Benefícios do cogumelo reishi (ganoderma) e receitas

Especialista da área:
atualizado em 09/03/2021

Veja quais sãos os 6 benefícios do cogumelo reishi com dicas e receitas para que você possa inseri-lo em sua dieta.

  Continua Depois da Publicidade  

Os cogumelos reishi, também conhecidos como Ganoderma, devido ao seu nome científico Ganoderma lucidum, estão entre os vários cogumelos medicinais usados há centenas de anos, principalmente nos países asiáticos, para o tratamento de infecções.

Também conhecido como cogumelo da imortalidade, ele tem sido recentemente utilizado no tratamento de doenças pulmonares e até no câncer.

Esse cogumelo oferece uma variedade de benefícios potenciais à saúde, mas a sua segurança foi recentemente questionada.

O que é o cogumelo reishi

O cogumelo reishi (ganoderma) é um fungo que cresce em vários locais quentes e úmidos na Ásia e por muitos anos tem sido um item básico na medicina tradicional chinesa.

Algumas pessoas dizem que ele tem um sabor amargo, “forte” e “amadeirado”. Por outro lado, o cogumelo reishi contém substâncias que parecem ter uma variedade de efeitos potencialmente benéficos. Veja então quais são os principais benefícios do cogumelo reishi!

Benefícios do cogumelo reishi

Os três primeiros benefícios do cogumelo reishi são cientificamente estudados e apoiados por evidências cientificas mais fortes, enquanto o apoio aos seguintes é menos conclusivo.

1. Propriedades anticâncer

Um relatório de vários estudos indicou que o cogumelo reishi pode afetar beneficamente pacientes com câncer e os benefícios incluíam o aumento da atividade dos glóbulos brancos do corpo, que ajudam a combater o câncer e a melhorar a qualidade de vida de pacientes.

No entanto, os pesquisadores afirmam que o reishi deve ser administrado em combinação com o tratamento tradicional e não substituí-lo.

Além disso, ainda são necessárias mais pesquisas para confirmar todos os benefícios.

  Continua Depois da Publicidade  

2. Impulsiona o sistema imunológico

Embora alguns detalhes ainda sejam incertos, estudos mostraram que este tipo de cogumelo pode afetar os genes nos glóbulos brancos. Além disso, esses estudos descobriram que algumas formas do cogumelo podem alterar as vias de inflamação nos glóbulos brancos.

No geral, é claro que um dos efeitos mais importantes do cogumelo reishi é que ele pode melhorar o seu sistema imunológico, mas são necessárias mais pesquisas para determinar a extensão dos benefícios para os saudáveis ​​e para os doentes.

3. Combate a depressão e a fadiga

Um estudo descobriu que o uso do suplemento de cogumelo reishi reduziu a fadiga e melhorou o bem-estar nos participantes.

Além disso, as pessoas que participaram deste estudo também experimentaram menos ansiedade e depressão.

4. Propriedades antioxidantes

Muitos afirmam que o cogumelo reishi é eficaz para prevenir danos às células.

No entanto, vários estudos não encontraram alterações nos níveis de duas importantes enzimas antioxidantes no sangue após consumir o cogumelo por cerca de 4 a 12 semanas.

5. Pode ajudar a controlar o açúcar no sangue

Vários estudos indicaram que as moléculas encontradas no cogumelo reishi podem diminuir os níveis de açúcar no sangue em animais.

Algumas pesquisas preliminares realizadas em humanos relataram achados semelhantes, mas a maioria das pesquisas não apoiou esse benefício. Por isso, mais pesquisas são necessárias.

  Continua Depois da Publicidade  

6. Benefícios para a saúde do coração

Por fim, um estudo mostrou que o cogumelo reishi pode aumentar o “bom” colesterol, o HDL, e diminuir os triglicerídeos. No entanto, outras pesquisas em adultos saudáveis ​​não mostraram melhora nesses fatores de risco para doenças cardíacas.

Além disso, uma grande análise não demonstrou efeitos benéficos para a saúde do coração após o exame de cinco estudos diferentes. Por isso, são necessárias mais pesquisas.

Receitas com cogumelo reishi

O reishi é cultivado e vendido como alimento, mas pode ser duro e amargo. Por isso, quando tomado por motivos de saúde, geralmente é seco ou tomado como um extrato líquido, em cápsulas ou em pó.

Mas ele também pode ser adicionado às mais diversas receitas!

1. Cappuccino Reishi

Ingredientes:

  • 250 ml de chá de reishi ou 1 sache de reishi em pó dissolvido em 1 xícara (250 ml) de água;
  • 125 ml de leite de amêndoa ou leite de coco;
  • 15 ml de mel ou a gosto;
  • 15 ml de cacau em pó;
  • 10 ml de óleo de coco ou ghee.

Modo de preparo:

Coloque todos os ingredientes em um liquidificador de alta velocidade e bata até ficar uma mistura homogênea.

2. Pho Vegano de cogumelo reishi

Ingredientes:

  • 1 cebola grande, descascada e cortada ao meio;
  • 1 pedaço grande de gengibre cortado ao meio (cerca de 7 centímetros);
  • 4 shiitakes secos e 1 cogumelo reishi;
  • 1 litro de caldo de legumes;
  • 2 estrelas de anis;
  • 1 pau de canela;
  • 5 cravos;
  • 2 vagens de cardamomo;
  • 2 colheres de chá de molho de soja;
  • 1 colher de sopa de pasta de missô branco;
  • 2 colheres de chá de açúcar de coco;
  • Bok-choy ou qualquer vegetal que você goste;
  • Cebolinha picada.

Modo de preparo:

Coloque a cebola e o gengibre virados para baixo em uma assadeira e cozinhe no forno por cerca de 10 a 15 minutos até ficarem tostados.

Então, adicione a cebola, o gengibre, anis estrelado, cravo, cardamomo, pau de canela, shiitake e o cogumelo reishi em uma panela em fogo médio-alto e deixe por cerca de 2 a 3 minutos até você começar a sentir o perfume desses alimentos.

Em seguida, adicione o caldo de legumes, a pasta de missô, molho de soja e açúcar de coco e deixe ferver por 1 minuto.

Reduza então o fogo para baixo, tampe e deixe ferver por 20 minutos.

Coe a sopa para remover todos os temperos, adicione as cebolinhas picadas, o bok-choy ou os legumes de sua escolha e deixe cozinhar no caldo em fogo médio por 2 a 3 minutos até ficarem macios.

Por fim, sirva com macarrão de arroz, broto de feijão e o que quiser!

3. Granola medicinal de cogumelos sem óleo, sem glúten e vegana

Ingredientes:

  • ½ colher de chá de pó de cogumelo reishi;
  • 1 colher de chá de pó de cogumelo chaga;
  • 2 xícaras de aveia em flocos (se necessário, sem glúten);
  • ¼ xícara de sementes de abóbora;
  • ¼ xícara de linhaça;
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha;
  • 1,5 colher de chá de pó de baunilha;
  • ¼ colher de chá de sal;
  • 1 colher de sopa de canela em pó;
  • ¼ xícara de xarope de arroz integral;
  • ¼ xícara de xarope de bordo.

Modo de preparo:

Primeiramente, preaqueça o forno a 150ºC e forre uma assadeira grande com papel manteiga. Então, em uma tigela grande, adicione todos os ingredientes secos e misture bem.

Em seguida, em uma panela pequena, adicione o xarope de arroz integral, o xarope de bordo e o extrato de baunilha. Aqueça então em fogo baixo a médio até que os xaropes e o extrato estejam totalmente derretidos e misturados.

Despeje a mistura de xarope sobre os ingredientes secos e misture bem. Então, espalhe a granola uniformemente sobre a assadeira forrada, coloque no forno pré-aquecido e asse por 20 minutos.

Gire a forma 180º e asse por mais 20 minutos ou até dourar de acordo com o seu gosto.

Se você quiser uma granola não tão solta, não mexa a granola enquanto estiver assando!

Por fim, após o cozimento da granola, retire a forma do forno e deixe esfriar antes de servir ou mover a granola para um recipiente hermético.

Dosagem

Extrato de cogumelos

Ao contrário de alguns alimentos ou suplementos, a dose de cogumelo reishi pode variar muito de acordo com o tipo usado.

As doses mais altas são vistas quando se consome o próprio cogumelo, podendo variar de 25 a 100 gramas, dependendo do tamanho do mesmo.

Geralmente, é usado um extrato seco do cogumelo, e nesses casos, a dose é aproximadamente 10 vezes menor do que quando o próprio cogumelo é consumido.

Por exemplo, 50 gramas do próprio cogumelo reishi podem ser comparáveis ​​a aproximadamente 5 gramas do extrato. As doses do extrato de cogumelo variam, mas geralmente ficam entre aproximadamente 1,5 a 9 gramas por dia.

Além disso, alguns suplementos usam apenas certas porções do extrato, podendo ser muito inferiores aos valores relatados acima.

Efeitos colaterais e riscos

Quando usado por três a seis meses, o cogumelo reishi pode causar como efeito colateral uma reação alérgica associada à secura na garganta, na boca e nas vias nasais.

Além disso, também pode causar:

  • Tontura;
  • Coceira e erupção cutânea;
  • Dores de cabeça e de estômago;
  • Sangramento nasal;
  • Fezes sangrentas.

Em relação aos riscos, tomar o cogumelo reishi pode ser mais arriscado se você tiver pressão baixa ou estiver fazendo tratamento para aumentar sua pressão arterial, estiver tomando remédio para diabetes ou tiver distúrbios ou medicamentos no sistema imunológico.

Além disso, evite usar o cogumelo se estiver grávida ou amamentando, pois não há estudos suficientes sobre sua segurança nessas circunstâncias.

Informe o seu médico sobre quaisquer suplementos que você esteja tomando, mesmo que sejam naturais, para que ele possa verificar os possíveis efeitos colaterais ou interações com medicamentos ou alimentos.

Fontes e Referências Adicionais

O que você achou dos benefícios do cogumelo Reishi? Pretende experimentar e incluir na dieta? Comente então abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário