8 Tipos de Câncer que Você Está Mais Propenso a Ter se Está Acima do Peso

Especialista:
atualizado em 04/03/2020

Estar acima do peso ou obeso traz ainda mais riscos de câncer do que se pensava, de acordo com uma nova revisão. Os pesquisadores – um grupo convocado pela International Agency for Research on Cancer (IARC) – examinaram mais de 1.000 estudos e descobriram que a obesidade aumentava o risco de 13 tipos de câncer, 8 a mais do número que tinha sido relacionado anteriormente.

De fato, cerca de 9% de todos os cânceres podem estar diretamente ligados à obesidade, de acordo com os resultados do grupo, que foram publicados no New England Journal of Medicine em agosto.

A boa notícia no meio de tanta notícia ruim, de acordo com os pesquisadores, é que o ganho de peso é em grande parte evitável. “Se não ganharmos peso, não vamos acabar na categoria de alto risco”, diz Graham Colditz, presidente do grupo de trabalho e vice-diretor do Instituto de Saúde Pública do Universidade de Washington, em St. Louis.

Claro que às vezes é tarde demais para pensar nisso. E nesse caso, perder peso pode diminuir o risco? Provavelmente. Mas acredite ou não, não há muitos dados de pesquisas a longo prazo disponíveis mostrando esses benefícios, diz Colditz. “Estudos que seguem as pessoas que perdem peso para verificar uma redução no diagnóstico de câncer não raros em grande parte porque muitas pessoas que perdem peso o ganham de volta”.

Anteriormente, o IARC havia concluído que o sobrepeso tinha relação com o câncer de cólon, esôfago, rim, mama e uterino. Abaixo estão as 8 adições mais recentes e por que o peso corporal influencia em cada caso.

1. Estômago

O excesso de gordura corporal pode levar a inflamação crônica, especialmente no trato gastrointestinal, segundo Colditz. A ligação entre o câncer de estômago e a obesidade não foi tão surpreendente, diz ele, dada a ligação existente com o câncer de esôfago, que faz parte do mesmo sistema.

A inflamação crônica que pode ser provocada pela obesidade pode levar a maior irritação dos ácidos do estômago, o que poderia levar ao câncer, acrescenta.

2. Fígado

A obesidade pode causar alterações neste órgão que se assemelham aos efeitos do alcoolismo. “Acabam surgindo mecanismos um pouco semelhantes aos da cirrose que levam ao câncer”, diz Colditz. Em vez do álcool, o que está causando danos são as mudanças na gordura do próprio fígado, o que é chamado de doença hepática gordurosa não alcoólica.

3. Vesícula biliar

A obesidade aumenta o risco de uma pessoa ter cálculos biliares, os pequenos depósitos de colesterol que podem causar inflamação na vesícula biliar. Ter cálculos biliares, por sua vez pode aumentar o risco de uma pessoa ter câncer de vesícula biliar.

4. Pâncreas

Sabemos que a obesidade pode tornar a produção de insulina instável. Essa interrupção dos processos metabólicos habituais do pâncreas pode levar a um aumento do risco de câncer, diz Colditz.

5. Ovário

Células de gordura produzem estrogênio, e estrogênio excedente, pelo menos entre o grupo pós-menopausa, parece ser o culpado por maior risco de câncer de mama e uterino em mulheres acima do peso, diz Colditz. “O câncer do ovário parece que também é impulsionado por esses níveis de hormônio aumentado, bem como a inflamação crônica”, diz ele.

6. Meningioma

Muitos destes tumores, que crescem a partir das meninges, o tecido fino que cobre o cérebro e a medula espinhal, são realmente não cancerosos, de acordo com a American Brain Tumor Association. Pouco se sabe sobre o que os causa e o que os torna cancerígenos, diz Colditz, porém, hormônios excedentes produzidos por células de gordura podem ser responsáveis.

7. Tireoide

Mais uma vez, a produção de hormônios excedente é provavelmente cuplada aqui, de acordo com um estudo de 2012 no Journal of International Medical Research. Com o ganho de peso, a própria tireóide também aumenta de tamanho. E quanto maior a tireóide, mais chances há de que as células sofram mutações e tornem-se cancerosas.

8. Mieloma múltiplo

Pesquisas apontam para a inflamação crônica aqui. “A obesidade provavelmente estimula o processo inflamatório, levando a maior rotatividade de células na medula óssea”, diz Colditz. Um maior volume de células significa mais chances de mutações que levam a este tipo de câncer no sangue.

Você conhece alguém que teve algum tipo de câncer ligado à obesidade? Tem medo de que isso possa ocorrer com você ou algum familiar por conta do sobrepeso? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 4,25 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

1 comentário em “8 Tipos de Câncer que Você Está Mais Propenso a Ter se Está Acima do Peso”