5 Hábitos dos Vegetarianos que Você Deveria Aderir

Antes que você vire a cara e pense que esse é mais um texto que tentará te convencer a virar vegetariano, deixe que esclareçamos uma coisa: esse não é o caso. O que nós faremos hoje é conversar sobre algumas lições saudáveis que podemos tirar dos nossos colegas que aderiram a uma vida longe da carne.

Até porque não podemos negar que consumir mais vegetais não faz mal a ninguém. Tomemos o exemplo dos semivegetarianos, que apesar de não comerem carne de boi ou de porco, se alimentam com carne de frango e peixe. Geralmente, eles têm um peso menor e correm menos riscos de sofrer com pressão arterial alta e diabetes.

No entanto, mesmo sem tirar nenhum tipo de alimento de origem animal do cardápio, dá para aprender a valorizar os vegetais e obter os seus benefícios de maneira mais ampla. Então, vamos conhecer quais são esses cinco hábitos dos vegetarianos que podem ajudar na alimentação saudável? Confira a lista a seguir:

1 – Faça dos vegetais o prato principal

Já percebeu que na maioria das vezes que a gente almoça ou janta, sempre comemos carne com alguma coisa? É frango com legumes, carne com batatas e assim por diante. O problema disso é que acabamos dando um espaço muito grande para a carne e reservamos um lugar bem pequeno para os vegetais e não comemos a quantidade necessária diariamente.

Assim, a primeira dica é em vez de montar o prato em torno da carne, todos os dias, escolher algumas refeições para colocar os vegetais como o ingrediente principal e aumentar a ingestão desse tipo de alimento.

Os benefícios de comer mais vegetais não se resumem apenas ao emagrecimento, mas também diminuem os riscos do surgimento de doença no coração, colaboram com a digestão e a imunidade e melhoram os níveis de colesterol e açúcar no sangue.

2 – Consuma gorduras à base de plantas em vez de fontes de origem animal

Todos nós precisamos ingerir gordura, já que o nutriente serve como fonte e reserva de energia para o organismo. Entretanto, a forma como a gordura é obtida faz bastante diferença para a saúde e a boa forma.

Isso porque trocar os alimentos de origem animal por outras fontes de gordura como azeite de oliva extra virgem, abacate ou nozes emagrece, aumenta a energia e reduz a inflamação, que é um fator de risco para o envelhecimento precoce e doenças como a obesidade.

3 – Obtenha proteínas de outras fontes

Está certo que a carne é uma excelente fonte de proteínas, mas isso não significa que você deva desprezar outras formas de obter o nutriente. Por exemplo, grãos, ervilhas e lentilhas, que são as fontes de proteínas escolhidas pelos vegetarianos, contribuem com a perda de peso, diminuem a gordura na barriga, aumentam da absorção de nutrientes e causam diminuição no risco de desenvolver diabetes e doenças no coração.

4 – Deixe os seus lanchinhos mais naturais

Quando bate aquela fome no meio do dia, entre uma refeição e outra, o que você come? Uma bolachinha integral? Barrinha de cereais? Que tal trocá-los por opções mais naturais de lanchinhos? Você pode optar por vegetais crus como palitinhos de legumes, como cenoura e pepino, frutas frescas, sementes ou nozes.

Além de colaborarem para que a sua dieta seja mais saudável e ajudarem a sua dieta, essas opções te oferecem um aumento na absorção de substâncias antioxidantes.

5 – Acrescente vegetais à sobremesa

Quem resiste a uma boa sobremesa? Um bolinho de chocolate, um brownie, um pudim… E se não dá para ficar sem comer um docinho, de vez em quando e com moderação, é claro, o jeito é transformar a receita em algo mais saudável.

Por isso, a sugestão é incluir vegetais nessas receitas. Dá para fazer bolinhos com coberturas de sementes, em vez do tradicional chocolate, ou adicionar espinafre à tradicional receita dos brownies, por exemplo. Dá para fazer doces com abóbora, batata-doce, chuchu, beterraba,… Enfim, basta usar a criatividade e deixar as sobremesas mais saudáveis, sem que percam o delicioso sabor.

Você já percebeu que a quinoa dá gases para você? Tem costume de consumir esse alimento? Qual acredita que pode ser o seu caso, dos descritos acima? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)




ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*