Devo ir ao cinema durante a pandemia?

Especialista:
atualizado em 21/09/2020

Desde que a pandemia do novo coronavírus começou, precisamos parar de participar de muitas atividades que envolvem aglomerações de pessoas em ambientes fechados. Uma delas é ir ao cinema para assistir à estreia dos filmes favoritos.

Com a flexibilização da quarentena no país e a reabertura de comércios e estabelecimentos, alguns se perguntam se não é hora de retornar aos cinemas.

Quando os cinemas da sua cidade reabrirem, você deve considerar os riscos de ir ao cinema, antes de decidir comparecer ou não. Até porque a pandemia de COVID-19 não acabou e nem está sob controle. Além disso, não há um remédio ou vacina com comprovação contra a doença.

O modo de transmissão da doença

Quando pensamos nos riscos de ir ao cinema durante a pandemia, não podemos ignorar o modo de transmissão da doença, alertou a médica Vinisha Amin. Isto é, por meio de gotículas respiratórias que uma pessoa expele ao falar, tossir, espirrar e até rir.

Quando as pessoas tirarem suas máscaras faciais na sala de cinema para comer ou beber, conversar ou rir, as chances de transmissão da COVID-19 aumentarão.

Conforme a médica, a partir de um ponto de vista médico, considera-se ir ao cinema uma atividade de alto risco, que pode colocar um número mais alto de pessoas em chances de contrair o novo coronavírus.

Controle é difícil

Pipoca no cinema

A decisão de reabrir os cinemas em determinada localidade depende dos números do novo coronavírus cidade em questão.

Mas quando se trata de cinemas, o controle ainda é bem desafiador, explicou a chefe da divisão de doenças infecciosas e diretora médica de prevenção de infecções, Supriya Narasimhan.

Não é possível conferir o endereço de uma pessoa e evitar que moradores de áreas com índices altos de COVID-19 frequentem os cinemas de regiões com números baixos da doença.

Inclusive, a chefe de divisão de doenças infecciosas está na expectativa para assistir Mulher Maravilha 1984. Entretanto, Narasimham contou que vai esperar o filme chegar às plataformas de streaming para assistir em casa.

Alternativas

No lugar de comparecer ao cinema, Amin aconselha fazer uma noite de filmes com a família próxima em casa.

Já para a professora assistente de enfermagem da Universidade Maryville nos Estados Unidos, Mariea Snell, os cinemas drive ins são outra opção. Eles permitem ter a experiência de ir ao cinema com segurança, argumentou Snell.

Ela afirmou que quando uma pessoa fica ao ar livre e a dois metros ou mais de distância dos outros, suas chances de não pegar COVID-19 melhoram. Entretanto, Snell também avisou que nada é livre de risco durante este tempo de pandemia.

Quando será seguro ir ao cinema?

Conforme o pneumologista e médico de cuidados intensivos Chaitanya Mandapakala, se atingirá o máximo de segurança nos cinemas apenas quando uma vacina contra a COVID-19 estiver disponível.

Para quem resolver retornar antes aos cinemas, o conselho é rejeitar aqueles que apenas seguem o mínimo das medidas de proteção contra a COVID-19.

Você pensa em ir ao cinema quando a reabertura for permitida na sua cidade? Quais cuidados pretende tomar? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário