Como tirar espinha da garganta – Cuidados e o que não fazer

Especialista da área:
atualizado em 18/01/2021

Ficou com uma espinha presa na garganta? Então, saiba como tirar espinha da garganta de forma eficaz e segura.

  Continua Depois da Publicidade  

Mastigar e engolir os alimentos é um processo bastante complexo. Isso fica ainda mais difícil quando se tem alimentos com espinhas no prato.

O ideal é remover as espinhas antes de colocar alimentos como peixes na boca, mas às vezes esse processo falha. Como resultado, você pode acabar engolindo uma espinha ou prendendo a espinha na garganta.

Aliás, se a sua garganta ficar irritada ou dolorida após a remoção da espinha, procure por chás ou remédios para aliviar a dor de garganta.

Quando a espinha é bem pequena, o próprio corpo faz o trabalho de empurrá-la para fora sem causar nenhum dano. Porém, se a espinha for maior, podem ocorrer complicações como lesão ou infecção na garganta.

Sendo assim, se você tiver uma espinha grande presa na garganta, será preciso removê-la.

Um peixe que costuma ter muita espinha é a sardinha. Além de conferir como tirar espinha da garganta, confira um vídeo da nossa nutricionista explicando se sardinha engorda ou emagrece:

Como tirar espinha da garganta

mulher com dor na garganta

Em primeiro lugar, verifique como está a sua respiração. Se houver dificuldade para respirar, vá imediatamente para o pronto socorro.

Por outro lado, se a espinha é pequena e está incomodando, mas você está respirando normalmente, tente as dicas abaixo para saber como tirar espinha da garganta.

1. Tussa para expelir a espinha de peixe

Tossir pode ajudar a desengasgar. Isso porque a maioria das espinhas fica presa na parte de trás da garganta, bem ao redor das amígdalas. Assim, tossir bem forte pode ser o único esforço exigido para tirar a espinha dali.

  Continua Depois da Publicidade  

Se isso te ajudar, tussa bem forte algumas vezes e observe se a espinha se solta. Mas, se você sentir que a espinha está rasgando na garganta ao invés de sair, pare de tossir a fim de evitar lesões e tente a próxima dica.

2. Coma banana, marshmallow ou arroz

Se a espinha for pequena ou média, você pode tentar engolir de vez. Para isso, coma um alimento macio como uma banana. Ou tente comer um pedaço de marshmallow ou ainda uma colher de arroz.

Isso porque alimentos como esses criam uma massa úmida que pode envolver a espinha e fazer com que ela desça o resto do caminho para ser digerida.

Porém, ao invés de mastigar muito, tente engolir o alimento assim que já estiver úmido o suficiente para passar pela garganta.

3. Consuma azeite ou manteiga

Às vezes, é preciso lubrificar um pouco a garganta para que a espinha se solte. 

Por isso, tomar uma colher de sopa de azeite ou de manteiga pode ajudar a tossir e cuspir a espinha ou a engolir a espinha com mais facilidade.

4. Tome uma bebida gaseificada

Pode ser um refrigerante, água com gás, ou até um remédio para gases como a simeticona. Essas bebidas funcionam porque ajudam a desalojar alimentos presos por causa do dióxido de carbono.

Acredita-se que tanto o dióxido de carbono quanto a simeticona aumentam a produção de gases, o que eleva a pressão no esôfago e ajuda a descer o alimento preso na garganta.

  Continua Depois da Publicidade  

5. Coma pão com água

Molhar um pedaço de pão na água é aquela dica que quase todo mundo conhece. O grande truque é umedecer o pão e engolir o pedaço inteiro, sem mastigar.

Outra ideia consiste em comer um pedaço de pão com pasta de amendoim para ajudar a descer a espinha.

6. Tome vinagre

Dilua 2 colheres de sopa de vinagre em um copo de água e beba. É provável que a acidez do vinagre ajude a desintegrar a espinha, deixando-a mais macia e mais fácil de desprender da garganta.

Cuidados e o que não fazer

peixe com espinhas

Nunca use os dedos ou qualquer objeto para tentar retirar uma espinha de peixe da garganta, principalmente quando você não consegue vê-la com clareza.

A saber, se alguém estiver engasgado com uma espinha, não tente a manobra de Heimlich, um procedimento rápido e conhecido de primeiros socorros para tratar asfixia, pois isso pode causar ainda mais problemas.

Caso você tente tirar a espinha e não consiga, procure um profissional da saúde para te ajudar. Aliás, procure ajuda imediata se observar sintomas como:

  • Dor muito forte;
  • Dificuldade para respirar;
  • Sangramento.

Além disso, se mesmo respirando bem você não se sente seguro para tentar os métodos descritos aqui, vá até o médico, pois lá ele terá os instrumentos corretos para fazer a remoção da espinha com toda a segurança.

De acordo com um estudo publicado em 2008 na revista Canadian Journal of Gastroenterology, é importante ir ao médico em até 12 horas após a espinha ficar presa para diminuir o risco de danos e facilitar a sua extração.

Às vezes, pode ser necessário fazer uma pequena cirurgia para retirar a espinha de peixe presa na garganta. Por outro lado, há casos em que você não precisa fazer nada que a espinha vai se soltar sozinha ao longo do dia.

Fontes e Referências Adicionais

Você já ficou com uma espinha presa na garganta? O que fez para conseguir tirar? Comente aqui!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário