9 causas da azia e o que fazer

Especialista da área:
atualizado em 15/12/2020

Você sente azia depois das refeições? Veja então as principais causas da azia e o que fazer para se proteger desse mal-estar.

  Continua Depois da Publicidade  

A azia é uma sensação de queimação que geralmente ocorre logo após comer ou se deitar. Embora seja comum, é importante entender as causas e tratar o problema – principalmente se isso afeta a sua qualidade de vida.

Muitas vezes, a azia ocorre por causa de uma inflamação, como por exemplo a esofagite. Aliás, aproveite para conferir o que é a esofagite e como tratar.

A saber, os principais sintomas da azia incluem:

  • Queimação no peito;
  • Dor no peito que piora ao deitar;
  • Tosse;
  • Acidez ou amargor na boca.

Veja agora o que pode ser a azia e o que fazer para melhorar e, além disso, confira no vídeo abaixo o que nossa nutricionista tem a dizer para acabar com a azia e a má digestão:

Causas da azia

A azia ocorre quando o suco gástrico do estômago volta para o esôfago. Já que ele é ácido, ele machuca o esôfago e causa a dor e o desconforto da azia.

Existem vários motivos por trás do retorno do ácido estomacal para o esôfago, e os principais são:

1. Refluxo

mulher com refluxo

O refluxo ou doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) é a principal causa de azia. Ele acontece quando há um enfraquecimento no esfíncter esofágico – válvula que separa o esôfago do estômago. É por isso que permite que o ácido do estômago volte para o esôfago.

Como resultado, o esôfago fica irritado pois as paredes desse órgão não são feitas para receber o ácido estomacal. Assim, surgem os sintomas da azia.

2. Gastrite

A gastrite é uma inflamação no estômago que pode ter diversas causas, como por exemplo o estresse e a alergia a alguns alimentos.

  Continua Depois da Publicidade  

Além da azia, podem surgir sintomas como indigestão, náusea e vômitos.

3. Esofagite

Essa é uma inflamação no esôfago que costuma causar sintomas como azia, dificuldade para engolir os alimentos e até perda de apetite.

4. Hérnia de hiato

A hérnia de hiato é uma condição em que parte do estômago empurra o diafragma para o peito. Essa pressão pode deslocar o ácido estomacal do local correto e causar então a azia.

5. Intolerância alimentar

Muitas vezes, a intolerância ou alergia alimentar irrita o trato gastrointestinal e dificulta a digestão, provocando a azia. Além disso, outros sinais de que um alimento não está te fazendo bem incluem:

  • Dor de cabeça;
  • Diarreia e cólica abdominal;
  • Náusea e vômito.

6. Estomatite

A estomatite é uma inflamação que afeta a mucosa da boca. Essa inflamação pode resultar em aftas na boca, na língua e na garganta, por exemplo, causando bastante dor, ardência e desconforto local.

Além disso, a estomatite pode causar a sensação de queimação no esôfago.

7. Gravidez

mulher grávida

Apesar de não ser um problema de saúde, estar grávida pode fazer você ter azia com mais frequência.

De fato, o aumento dos níveis do hormônio progesterona relaxa o esfíncter esofágico. Dessa forma, parte do conteúdo estomacal pode voltar para o esôfago e causas episódios de azia.

  Continua Depois da Publicidade  

8. Uso de remédios

Usar certos remédios como a aspirina ou o ibuprofeno, por exemplo, pode causar azia.

Isso pode ocorrer com vários tipos de anti-inflamatórios, já que eles são capazes de irritar o revestimento do trato gastrointestinal e aumentar a produção de ácido.

No entanto, essa causa é mais provável quando o uso de remédios é feito a longo prazo e em doses mais altas.

9. Estresse

O estresse também pode aumentar a produção de ácido gástrico que o estômago produz, e por isso, durante uma situação estressante, algumas pessoas começam a sentir azia.

Fatores de risco para azia

Além das causas acima, há diversos fatores de risco que contribuem para a azia, como por exemplo:

  • Fumar;
  • Consumir cafeína, chocolate ou álcool em excesso;
  • Comer alimentos picantes;
  • Usar roupas muito apertadas;
  • Fazer refeições muito grandes;
  • Estar acima do peso ideal;
  • Deitar para dormir ou praticar exercícios logo após terminar uma refeição;
  • Tomar líquidos junto com as refeições.

O que fazer para tratar a azia

Certamente, sentir azia mais do que 2 vezes por semana mesmo adotando hábitos mais saudáveis não é normal. Assim, procure um médico para diagnosticar a causa da azia e indicar o tratamento mais adequado para o seu caso.

Só para ilustrar, alguns sinais de alerta que indicam doenças mais sérias como as úlceras ou a doença do refluxo gastroesofágico são:

  • Dor e dificuldade para engolir durante as refeições;
  • Falta de ar;
  • Tontura;
  • Fezes escuras ou com sangue.

Remédios para azia

A depender da causa da azia, o médico pode indicar o uso de remédios para neutralizar, diminuir ou bloquear a produção de ácido estomacal, como por exemplo:

  • Antiácidos;
  • Antagonistas de H2;
  • Inibidores de bomba de prótons;
  • Agentes procinéticos;
  • Relaxadores do fundo gástrico.

No entanto, se você prefere um remédio caseiro para a azia, o bicarbonato de sódio pode ajudar.

Mudança de hábitos

Além de seguir o tratamento, é essencial fazer algumas mudanças no estilo de vida que vão reduzir o risco de azia, como por exemplo: 

  • Manter um peso saudável;
  • Ter uma alimentação mais saudável e balanceada;
  • Ter refeições menores e mais leves;
  • Evitar ao máximo o álcool e o cigarro;
  • Alimentar-se pelo menos 1 hora antes de praticar atividades físicas;
  • Reduzir o consumo de alimentos e bebidas com cafeína;
  • Dormir com a cabeceira da cama mais elevada e evitar deitar logo após as refeições;
  • Limitar o consumo de bebidas com gás.

Além disso, diminuir a ingestão de alimentos que elevam as chances de azia é importante. A saber, são eles:

  • Bebidas carbonatadas;
  • Hortelã-pimenta;
  • Frituras e outros alimentos gordurosos;
  • Chocolate;
  • Café;
  • Cebola;
  • Alimentos ácidos como frutas cítricas e tomates.

Apesar de causar desconforto, lembre-se de que a azia não é algo muito grave. Sendo assim, sentir azia de vez em quando é normal.

Mas se isso estiver te incomodando muito ou se tornando muito frequente, faça uma revisão dos seus hábitos alimentares e procure o tratamento adequado a fim de evitar complicações.

Fontes e Referências Adicionais

Você sente azia com frequência? Por isso, já consultou um médico para descobrir a causa? Comente então abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. Marcos Marinho

Dr. Marcos Marinho é especialista em Gastroenterologia, Endoscopia Digestiva e Ultrassonografia - CRM 52.104130-4. Formou-se em Medicina pela Universidade do Grande Rio (Unigranrio) e é pós-graduado em Gastroenterologia pelo IPEMED. Realizou cursos de ultrassonografia geral e intervencionista pela Unisom, ultrassonografia musculoesquelética e Doppler pelo CETRUS. Atualmente, é pós-graduando de Endoscopia Digestiva pela Faculdade Suprema de Juiz de Fora-MG. No momento, atua em vários municípios do estado do Rio de Janeiro como na capital, Niterói, Magé e Araruama. Dr. Marcos Marinho tem experiência em setores variados de sua especialização e continua em constante aprendizado e evolução para ser uma referência da área. Para mais informações, entre em contato através de seu Instagram oficial @drmarcosmarinho

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário