A Dieta dos 2 Dias – Como Funciona, Cardápio e Dicas

Especialista:
atualizado em 10/06/2020

A dieta dos 2 dias, ao contrário de tantas dietas, funciona sem qualquer contagem de calorias, jejum ou o chamado “pular” refeições. A dieta se baseia em um programa que visa uma alimentação pobre ou nula em carboidratos por apenas dois dias por semana, sendo que o restante dos dias pode-se comer normalmente, mas sempre seguindo algumas diretrizes de alimentação saudável, para que os esforços desses dois dias não sejam perdidos.

Os autores do livro “A dieta dos 2 dias”, Dr Michelle Harvie e Prof Tony Howell, alegam que esse pequeno período de tempo pode trazer mais resultados, como a perda de gordura e de centímetros ao redor da cintura, do que qualquer outra dieta que tenha o controle de calorias.

Além disso, os autores associam à dieta a redução de riscos de câncer, o controle da pressão sanguínea, efeitos anti-idade e a melhora da sensação de bem estar, humor e energia. A dieta tem baixos índices calóricos, mas não faz as pessoas passarem fome; é balanceada em vitaminas, minerais e proteínas; fácil de ser ajustada em qualquer estilo de vida e rotina.

Como funciona

Sendo assim, a dieta dos 2 dias funciona da seguinte maneira: por dois dias não consecutivos da semana, você deve limitar as calorias ingeridas no dia para 500 (600 para homens), sendo que nos restantes pode-se comer normalmente (ou seja, de forma saudável e nutritiva, sem extrapolar).

Nos dois dias da dieta, o corpo entra em um estado de “reparação”, sem sentir fome. Esse estado faz com que ele restaure as células danificadas, processo que gasta mais energia; já o estado de “fome” faz com que o corpo estoque gordura, o que não é benéfico.

Nos dois dias de restrição, a dieta volta-se para alimentos de baixa caloria, ricos em proteínas, pobres em carboidratos e há limitações com relação aos produtos de origem láctea. Nos 5 dias restantes, deve-se consumir moderadamente alimentos calóricos, controlar o consumo dos que são ricos em proteína e em carboidratos processados, dar preferência para alimentos com pouca gordura e limitar a ingestão de produtos lácteos.

Benefícios da dieta

Os principais pontos positivos da dieta dos 2 dias são que, por ser uma dieta a curto prazo, há mais motivação para segui-la até o final, diferente das dietas que duram semanas. Esse pequeno período de tempo ainda consegue dar um descanso para o sistema digestivo. Outros benefícios que ainda estão em estudo alegam que essa dieta pode reduzir os riscos de que se desenvolvam diabetes do tipo 2 e que a dieta também melhora o sistema cognitivo e ajuda a prevenir uma série de doenças mentais.

Além disso, o fato é que a dieta dos 2 dias é fácil de se seguir e enquadra-se em qualquer estilo de vida.

Os contras da dieta

O principal contraponto da dieta é que pode ocorrer, depois dos dois dias de restrições, comilanças e exageros que estragam os esforços dos dias anteriores. Além disso, podem ocorrer mudanças grandes de humor devido a esse contraste de poucos dias de dieta restrita e outros de liberdade na alimentação.

Alguns efeitos colaterais podem surgir com essa dieta, como por exemplo: dificuldade para dormir, má respiração, desidratação e ansiedade. Algumas pessoas ficam tontas, têm mal-estar ou até mesmo desmaiam. Alguns nutricionistas alertam que diabéticos não devem seguir esse tipo de dieta.

Como essa dieta é muito restrita, podem faltar alguns minerais essenciais e nutrientes que o corpo precisa.

