8 Melhores Exercícios Para Culote

Especialista:
atualizado em 21/05/2020

Mesmo depois de começar a seguir uma alimentação mais saudável e a praticar exercícios físicos com frequência, algumas gordurinhas, localizadas em determinadas regiões do corpo, podem ser um pouco mais difíceis de ser eliminadas do que outras.

É o caso daquela gordura que fica acumulada próxima à região do quadril e das coxas, formando o culote, que demanda um pouco de trabalho a mais para ser eliminada.

Como surge o culote

O acúmulo de gordura e a formação do culote podem aparecer no corpo, especialmente das mulheres, por diversas razões. No caso delas, isso acontece porque o organismo tende a estocar gordura em regiões como as coxas, nádegas e quadris devido a questões genéticas para abastecer o corpo ou até atender as necessidades do feto, em uma possível gestação.

Ele pode começar a aparecer no período da adolescência, quando o organismo feminino passa por mudanças hormonais. Entretanto, é entre os 18 e 20 anos que o culote se torna mais evidente no corpo.

Outros fatores como o alto consumo de açúcares, álcool, gorduras trans e carboidratos também contribuem para o surgimento ou aumento do acúmulo de gorduras entre o quadril e as coxas.

Para amenizar o problema, a saída é realizar treinamentos aeróbicos e exercícios para culote, como esses que nós iremos listar agora:

1. Caminhada e corrida

Para quem ainda não está tão acostumado com os treinamentos físicos, mas quer começar a se movimentar com alguns exercícios para culote, a caminhada é uma ótima opção para o ponto de partida.

Você pode começar caminhando na esteira durante 40 a 45 minutos, alternando a intensidade, indo de moderada a forte, durante o exercício. Depois que se acostumar com a esteira e não se sentir mais tão cansado, parta para a corrida, que é mais eficiente para a perda de gordura localizada.

Continue no mesmo esquema de tempo, de 40 a 45 minutos, e também alterne a intensidade entre corridas mais velozes e menos intensas.

2. Bicicleta

Uma das formas de impulsionar a perda do culote é se exercitar com a bicicleta, seja pedalando pelas ruas da cidade ou usando a ergométrica dentro de uma academia. Esse treino é eficiente por envolver as regiões dos glúteos e da coxa durante a realização do exercício e por ser uma atividade aeróbica, que usa a gordura, localizada justamente nessas áreas, como fonte de energia.

Comece realizando de duas a três séries de bicicleta, com 15 a 20 repetições em cada uma delas.

3. Abdutor

abdutora

Juntamente com os treinamentos aeróbicos, como a bicicleta, você pode utilizar na academia o aparelho abdutor, que trabalha a musculatura dos glúteos e pode contribuir, dessa maneira, com a diminuição do culote.

4. Agachamento

Os agachamentos também podem ser bons exercícios para culote e te ajudar a diminuir a gordura localizada nessa área. Para realizá-lo, fique com os braços estendidos e posicionados na sua frente e deixe-os separados, assim como as pernas. Na sequência, vá abaixando até que as suas coxas alcancem o chão. Permaneça nessa posição por três segundos, antes de se levantar novamente.

Você ainda pode fazer o agachamento com a ajuda de uma bola própria para exercícios. Com as suas costas, pressione-a contra a parede e realize a descida, com os braços e pernas distanciados um dos outros, como pode ser observado na imagem abaixo:

Agachamento

5. Step

Hoje em dia é difícil encontrar uma academia que não ofereça aulas de step aos seus alunos. Além de ser um exercício considerado divertido, ele ainda exige a execução de movimentos que envolvem as musculaturas dos glúteos, da coxa e da panturrilha. A imagem do título do artigo exemplifica esta aula.

6. Exercícios no chão

Os exercícios que impulsionam o levantamento do tronco e das pernas são outros bons exercícios para culote. Um deles funciona da seguinte maneira: a pessoa se deita no chão com as pernas estendidas. Na sequência, ela levanta uma das pernas e tenta tocar as duas mãos na ponta do pé. Em seguida, repete o mesmo movimento, porém com a outra perna.

A recomendação é fazer uma sessão de treinamentos com três séries de 15 repetições para cada uma das pernas.

7. Exercícios com as pernas

 

 

pernas

A vantagem desses exercícios para culote com as pernas é que alguns são tão simples de fazer, que podem até ser executados na própria residência do praticante, apenas como o auxílio de caneleiras.

Uma das opções é deitar de lado e fazer movimentos de subida e descida com a perna que está por cima durante 30 segundos e depois mudar a posição, passando a executar os mesmo movimentos com a outra perna.

Outra sugestão é se manter na mesma posição, deitada de lado, e não só subir e descer como realizar movimentos de flexão e extensão na perna, parecidos com chutes. A indicação também é trabalhar por 30 segundos em cada perna e depois mudar o posicionamento, passando para a outra.

8. Musculação

Você ainda pode fazer alguns exercícios de musculação, como a rotação de tronco e a flexão abdominal lateral, para ajudar a enrijecer o músculo da região e fazer com que eles fiquem tonificados.

Existem muitos exercícios para culote adicionais. Selecionamos alguns vídeos que daráo a você mais algumas ideias:

Recomendações

Antes de começar a fazer um destes exercícios para culote, não se esqueça de pedir a orientação de um profissional de educação física, para a prender as técnicas corretamente e saber qual a intensidade adequada de cada treinamento para você.

Cuide da alimentação

Sendo assim, além de praticar esses exercícios que abordamos neste artigo, vale a pena verificar a alimentação, para que ela não incentive o acúmulo de gordura.

Por isso, não deixe de se manter hidratado, ingerindo bastante água durante todo o dia. Os médicos aconselham que o consumo diário seja de aproximadamente 2l. Se você costuma esquecer-se de hidratar, uma boa tática é ter sempre uma garrafinha de água por perto.

Deixe de fora os refrigerantes e sucos artificiais, que são ricos em calorias e açúcar e troque-os por bebidas mais saudáveis como o chá verde, que possui apenas duas calorias a cada 240 ml e ainda é rico em antioxidantes.

É fundamental respeitar a regrinha de comer de três em três horas, para que você não fique muito tempo sem comer e venha a se alimentar exageradamente por estar de estômago vazio e que cuide para ter um cardápio saudável, priorizando frutas e vegetais e deixando de lado as comidas industrializadas.

Você pode reavaliar o seu cardápio com a ajuda de um nutricionista, que irá te ajudar a escolher os alimentos mais saudáveis, que não contribuam para o acúmulo de gordura localizada no corpo.

Você está incomodada com as gordurinhas localizadas nos quadris e nádegas? Quais exercícios para culote costuma fazer? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (19 votos, média: 3,84 de 5)
Loading...
Sobre Francisco Santana

Francisco José Santana é Personal Trainer - CREF 1859 G/SE. Formado pela Univer Cidade RJ 2007, com certificação CORE360º treinamento funcional, Certificação Internacional FNS I e II em avaliação funcional, especializações em suplementação nutricional esportiva, Crosstraining - Scientific Sport, Cineantropometria aplicada, Primeiras ações em emergência, Prevenção de Doenças Laborais, Musculação, Ginástica Corretiva, Spinning (Johnny G), Técnica de Tecidos Moles - Miofacial, e Inteligência Emocional - ASICC

Deixe um comentário

1 comentário em “8 Melhores Exercícios Para Culote”