A Dieta do Miojo – Como Funciona, Cardápio e Dicas

Especialista:
atualizado em 20/12/2019

Provavelmente você já deve ter ouvido falar de diversas dietas que prometem a boa forma, não é mesmo? E com tantas possibilidades, não é difícil se sentir um tanto quanto confuso em relação a qual programa alimentar pode ser o mais efetivo para o seu caso.

É por isso que antes de se decidir, é importante conhecer como funciona o método em questão. Vamos falar abaixo sobre um desses programas alimentares, a dieta do miojo, e conhecer como funciona o programa alimentar e que cardápio é recomendado.

Como funciona a dieta do miojo (Primeira versão) 

A dieta do miojo consiste em incluir o macarrão instantâneo ao cardápio das refeições, porém, sem utilizar o tempero que acompanha o produto. Isso porque enquanto o consumo diário adequado de sal é de 5 g, somente nesses temperos prontos é possível encontrar 4 g de sal.

O excesso de sal no organismo está associado a problemas como doenças cardiovasculares, hipertensão arterial, pedras nos rins, insuficiência renal, aumento das doenças autoimunes, agravamento da osteoporose e aceleração do envelhecimento.

Entretanto, engana-se quem pensa que a dieta do miojo consiste em consumir o macarrão instantâneo o tempo todo. O programa alimentar também prega a inclusão de legumes, frutas e verduras com maior frequência no cardápio. Assim, o usuário não sofre com a carência de vitaminas e minerais.

Além disso, é necessário cortar doces, refrigerantes, salgadinhos e biscoitos do cardápio e evitar o consumo de embutidos como mortadela e salsicha. Outra diretriz da dieta do miojo é manter carnes brancas e vermelhas nas refeições e não substituí-las por ovos mais do que três vezes por semana, pois o ferro da gema não é absorvido com facilidade pelo organismo.

A ingestão de água também é importante para a dieta do miojo, que indica o consumo de, pelo menos, dois litros de água diariamente. As refeições devem ser equilibradas e realizadas de três em três horas.

Recomenda-se também que o cardápio jantar da dieta do miojo traga uma quantidade de calorias menor que o cardápio do almoço. 

O miojo milagroso (Segunda versão)

Outra versão da dieta do miojo leva o chamado miojo milagroso, uma espécie de macarrão feito a partir da konjac, uma planta medicinal originária do Japão e da Indonésia.

A planta que dá origem ao miojo milagroso é parecida com uma batata, porém, não traz os mesmos carboidratos, proteínas e calorias que são encontrados no vegetal. A sua raiz é composta por água e fibras e ao misturar a sua farinha com água e hidróxido de cálcio, ferver e esperar esfriar até que ele solidifique na forma de um macarrão é que se obtém o miojo.

O macarrão milagroso é vendido em sacos de plástico junto com sua água por se tratar de um produto delicado.

Além da perda de peso, a promessa é que o macarrão konjac, como ele também é chamado, reduz os níveis do colesterol e auxilia o controle das taxas de açúcar no sangue, o que é especialmente positivo para pessoas que têm diabetes.

Características do miojo milagroso 

Apreciado pelos asiáticos há dois mil anos, o alimento é composto por fibras solúveis e não possui nenhum teor de açúcar ou amido. Ele também não traz glúten ou trigo, o que o torna uma opção para pessoas que sofrem com condições que impossibilitam a ingestão de glúten.

Em aproximadamente 115 g do macarrão existem 10 calorias! Seu armazenamento pode ser feito durante um ano, em temperatura ambiente, sem a necessidade de refrigeração. O aspecto do alimento é gelatinoso e ele não tem sabor próprio, o que significa que ele absorve sabores de outros alimentos com os quais for preparado.

No entanto, há uma má notícia para quem imagina que com o miojo milagroso dá para obter um substituto perfeito para o tradicional macarrão. É que ele é mais pegajoso e já vem cozido, o que impede o consumidor de escolher o ponto de seu prato.

O glucomanano (Glucomannan) 

Pode-se dizer que a fibra solúvel chamada de glucomanano, ou glucomannan, é o segredo para que o macarrão konjac contribua com a perda de peso.

Essa substância possui uma grande capacidade de retenção de água e desacelera a passagem dos alimentos pelo trato digestivo depois que eles são consumidos. Isso promove uma sensação de saciedade que faz com que o organismo se sinta cheio por mais tempo, o que ajuda a controlar o apetite e diminui a ingestão calórica.

Prova de que essa fibra realmente pode contribuir com o processo de emagrecimento é uma pesquisa feita com 50 pessoas que mostrou que os participantes que ingeriram duas cápsulas que continham o composto acompanhadas de um copo de água antes das refeições experimentaram uma pequena perda de peso.