Cardápio

Café da Manhã:

  • Opção 1: 2 unidades de biscoito cream cracker, 2 pontas de faca de requeijão, 1 xícara de chá de café com leite;
  • Opção 2: 1 fatia de pão light, 1 polenguinho light, 1 copo 200mL de leite desnatado com 1 col sopa de nescau light;
  • Opção 3: 2 torradas, 2 fatias de queijo-de-minas finas, 1 copo de iogurte desnatado com 0% de gordura;
  • Opção 4: 1 pão francês sem miolo, 1 fatia de queijo mussarela light, 1 xícara de café de cappuccino light.

Lanche da Manhã:

  • Opção 1: 1 maçã;
  • Opção 2: 1 banana;
  • Opção 3: 2 fatias de abacaxi;
  • Opção 4: 1 xícara de chá de mamão picadinho.

Almoço:

  • Opção 1: Salada de alface, tomate e cebola à vontade somente com 1 fio de azeite, 2 colher sopa de arroz, 2 colheres sopa de feijão-preto, 1 filé (60 g) de frango grelhado;
  • Opção 2: salada de cenoura e beterraba raladas, alface crespa e tomate em rodelas à vontade, 1 colher sopa de purê de batata, 2 colheres sopa de grão-de-bico, 1 filé (60 g) de peixe grelhado com molho de ervas finas,shoyu ou aspargos;
  • Opção 3: Salada de brócolis, agrião e tomate cereja à vontade, 1 colher sopa de farofa simples, 1 fatia de carne assada, 1 colher sopa de arroz com ervilha;
  • Opção 4: salada de rúcula, tomate seco, nirá e cogumelos à vontade, 1 colher sopa de purê de inhame, 1her col sopa de arroz com lentilha, 1 coxa de frango assada sem pele.

Café da Tarde:

  • Opção 1: 1 barra de cereal, 1 copo 200mL de chá verde gelado;
  • Opção 2: 1 pacote de Club Social integral, 1 xícara de chá-mate diet;
  • Opção 3: 5 unidades de biscoito maisena, 1 xícara de café com adoçante;
  • Opção 4: 1 barra de cereal, 1 copo 200mL de cappuccino light.

Jantar:

  • Opção 1: 1 envelope individual de creme de milho, 2 colheres sopa de carne moída, salada de alface e tomate à vontade;
  • Opção 2: 1 sopinha de envelope individual de queijo, 1 colher sopa de atum com salada de agrião e rúcula;
  • Opção 3: 1 sopinha de galinha,1 ovo cozido, salada verde à vontade;
  • Opção 4: 1 sopa individual de caldo de feijão com macarrãozinho, 2 almôndegas, salada verde à vontade.

Ceia:

  • Opção 1: 1 pote de gelatina diet natural com ½ copo de iogurte natural com mel;
  • Opção 2: 1 copo de iogurte 0% de gordura; Opção 3: 1 Yakult; Opção 4: 1 maçã com 1 fatia de queijo prato light.

Dicas

Caso você seja uma pessoa que sofre com dores de cabeça constantes, faça questão de beber cerca de 2 litros de água por dia e de comer todas as frutas, vegetais e proteínas do cardápio. As dores de cabeça podem ser associadas à falta de cafeína que a dieta exige.

Algumas comidas devem ser evitadas durante a dieta dos 2 dias. Algumas delas são: carnes gordurosas, peixes ricos em mercúrio, óleo de coco, castanhas, leite integral, queijos gordurosos, leite de arroz ou de aveia, frutas com muito açúcar e sucos, legumes ricos em carboidratos, amido, doces, alimentos processados e álcool.

Você acredita que conseguiria passar pela dieta dos 2 dias tranquilamente? Conhece alguém que tenha a adotado e obtido bons resultados? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (56 votos, média: 3,73 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

6 comentários em “A Dieta dos 2 Dias – Como Funciona, Cardápio e Dicas”

  1. Boa Tarde .
    Esta lendo sobre a dieta de 2 dias , gostei . Mais la não fala qual é a perca de peso estimavel ? Gostaria de saber .

  2. Boa Tarde .
    Esta lendo sobre a dieta de 2 dias , gostei . Mais la não fala qual é a perca de peso estimavel ? Gostaria de saber .