6 Melhores Formas de Tirar Cicatriz

Se você quer saber quais são as melhores formas de tirar cicatriz e conhecer os melhores tratamentos para cada tipo de lesão, você precisa ler esse artigo.

Toda vez que a pele é lesionada, uma proteína chamada colágeno é formada no local para reparar o dano. Esse processo de cicatrização ocorre com qualquer tipo de lesão, seja ela um corte, uma queimadura ou uma lesão resultante de uma doença de pele, por exemplo.

Nesse processo de cura, sempre será formada uma cicatriz. Em alguns casos, a cicatriz desaparece sozinha, mas em outros pode ser necessário um tratamento específico para suavizar a marca na pele, que vai depender do tipo de lesão na pele e também do tempo que a cicatriz existe.

Cicatriz

A pele é um órgão muito importante que protege o nosso organismo de infecções. A cicatriz é uma espécie de mecanismo de defesa para fechar rapidamente uma lesão e evitar a entrada de germes e outros micro-organismos através da pele.

Apesar de a cicatriz ter um papel importante e ser um sinal de que sua pele se recuperou de um dano, muita gente se incomoda com ela. Felizmente, existem formas de tirar cicatriz ou de ao menos suavizar as marcas na pele com diversos tipos de tratamentos. Mas, para que o tratamento seja eficaz, é importante saber identificar o tipo de cicatriz.

Tipos de cicatriz

Existem vários tipos de cicatriz e a classificação delas depende de alguns fatores, como:

  • Tipo de lesão: a cicatriz pode ocorrer após uma queimadura, uma acne, uma cirurgia ou um corte, por exemplo;
  • Localização: a pele é diferente dependendo do local do corpo. Assim, onde a pele é mais sensível, a cicatriz pode ficar mais aparente e onde a pele é mais resistente, ela pode ficar menos perceptível;
  • Tipo de pele: a espessura, a cor e a textura da pele podem influenciar na aparência de uma cicatriz.

Há ainda fatores genéticos, tamanho da lesão e características pessoas do indivíduo lesionado como idade, sexo e etnia que podem interferir no tipo de cicatriz formada.

Conhecer esses fatores e saber o tipo de cicatriz com a qual você está lidando é importante para escolher o tratamento mais adequado para tirar cicatriz. Os principais tipos de cicatrizes são:

– Queloide

Os queloides são cicatrizes escuras que se sobressaem da pele e que tendem a aumentar de tamanho ou se espalhar pela região da lesão ao longo do tempo. O queloide ocorre devido a uma superprodução de colágeno e há casos em que alguns movimentos podem ser prejudicados pela cicatriz. Além disso, a pessoa pode sentir dor e coceira no local.

Queloides são mais comuns em pessoas de ascendência africana ou asiática, que têm tons de pele mais escuros.

– Cicatriz atrófica

Cicatriz atrófica é aquela em que a pele fica com um aspecto amassado ou como se houvesse uma depressão (um buraco) na pele. Uma cicatriz atrófica acontece quando o colágeno da pele é danificado e é bastante comum em feridas de acne e catapora.

– Cicatriz hipertrófica

Uma cicatriz hipertrófica é uma cicatriz vermelha que fica elevada em relação ao resto da pele. Coceira e dor podem ser observados, mas à medida que a pele vai se recuperando, esses sintomas vão embora.

Algumas pessoas podem confundir a cicatriz hipertrófica com um queloide, mas a principal diferença entre eles é que a cicatriz hipertrófica não aumenta de tamanho.

– Cicatriz generalizada

A cicatriz generalizada é muito comum depois de cirurgias. Em geral, elas são planas e bem claras e são menos perceptíveis do que as cicatrizes atróficas e hipertróficas.

– Cicatriz de contratura

São cicatrizes que fazem a pele ficar contraída. Geralmente, são cicatrizes causadas por queimadura e que causam muita dor. Em alguns casos, a contração da pele pode interferir no movimento pois esse tipo de cicatriz pode afetar nervos e músculos além da pele.

Melhores formas de tirar cicatriz

Não há uma forma 100% eficaz de remover uma cicatriz, mas existem diversos tipos de tratamentos disponíveis que podem ajudar a suavizar a marca e cabe a você e ao seu dermatologista avaliar qual é a melhor estratégia com base no seu tipo de pele e nas características da cicatriz.

Logo abaixo, mostramos quais são os melhores tratamentos para tirar cicatriz e para que tipo de cicatriz eles são mais eficientes.

