5 Benefícios da Rambutão – Para Que Serve e Propriedades

Especialista:
atualizado em 27/01/2020

Parente da lichia, o rambutão ou rambutan é uma fruta exótica, nativa da Malásia e da Indonésia, que apresenta uma polpa branca e uma casca cheia de cabinhos pontudinhos.

Ela vem de uma árvore que pode chegar a atingir 27 m de altura e se desenvolve melhor em regiões onde o clima é tropical.

Por se tratar de uma fruta tão diferente, é provável que muita gente não conheça as vantagens e utilidades que para foram associadas a ela. Veja a seguir quais são eles! Aproveite e veja também algumas outras frutas exóticas que são super alimentos e seus benefícios.

Para que serve – 5 benefícios do rambutão

1. A composição e as propriedades do rambutão

A fruta carrega 84 calorias em cada porção de 100 g. O alimento também é composto por nutrientes importantes para o nosso organismo funcionar apropriadamente como carboidratos, vitamina B3, vitamina C e uma quantidade bem pequena de cálcio.

O rambutão ainda possui fibras e cobre, além de teores menores de potássio, manganês, magnésio, fósforo, ferro e zinco.

2. Saúde digestiva

O rambutão pode contribuir com uma digestão saudável por conta do seu teor de fibras. Aproximadamente metade das fibras na sua polpa é insolúvel, o que significa que ela passa pelo seu intestino sem ser digerida. A fibra insolúvel adiciona volume a suas fezes e ajuda a acelerar o trânsito intestinal, reduzindo assim a sua probabilidade de ter prisão de ventre.

A outra metade das fibras da fruta corresponde às fibras solúveis, uma variedade do nutriente que fornece alimento para as bactérias do bem do intestino.

Por sua vez, essas bactérias amigáveis produzem ácidos graxos de cadeia curta como acetato, propionato e butirato, que alimentam as células do intestino. Esses ácidos graxos de cadeia curta podem ainda reduzir a inflamação e melhorar os sintomas de distúrbios intestinais como síndrome do intestino irritável, doença de Crohn e colite ulcerativa.

3. Saúde do sistema imunológico

O fato de ter vitamina C torna o rambutão um aliado do nosso sistema imunológico. Tanto que, conforme o MedlinePlus, portal dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos, o nutriente ainda exerce um papel na promoção de um sistema imunológico saudável.

A vitamina C pode encorajar a produção dos glóbulos brancos que o organismo precisa para combater infecções. Obter muita pouca vitamina C na sua dieta pode enfraquecer o seu sistema imunológico, te deixando mais propenso a infecções.

4. Contribuição com a diminuição do risco de câncer

Alguns poucos estudos conduzidos em células e animais apontaram que compostos encontrados no rambutão podem auxiliar a prevenir o crescimento e a propagação das células de câncer.

Entretanto, é nosso dever alertar que esse efeito pode estar associado a partes da fruta que não são ingeridas por seres humanos. Esses resultados foram observados apenas em experimentos com células e animais e são necessárias mais pesquisas a respeito do tema em seres humanos.

Portanto, não dá para achar que o alimento seja uma fonte miraculosa para prevenir ou curar o câncer. Não custa nada lembrar que quem sofre com essa doença tão grave, perigosa e delicada, precisa de um cuidado médico completo, individualizado e especializado.

5. Auxílio à proteção contra problemas no coração

Um estudo em animais mostrou que extratos feitos a partir da casca do rambutão reduziram os níveis totais de colesterol e triglicerídeos em ratos diabéticos.

É importante saber que apresentar taxas elevadas de colesterol e ter os triglicerídeos altos são considerados fatores de risco para o desenvolvimento da doença no coração, de acordo com o que esclareceu a Mayo Clinic, organização da área de serviços médicos e pesquisas médico-hospitalares dos Estados Unidos.

Além disso, segundo o Instituto Nacional de Diabetes e Doenças Digestivas e Renais (NIDDK, sigla em inglês) dos Estados Unidos, uma das possíveis complicações da diabetes é justamente a doença no coração.

Mas há um problema: a pesquisa citada utilizou extratos da casca do rambutão – uma parte do alimento que não pode ser consumida por seres humanos, como você entenderá mais detalhadamente no tópico de baixo, sobre os cuidados com a fruta.

Como se não bastasse, o efeito foi visto somente em experimentos conduzidos em animais, ou seja, é necessária a realização de mais estudos neste sentido com participantes humanos.

Ou seja, isso não nos permite afirmar com precisão que o rambutão seja uma maneira viável ou eficiente para auxiliar a proteger o organismo contra o desenvolvimento de doença no coração.

Cuidados com o rambutão

Embora algumas pessoas comam a casca e as sementes da fruta, elas não são consideradas comestíveis e aparentam possuir substâncias que podem ser tóxicas para os seres humanos.

Enquanto faltam atualmente estudos em humanos, estudos em animais relatam que a casca do rambutão pode ser tóxica quando consumida regularmente e em quantidades muito grandes. Especialmente quando consumidas cruas, as sementes da fruta aparentam ter efeitos narcóticos e analgésicos, que podem causar sintomas como sonolência, coma e até a morte.

Hoje em dia, a única forma conhecida de combater as propriedades naturalmente narcóticas das sementes cruas do alimento seria torrar. O problema é que não existem instruções claras a respeito de como torrá-las, de modo que elas se tornem seguras para o consumo humano.

Pode ser melhor evitar completamente comer a semente até que as pesquisas digam outra coisa.

Referências Adicionais:

Você já conhecia a fruta rambutão e os seus prováveis benefícios para a saúde? Pretende experimentá-la agora? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário