Síndrome do intestino irritável

Síndrome do Intestino Irritável – Sintomas, Dieta, Remédio e Tratamento Natural

É possível observar que os níveis de estresse e os maus hábitos alimentares são cada vez mais comuns em nossa sociedade. Em função disto, houve também um aumento considerável dos índices de inúmeras doenças, entre elas as doenças do intestino que, muitas vezes, reduzem a qualidade de vida e atrapalham o dia a dia dos pacientes.

Vamos conhecer o que é a síndrome do intestino irritável e se esta tem cura, saber quais os sintomas da doença, como realizar uma dieta e o que comer para auxiliar no controle. Conheça também um tratamento natural e que tipo de remédio pode ser usado para esta síndrome. 

O que é a síndrome do intestino irritável?

A síndrome do intestino irritável é também conhecida como doença do cólon irritável, cólon espástico ou doença intestinal funcional. Esta é uma enfermidade funcional crônica do intestino grosso, apresentando alterações no movimento, na sensibilidade e nas secreções do intestino, gerando grande desconforto no paciente.

Esta doença é considerada um dos motivos mais comuns de queixas nas consultas ao gastroenterologista, sendo, porém, mais frequente em mulheres e em pessoas abaixo dos 45 anos.

Quando ingerimos os alimentos, este chega ao estômago e posteriormente ao intestino, que é revestido com músculos que contraem e relaxam promovendo a transferência do alimento para o reto. Na síndrome do intestino irritável, estas contrações podem ser mais fortes e com duração acima do tempo normal, gerando alguns sintomas bastante característicos da doença, tais como dores, diarreia, acúmulo de gases, flatulência, entre outros. Também pode ocorrer uma redução do tempo das contrações, retardando a passagem dos alimentos e deixando as fezes mais endurecidas.

Não se sabe exatamente quais são as causas para a doença, mas entre alguns motivos estão os problemas alimentares de alergias e intolerâncias, o aumento do estresse, que pode agravar de forma considerável os sintomas do problema, as mudanças hormonais que geram maior incidência da doença em mulheres, alguns problemas de saúde como o crescimento excessivo de bactérias no intestino, além de outras doenças relacionadas ao intestino.

O diagnóstico da doença é realizado através de exame clínico do paciente que normalmente apresenta dor, desconforto na região do abdômen, além de mudanças nos hábitos intestinais e nas características das fezes. Durante o exame clínico, pode-se observar dor durante a palpação profunda do abdômen e também uma possível distensão. Buscar ajuda de um médico é fundamental, pois os sintomas podem ser facilmente confundidos com outras doenças gastrointestinais.

Algumas pessoas podem não apresentar tantos sintomas, mas muitas possuem dor abdominal, cólicas, sangramento retal, acúmulos de gases, perda de peso involuntária, desidratação grave, constipação, diarreia, abdômen estufado, letargia, náuseas, entre outros. Estes sintomas podem estar associados a outros problemas e devem persistir por pelo menos seis meses para que seja considerado crônico. A dor pode estar presente em todo o abdômen ou somente na metade inferior da região.

Tipos de síndrome do intestino irritável

Existem, basicamente, três tipos de síndrome do intestino irritável. Veja, a seguir, as características de cada um deles:

1. Tipo com diarreia

Este tipo de síndrome do intestino irritável é caracterizado por múltiplas evacuações ao longo do dia, normalmente acontecendo após as refeições, apresentando volume pequeno, com fezes líquidas ou amolecidas, podendo apresentar muco e até mesmo sangue. Normalmente há presença de dor abdominal, que é aliviada após a evacuação. O paciente passa a apresentar intestino desregulado e com caráter de urgência.

2. Tipo com constipação

Ao contrário do tipo diarreico, neste caso as evacuações podem ser diárias, mas são difíceis e com fezes mais duras e em pequena quantidade, persistindo a sensação de eliminação incompleta. Neste caso, o paciente precisa realizar um esforço, apresentando dor abdominal constante, distensão abdominal e a sensação de acúmulo de gases.