1. Cremes, pomadas e géis

Se você tem dúvidas de como tirar cicatriz de corte no rosto, uma solução segura e eficaz é a aplicação de produtos de uso tópico como cremes, pomadas e géis usados sem prescrição médica.

Como no rosto a pele é mais sensível, o uso desse tipo de produto pode ser útil no tratamento da ferida, pois além de ajudar na cicatrização, eles costumam conter ingredientes hidratantes em sua fórmula que deixam a pele saudável.

Cremes anti-histamínicos ou produtos contendo corticosteroides em sua composição também podem ser prescritos por um médico em alguns casos, principalmente para tratar feridas que causam coceira ou que estão muito inflamadas. Os corticoides também são um bom tratamento para queimaduras leves.

Produtos à base de ácidos também podem ser indicados em alguns casos pois eles esfoliam a pele, estimulando a formação de colágeno e deixando a cicatriz menos perceptível.

Esse tratamento também é útil para tirar cicatriz de cirurgia. As cicatrizes de cirurgia tendem a ser claras e finas e é bastante comum que o cirurgião prescreva um produto de uso tópico para passar na região durante o pós-operatório. Em geral, são prescritos cremes contendo corticosteroides que previnem a inflamação e amenizam a marca deixada pela cirurgia.

2. Injeções

Injeções de esteroides podem ser indicadas no tratamento de cicatrizes de queloide e de cicatrizes hipertróficas. Esse tipo de tratamento pode funcionar sozinho, mas em geral é feita em combinação com outros tratamentos como em conjunto com a aplicação de cremes.

3. Cirurgia

Há casos em que uma cirurgia pode ser a melhor maneira de tirar uma cicatriz. Enxertos de pele, cirurgias a laser e excisões cirúrgicas se enquadram nessa categoria.

Queimaduras de terceiro grau podem precisar de enxertos de pele para melhorar o aspecto da cicatriz e para proteger as camadas mais profundas da pele.

Um anestésico local ou um sedativo oral deve ser aplicado nesses casos. A decisão pela cirurgia deve ser feita de comum acordo entre médico e paciente, e no caso de cirurgias recentes, é prudente esperar pelo menos 1 ano, pois muitas das cicatrizes causadas por cortes cirúrgicos demoram para cicatriz totalmente e costumam se tornar bem menos visíveis com o passar do tempo. Cirurgias na face e nas pálpebras tendem a cicatrizar melhor do que em outras partes do corpo.

Procedimentos cirúrgicos tendem a ser muito eficazes no tratamento de cicatrizes hipertróficas. No caso de queloides, a remoção cirúrgica também é uma opção, mas é importante avaliar a situação com bastante cuidado, já que a cirurgia pode fazer com que um novo queloide ainda pior surja no local.

A melhor abordagem no caso de um queloide é fazer um tratamento prévio com injeções de corticoides para tentar reduzir o queloide e só então partir para um procedimento cirúrgico.

4. Tratamento a laser

O tratamento a laser pode ajudar a clarear cicatrizes de cor rosa ou roxa, além de poder achatar alguns tipos de cicatrizes elevadas sobre a pele. Queimaduras de segundo grau também podem ser tratadas com laser para reduzir o relevo na pele e clarear a marca.

5. Esfoliantes químicos

Esfoliantes químicos são bons tratamentos para cicatrizes escuras ou para tirar cicatriz de acne. A esfoliação na pele permite que as células mortas sejam removidas e que uma nova camada de pele surja no local devido ao estímulo à produção de colágeno.

Segundo uma pesquisa publicada no periódico científico Dermatologic Surgery em 2009, esfoliações com ácido glicólico ou com uma combinação de ácido salicílico com ácido mandélico podem ajudar a reduzir cicatrizes de acne e marcas escuras na pele deixadas pelas espinhas.

Uma outra pesquisa de 2001 publicada no International Journal of Dermatology concluiu que o ácido glicólico pode melhorar a aparência de cicatrizes atróficas causadas por acne.

6. Remédios caseiros

É claro que os remédios caseiros não poderiam ficar de fora. Muitos produtos naturais contêm vitaminas e outros nutrientes que podem ajudar a deixar cicatrizes menos visíveis. Alguns deles são:

– Folhas de silicone e gel

Curativos de pressão ou folhas de silicone e gel podem ajudar no tratamento de vários tipos de cicatrizes e até para evitar cicatriz de acne.

Um estudo de 2002 publicado no periódico Plastic and Reconstructive Surgery mostra que a folha de silicone é eficaz para tratar cicatrizes. Um outro estudo de revisão publicado em 2012 no International Journal of Cosmetic Science indica que as cicatrizes hipertróficas respondem bem ao tratamento com folhas de silicone e uma outra pesquisa de 2009 indexada no Journal of Cutaneous and Aesthetic Surgery já sugeria que o uso de gel de silicone era capaz de melhorar o aspecto de cicatrizes hipertróficas e de queloides.

– Extrato de cebola

Pesquisas como as publicadas em 2008 no Journal of Cosmetic Dermatology e em 2009 no Journal of Cutaneous and Aesthetic Surgery mostram que o extrato de cebola pode ser usado para amenizar cicatrizes depois da aplicação tópica do produto por 4 semanas.

– Outros remédios caseiros

Há relatos de que a aplicação de mel, vitamina E, Aloe vera, vinagre de maçã e azeite na pele pode ser útil na remoção de cicatrizes. Porém, não foi comprovado cientificamente que esses remédios têm potencial para tratar as cicatrizes.

Outros procedimentos

Técnicas como carboxiterapia, microdermoabrasão, crioterapia e peelings também podem ser utilizados para amenizar alguns tipos de cicatrizes pouco profundas.

Dúvidas Comuns

É comum surgirem dúvidas sobre a remoção de alguns tipos mais específicos de cicatriz. Algumas dessas dúvidas são:

– Como tirar cicatriz de catapora?

Embora hoje já exista vacina, muitas crianças já sofreram com catapora e ficaram com marcas no corpo. Remédios caseiros de uso tópico como a babosa (Aloe vera), óleo de rosa mosqueta e óleo de gérmen de trigo parecem ajudar a deixar as cicatrizes menos perceptíveis, mas tudo vai depender do tempo de existência da cicatriz e da profundidade da lesão.

– Como tirar cicatriz de piercing no umbigo e como tirar cicatriz de furúnculo?

As cicatrizes que ficam na pele depois de fazer um piercing no umbigo ou depois de ter um furúnculo podem ser um pouco mais complicadas de tratar. Uma regra geral – que vale não só para esse tipo de cicatriz – é que quanto antes o tratamento for iniciado, maiores são as chances de a cicatriz ser suavizada ou até removida por completo.

Se o uso de cremes ou pomadas não for eficaz, outras opções incluem procedimentos estéticos para tirar cicatriz de catapora, tratamentos a laser para tirar cicatriz de furúnculo e cirurgias para diminuir a cicatriz no umbigo. Independentemente do tratamento escolhido, o acompanhamento de um dermatologista é indispensável.

Mais dicas

– Proteção solar

Proteger a pele do sol não trata as cicatrizes, mas pode evitar que elas piorem. A aplicação de filtros solares no rosto com cicatriz é importante para evitar que elas escureçam ainda mais depois da exposição ao sol.

Além disso, pessoas que fazem uso de algum ácido no rosto ou se submetem a algum procedimento estético na pele devem aplicar o protetor solar sempre para evitar danos à pele que, em geral, fica mais sensível durante o tratamento.

– Limpeza da pele e cuidados preventivos

A prevenção é sempre o melhor remédio. Ao sofrer uma lesão na pele, é importante cuidar da ferida pois isso pode evitar que a cicatriz fique muito feia.

É importante manter a pele limpa para evitar infecções que podem piorar a lesão. De acordo com estudo de 2012 publicado no International Journal of Cosmetic Science, a hidratação da pele também é importante para ajudar a manter o tecido saudável e diminuir a formação de tecido cicatricial.

Se for necessário suturar a ferida ou fazer curativos no local, é indicado deixar o local sempre bem limpo e trocar os curativos de acordo com a indicação médica. Além disso, a retirada dos pontos deve ser feita na data recomendada pelo médico, pois remover os pontos antes ou depois da hora pode afetar o processo de cicatrização.

Uma alimentação saudável é muito importante para promover uma boa cicatrização. O consumo de alimentos açucarados, por exemplo, pode piorar o processo de cura e fazer com que a cicatriz formada seja pior do que seria com uma dieta mais equilibrada.

No caso de cicatrizes mais antigas, esses cuidados preventivos não são mais possíveis, mas a orientação de um bom dermatologista pode ajudar a deixar as cicatrizes mais suaves e melhorar o aspecto geral da pele.

Referências Adicionais:

Você tentou tirar cicatriz de alguma forma que listamos acima? Que tipo de cicatriz você tem ou tinha que mais lhe incomoda? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe um comentário