Porém, é importante ressaltar que não foi feito um acompanhamento para saber se os efeitos são de longo prazo.

A dieta do miojo milagroso 

Para obter os benefícios do glucamanano é necessário consumir 3 g da fibra por dia. O macarrão konjac possui 6 g da substância, mas ainda não existem evidências de que ele traz o mesmo efeito que a cápsula com a substância.

De qualquer maneira, somente o baixo teor calórico e a reduzida quantidade de calorias que o produto traz são boas notícias para quem deseja emagrecer. Isso porque diminuir o consumo calórico é uma das chaves para perder peso, e ao substituir 100 g do macarrão comum, que traz 157 calorias, por 115 g do miojo, que possui 10 calorias, há um corte de 147 calorias.

Além disso, ao cortar a quantidade de carboidratos ingeridos na dieta, também evita-se que ocorra o acúmulo de gorduras no corpo, algo que poderia ocorrer com as quase 43 g do nutriente, presentes em 100 g do macarrão tradicional. O miojo milagroso é pobre em carboidratos.

Por outro lado, comer o miojo milagroso não é garantia de emagrecimento. Por mais que seu nome indique isso, nenhum produto ou alimento é capaz de fazer milagres e causar a perda de peso em um passe de mágica. Para alcançar o objetivo, ainda é necessário praticar atividades físicas com frequência e seguir uma dieta equilibrada e balanceada.

Sobre esse último tópico é importante ressaltar que como o macarrão konjac não fornece tantos nutrientes, não dá para basear a alimentação nele. É importante combiná-lo com outras comidas que forneçam as vitaminas e minerais que o corpo precisa para funcionar bem. E também não dá para esquecer os carboidratos, que são necessários para a obtenção de energia e para não causar problemas à boa forma, devem ser consumidos a partir de fontes nutritivas e na versão de absorção lenta.

Cardápio da dieta do miojo 

Confira abaixo um modelo de cardápio da dieta do miojo que leva tanto o macarrão instantâneo convencional quanto o macarrão konjac:

  • Café da manhã: 1 xícara de chá de café com leite desnatado, 1 fatia de pão integral com pasta de soja e 1 copo de vitamina com maçã, laranja, couve e aveia.
  • Lanche da manhã: 3 castanhas-do-pará, 2 amêndoas e 3 ameixas secas. 
  • Almoço: 1 miojo light do sabor de sua preferência sem tempero, 2 colheres de sopa de macarrão konjac com queijo de soja, 1 concha de feijão com folhas de couve-flor, 1 filé de atum, 1 prato de salada de folhas e tomate e 2 kiwis.
  • Lanche da tarde: 1 copo de vitamina feito com 1 fatia de mamão formosa e 1 colher de sopa de farelo de aveia e 2 torradas integrais com queijo minas.
  • Jantar: 1 miojo light do sabor de sua preferência sem tempero, 1 prato fundo de salada de brotos de uvas-passas com macarrão konjac cozido com molho de soja, 2 colheres de sopa de purê de inhame, 4 almôndegas de soja com legumes e molho de tomate e 1 damasco seco.
  • Ceia: 1 pera.

Atenção

Antes de seguir esse cardápio, submeta-o à avaliação de um médico e de um nutricionista para se certificar de que ele é adequado para a sua saúde. Até porque, como você verá no tópico a seguir, o consumo do miojo convencional exige cuidados por trazer perigos à saúde.

Cuidados

Antes de adotar a dieta do miojo ou qualquer tipo de programa alimentar, é fundamental certificar-se de que ele preserva a saúde do seu organismo e é capaz de fornecer os nutrientes que o corpo necessita para funcionar direitinho.

Para ter certeza disso, a melhor saída é contar com a ajuda de um bom nutricionista que ajudará a identificar qual a melhor dieta para o seu caso, levando em consideração não somente os seus objetivos em relação à perda de peso como também o bom estado da sua saúde.

Isso é especialmente importante quando falamos do miojo tradicional (não o milagroso) que é pobre em nutrientes, rico em calorias – contém cerca de 370 calorias por pacote na versão normal e aproximadamente 250 na versão light –, sódio e gorduras, além de possuir conservantes, aditivos, corantes artificiais e aromatizantes.

Uma reportagem de 2014 do The Washington Post mostrou que um estudo sul-coreano identificou que o macarrão instantâneo pode estar associado ao aumento do risco de desenvolvimento da síndrome metabólica.

A condição é classificada como um conjunto de doenças como obesidade com aumento da cintura abdominal, pressão alta e alterações nos níveis de triglicerídeos, colesterol e glicemia. Quando associados, esses problemas levam ao crescimento do risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

O que você achou do cardápio e de como funciona a dieta do miojo? Tentaria fazer essa dieta para emagrecer? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (11 votos, média: 3,64 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário