

 

Imagem: via Fisio Vida

Imagem: via Fisio Vida

Cuidados

Se você se interessou em fazer RPG para coluna ou para tratar outro tipo de condição, é fundamental que converse com o seu médico a respeito disso para ter certeza de que a técnica realmente pode te ajudar e peça que ele te indique um bom fisioterapeuta apto a aplicar o método.

Não faça as sessões com uma pessoa não qualificada porque, além de não ter resultados eficazes, você corre o risco de afetar prejudicialmente o seu corpo.

Fontes e Referências Adicionais: http://www.sbrpg.com.br/o-que-e-rpg

  Continua Depois da Publicidade  

Você já praticou alguma vez RPG para coluna ou foi recomendado por alguém? O que acha da ideia e quais foram os resultados se já praticou? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 4,25 de 5)
Loading...
Sobre Dr. João Hollanda

Dr. João Hollanda é médico ortopedista formado pela Santa Casa de São Paulo, com especialização em cirurgia do joelho. É também médico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino desde 2016 e médico voluntário do Grupo de Traumatologia do Esporte da Santa Casa de São Paulo desde 2010. Tem experiência de trabalho prévio com a Confederação Brasileira de Vela, Cisne Negro Companhia de Dança, Escola de Dança do Teatro Municipal de São Paulo, Equipe de Ginástica Artística de Guarulhos. Já trabalhou como Médico nos Jogos Panamericanos Rio 2007, e foi Médico do Time Brasil para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Trabalhou junto a organização Médicos Sem Fronteiras no Afeganistão e no Haiti, e junto a organização Expedicionários da Saúde no Haiti. Dr. João Hollanda é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos. Você pode entrar em contato com o Dr. João através de seu site.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário