5 Segredos Fitness de Outros Países que Você Pode Imitar

Especialista:
atualizado em 16/01/2020

Cada país tem os seus costumes e culturas em relação a diferentes aspectos da vida da população e com os exercícios físicos isso não poderia ser diferentes. E mesmo que para nós brasileiros a malhação desse pessoal possa parecer, em alguns casos, um pouquinho estranha, não dá para negar que ao descobrir seus segredos fitness podemos aprender formas novas e até mais divertidas de manter a forma.

Pensando nisso, nós trazemos no artigo de hoje cinco atividades físicas que os habitantes de outros países praticam para manter a forma. Confira quais são eles na lista a seguir e veja se não se anima a experimentar uma delas:

1. Japão: o aquecimento da rádio

Logo pela manhã, a rádio nacional japonesa toma uma música igual a essa que você ouviu no vídeo acima durante 15 minutos e dá orientações para seus ouvintes fazerem um aquecimento antes de começarem as atividades do dia.

A tradição vem desde a década de 1920 no país e versões da série de exercícios são feitas por aproximadamente 28 milhões de japoneses, como estudantes do ensino fundamental na escola, idosos que se reúnem em parques e executivos no escritório.

Acredita-se que esse aquecimento ajuda a fluidez do sangue para os músculos, a melhorar a flexibilidade e despertar o corpo.

2. Holanda: ir para cima e para baixo de bicicleta

12aboaforma

A gente sabe que devido as trânsito pesado das grandes cidades e a falta de ciclovias no Brasil, não fica muito fácil usar a bicicleta como meio de transporte para ir a todo e qualquer lugar. Entretanto, algo que não podemos negar é que a prática realmente faz bem à saúde.

Na Holanda, é bastante comum se deparar com alguém andando de bicicleta: metade da população pedala todos os dias e 85% dos holandeses usam o veículo pelo menos uma vez por semana. E uma pesquisa de 2011 concluiu que andar de bicicleta não apenas diminui o problema da poluição, como também serve como um exercício de intensidade moderada, que pode substituir os momentos sedentários no ônibus ou dentro de um carro.

Se não é possível para nós brasileiros utilizar o veículo todos os dias, uma opção é adaptar a ideia à nossa realidade e dar voltas de bicicleta pela vizinhança ou na orla da praia aos finais de semana.

3. Singapura: andar em cima de pedras

12bboaforma

Em certas regiões de lugares como Singapura, Malásia e Taiwan é possível encontrar o chão decorado com mosaicos de pedras como o da imagem acima. E eles não foram criados apenas para serem admirados, mas para encorajar as pessoas a caminharem por cima deles com os pés descalços.

Parece desconfortável, mas trata-se de uma técnica usada na reflexologia, uma espécie de terapia em que é aplicada pressão em determinados pontos dos pés, que correspondem a órgãos e zonas do corpo humano.

Benefícios do método, como a redução da pressão arterial e a melhoria do equilíbrio, foram divulgados em uma pesquisada publicada no Journal of American Geriatrics Society (Jornal da Sociedade Geriátrica Americana, tradução livre).

Esses mesmos benefícios podem ser obtidos ao fazer caminhada descalço em volta de um rio, na praia ou em cima de pedras usadas em jardins.

4. Noruega: caminhar com a família

12cboaforma

Assim como ocorre com pessoas de todo o mundo, os noruegueses gostam de juntar a família e passear nos finais de semana. Mas em vez de colocar a turma no carro e ir ao cinema, comer um lanche ou ir ao shopping, eles escolhem atividades mais ativas.

No verão, o costume é explorar as florestas da região a pé e no inverno esquiar. Se por aqui no Brasil esquiar é praticamente impossível, natureza é o que não falta para fazer caminhadas. Dá para andar em um parque da cidade ou fazer uma trilha em um local próximo a uma cachoeira.

Uma dica é levar um par de bastões de caminhada nórdica para cada um utilizar durante a caminhada. O equipamento trabalha os músculos dos ombros, braços e troncos e ainda ajuda a queimar 20% a mais de calorias, segundo estudo feito pelo Instituto Cooper, nos Estados Unidos.

5. Cuba: dançar

12dboaforma

A dança é algo que faz parte da tradição cubana. De acordo com a antropóloga da dança e professora da faculdade Smith College, nos Estados Unidos, Yvonne Daniel, faz parte da cultura dos cubanos reagir fisicamente ao ritmo de uma música.

Por conta disso, seja em casamentos, em boates, em casa e até na escola – onde a dança faz parte do currículo acadêmico –, não é difícil encontrá-los dançando.

E a dança é uma maneira divertida de sair do sedentarismo e ainda queimar calorias. A zumba, que tem sido febre nas academias nos últimos tempos, é um belo exemplo. Em uma hora de aula, é possível queimar até mil calorias.

Você já praticou ou tem o costume de fazer algum destes exercícios que fazem parte do dia a dia de outros países? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Francisco Santana

Francisco José Santana é Personal Trainer - CREF 1859 G/SE. Formado pela Univer Cidade RJ 2007, com certificação CORE360º treinamento funcional, Certificação Internacional FNS I e II em avaliação funcional, especializações em suplementação nutricional esportiva, Crosstraining - Scientific Sport, Cineantropometria aplicada, Primeiras ações em emergência, Prevenção de Doenças Laborais, Musculação, Ginástica Corretiva, Spinning (Johnny G), Técnica de Tecidos Moles - Miofacial, e Inteligência Emocional - ASICC

Deixe um comentário