3. Tipo alternante ou misto

Neste caso, o paciente pode apresentar os dois tipos anteriores da síndrome do intestino irritável, alterando momentos com sintomas do tipo diarreico e momentos com sintomas do tipo constipativo, apresentando uma mudança no estado do paciente e na consistência das fezes.

Quais os tipos de tratamentos para a síndrome de intestino irritável? 

Em função da falta de informação em relação às possíveis causas do problema, os tratamentos passam a ser focados mais na redução dos sintomas e na melhoria da qualidade de vida do paciente.

Os tratamentos para esta doença podem incluir o uso de remédio específico para cada caso, assim como uma dieta controlada. A primeira parte do tratamento inclui a mudança de estilo de vida do paciente com a inclusão de fibras no cardápio e a diminuição do estresse e da ansiedade.

Além de saber o que comer, recomenda-se também a eliminação de alguns alimentos do cardápio, como bebidas gaseificadas, de alimentos gordurosos, de cafeína, álcool, produtos lácteos e até mesmo do glúten na dieta. Também é importante que aumente a ingestão de água para auxiliar na hidratação e na recuperação da doença. Algumas medidas de mudança no estilo de vida são recomendadas como a prática de exercícios físicos regulares e a melhoria dos hábitos de sono.

O tratamento com remédio é feito como forma de redução de alguns sintomas, incluindo-se a utilização de medicamentos antiespasmódicos, anticolinérgicos, medicamentos contra a diarreia, em alguns casos medicamentos antidepressivos, devido aos desequilíbrios de serotonina causados pela doença, entre outros.

O uso de medicamentos deve ser realizado por orientação do médico, não devendo ser utilizado ou interrompido sem consulta. A utilização de suplementos vitamínicos também pode ser indicada devido aos quadros de desnutrição causados pela diarreia constante.

Muitos pesquisadores acreditam que a síndrome do intestino irritável tem cura, porém muitas das causas da doença ainda não foram identificadas. Esta doença pode necessitar de tratamento para toda a vida, considerando que pode trazer prejuízos para o paciente na vida profissional e pessoal. Muitos pacientes buscam alternativas ao uso de medicamentos através de algum tratamento natural.

Existe tratamento natural para o problema?

Existem muitos produtos que podem ser utilizados como forma de tratamento natural para a síndrome do intestino irritável, entre eles os produtos ricos em fibras, os laxantes naturais para os casos de constipação, alguns tipos de calmantes e medicamentos naturais para a diarreia.

Entre as alternativas de tratamento natural estão as farinhas como a farinha de berinjela, que é rica em fibras, e o ágar-ágar, que tem alto teor de fibras, além de auxiliar na regulação do intestino, entre muitos outros.

Também existem produtos naturais com propriedades que podem auxiliar na redução de dores de barriga, na diarreia e também na prisão de ventre. Os chás e os sucos naturais à base de ervas e frutas são excelentes opções. O suco de maracujá, o chá de camomila e o chá de hortelã, por exemplo, possuem propriedades calmantes que estimulam o relaxamento dos músculos do intestino, ajudando na redução de dores. Eles também ajudam a reduzir o estresse, que pode ser uma das causas para a doença.

Os alimentos probióticos também podem ajudar bastante no tratamento da síndrome do intestino irritável. Estes alimentos contêm micro-organismos vivos, em geral bactérias, que podem melhor a qualidade da flora microbiana no intestino. Esta pode ficar prejudicada em função dos sintomas de diarreia e desidratação, principalmente. Os principais alimentos probióticos são os leites fermentados e os iogurtes.

Conclusão

A síndrome do intestino irritável é uma doença do intestino grosso que causa alterações no movimento, na sensibilidade e nas secreções do intestino, com diversos sintomas gerando grande desconforto para a vida do paciente. Com alguns cuidados, é possível tratar o problema e auxiliar na melhoria da qualidade de vida das pessoas que sofrem com esta doença.

Você já foi diagnosticado com síndrome do intestino irritável? Que tipo de tratamento seu médico indicou? Toma algum remédio específico ou apenas dieta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (8 votos, média: 3,38 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*