Chá de Mastruz – Para Que Serve e Como Fazer

Com folhas alongadas e de coloração verde-escura, flores pequenas e esbranquiçadas e um cheiro forte, o mastruz é uma planta que também pode ser conhecida pelos nomes de erva de santa maria, lombrigueira, quenopódio, ambrósia, mentruz, mastruço, menstruço, erva-formigueira, erva mata-pulgas, chá-do-méxico e uzaidela.

A origem da planta é a América Central e a América do Sul, porém, ela pode ser encontrada na forma silvestre ou cultivada em diversas partes do mundo.

Vamos falar sobre as utilidades que o chá de mastruz pode trazer e aprender como preparar a bebida, mas também vamos conhecer os perigos e os cuidados que o consumo do chá de mastruz exige. Vamos nessa?

Para que serve o chá de mastruz?

1. Ação anti-helmíntica

A dissertação de mestrado “Estudo farmacognóstico de Chenopodium ambrosioides L. (Chenopodiaceae)”, do ano de 2013 e de autoria de Rafaela Damasceno Sá, pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), informa que o mastruz é uma planta amplamente distribuída no Brasil, que é muito utilizada como um anti-helmíntico.

Mas o que é um anti-helmíntico? Trata-se de uma substância utilizada no combate aos vermes intestinais. Entretanto, o trabalhou explicou que essa propriedade da planta é atribuída ao monoterpeno ascaridol, encontrado no óleo essencial do mastruz.

Damasceno também alertou em sua dissertação que existem registros de acidentes fatais, decorrentes da ingestão de altas doses do óleo essencial da planta.

Portanto, se você sofre com vermes intestinais, só utilize o chá de mastruz neste sentido depois que consultar o médico e nada de abandonar o tratamento prescrito por ele pelo uso exclusivo da planta, ok?

2. Efeito antioxidante

A dissertação de mestrado de autoria de Jéssica Maria Melo de Almeida pela Universidade Estadual da Paraíba – (UEPB) estudou o potencial antioxidante do extrato de mastruz.

A conclusão registrada no trabalho foi que o extrato etanólico das folhas de mastruz demonstrou ser um potente antioxidante. Entretanto, não temos como ter certeza que esse extrato está disponível no chá de mastruz.

3. Outros usos

O trabalho da então mestranda Jéssica Maria Melo de Almeida citou ainda que a literatura revela indicações da planta mastruz como fungicida (combate aos fungos), bactericida (combate às bactérias), expectorante, imunoestimulatória, cicatrizante e para o tratamento de doenças pulmonares, para distúrbios intestinais.

No entanto, ao abordar isso, a autora fala da planta e não especificamente do chá de mastruz em si. Portanto, consulte o médico antes de utilizar o chá para qualquer um desses usos, como forma de ter certeza que a bebida pode ajudar (e não prejudicar) o seu caso em particular e não deixe de seguir as outras orientações passadas pelo profissional a respeito do tratamento em questão.

O chá de mastruz aborta?

De acordo com o que encontramos, sim, o chá de mastruz é abortivo e, portanto, a bebida é contraindicada para mulheres que estejam grávidas. Um dos efeitos colaterais relatados a respeito do consumo exagerado da planta foi o aborto.

No mesmo sentido, o mastruz é dotado de propriedades que podem alterar a contratilidade dos músculos do corpo, resultando em um efeito abortivo, e, por conta disso, a planta não é indicada para as gestantes.

Planta pode ser tóxica

O mastruz é uma planta medicinal que pode ser tóxica e, portanto, é necessário consultar o médico para saber em que dosagem a erva pode ser utilizada com segurança.

Além disso, como falado acima, a dissertação de mestrado de Rafaela Damasceno Sá pela UFPE destacou que o uso de dosagens elevadas do óleo essencial do mastruz registrou mortes.

Como fazer – Receitas de chá de mastruz

1. Chá de mastruz

Ingredientes:

  • 1 litro de água;
  • 3 ramos de mastruz.

Modo de preparo:

Levar a água e os ramos de mastruz ao fogo para ferver; Depois que ferver, tampar e deixar abafar. Quando o chá atingir uma temperatura agradável, coar, adoçar (se achar necessário) e servir-se imediatamente.

O ideal é tomar o chá logo após o seu preparo (não necessariamente tomar todo o conteúdo preparado de uma vez, dosagens elevadas podem fazer mal, fique atento a isso), antes que o oxigênio do ar destrua os seus compostos ativos. Segundo estudos, um chá costuma preservar substâncias importantes até 24 horas depois do preparo, porém, depois desse período, as perdas são consideráveis.

Certifique-se ainda de que os ingredientes que você utilizar no preparo do seu chá de mastruz sejam de boa qualidade, de boa procedência, estejam bem limpinhos e higienizados e que não tenham a adição de nenhuma substância ou produto que possa prejudicar a sua saúde. Além disso, ao comprar a planta, confirme que realmente se trata do mastruz.

2. Chá de mastruz com leite

Na verdade, a receita não é um chá, mas sim uma vitamina, já que não é o chá que é batido com o leite, mas sim os raminhos de mastruz, que também são o ingrediente principal do chá. Confira como o chá de mastruz com leite pode ser preparado:

Ingredientes:

  • 1 litro de leite;
  • 3 ramos de mastruz;
  • Açúcar a gosto.

Modo de preparo:

Juntar todos os ingredientes no liquidificador; Bater, passar a bebida para uma jarra e servir-se.

Cuidados com o chá de mastruz

O chá de mastruz não pode ser ingerido por crianças com menos de dois anos de idade. Por conta dessa recomendação, entende-se que o mais seguro para as mulheres que estejam amamentando é consultar o médico para saber se podem tomar a bebida.

A utilização excessiva da planta mastruz já foi associada a efeitos colaterais como dor de cabeça, vômito, palpitação, danos ao fígado, irritação na pele e nas mucosas, transtornos visuais e náuseas.

Ao sofrer qualquer reação adversa ao tomar o chá de mastruz, procure rapidamente a ajuda médica, mesmo que o sintoma não pareça grave, para confirmar se o caso é sério ou não e receber o tratamento adequado, se for necessário.

Para ter segurança em relação ao consumo da bebida, é fundamental consultar o médico antes de começar a tomá-la para qualquer fim. Isso serve para saber se o chá é realmente indicado para você, se não pode te fazer mal e por quanto tempo a bebida pode ser consumida.

Lembramos ainda que mesmo as plantas medicinais podem causar efeitos colaterais, ser contraindicadas para algumas pessoas, interagir negativamente no corpo com medicamentos, suplementos ou outras ervas e causar danos em decorrência da ingestão inadequada ou além da conta.

A recomendação de procurar o médico antes de tomar a bebida é importante para todos, especialmente para crianças (mesmo com mais de dois anos), adolescentes, idosos e pessoas que sofrem com alguma doença ou condição específica de saúde.

Você já tinha ouvido falar e já experimentou o chá de mastruz alguma vez? Pretende aprender como fazer e aproveitar seus benefícios? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (25 votos, média: 4,48 de 5)
Loading...

Deixe um comentário