Dormir Pouco Envelhece Mesmo?

Especialista:
atualizado em 28/08/2018

Em todo o mundo, o que as pessoas mais procuram quando o assunto é inovações cosméticas é uma maneira de poder prevenir o envelhecimento da pele e permanecer com a aparência jovem por muito mais tempo. Mas será que apenas manter uma boa qualidade de sono pode ajudar a prevenir o envelhecimento da pele? Dormir pouco envelhece mesmo?

A correria e o estresse do dia a dia fazem com que cada vez mais as pessoas durmam pouco ou tenham noites de sono irregular causando uma má qualidade de sono. Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos pelo Institute of Medicine, Board on Health Sciences Policy, Committee on Sleep Medicine and Research estimou que cerca de 50 e 70 milhões de norte-americanos sofrem com uma desordem crônica do sono, o que se tornou um grande problema, inclusive de saúde pública, já que são gastos bilhões de dólares anualmente em tratamentos relacionados a má qualidade de sono.

A importância do sono

Embora para algumas pessoas uma boa noite de sono possa parecer uma tarefa fácil de ser cumprida, números indicam que isso está se tornando cada vez mais difícil para muitas. Em 2017, segundo dados publicados pela Associação Brasileira do Sono, 36,5% dos brasileiros sofrem com insônia.

É por isso que é muito importante ressaltar que o sono é um fator muito importante para a saúde e bem-estar. De acordo com uma pesquisa publicada no American Journal of Epidemiology, dormir entre 7 e 8 horas por noite tende a ser o ideal para a saúde, enquanto que ter noites de sono mais curtas ou muito longas podem causar morbidade e até mesmo mortalidade.

Mesmo se tratando de algo extremamente importante para a saúde, entre 18 e 25% da população experimenta uma qualidade insuficiente ou ruim de sono, e dentre as mais variadas condições médicas, os transtornos psiquiátricos são os responsáveis pelo maior grupo diagnosticado com problemas de sono.

Já o envelhecimento é um processo que também se manifesta externamente e muitas vezes é notado significativamente na pele. A prevenção dos seus efeitos na pele é atualmente uma indústria com rápida expansão progressiva e que continua se expandindo diariamente.

Efeitos do sono na aparência

Sabe-se que manter uma boa qualidade do sono, bem como a regulação do ritmo circadiano – período sobre qual o ciclo biológico de quase todos seres vivos se baseia e possui aproximadamente 24 horas, têm efeitos protetores contra a inflamação sistêmica, o estresse oxidativo, dano ao DNA, desregulação hormonal, entre outras variáveis que contribuem para o envelhecimento.

Um teste clínico realizado em 2013 por médicos-cientistas da University Hospitals (UH) Case Medical Center em Cleveland, Estados Unidos, descobriu que a qualidade do sono afeta a função da pele e o envelhecimento.

Este estudo, que foi encomendado pela empresa de cosméticos norte americana Estée Lauder, demonstrou que as pessoas que dormiam pouco apresentavam mais sinais de envelhecimento da pele e uma recuperação mais lenta de uma variedade de agressões ambientais, como por exemplo uma ruptura da barreira da pele ou a radiação ultravioleta (UV). Os pacientes que participaram da pesquisa que tinham uma qualidade ruim de sono também tiveram uma avaliação pior da sua própria pele e aparência facial.

A equipe da pesquisa intitulada “Efeitos da qualidade do sono no envelhecimento e função da pele”, liderada pela pesquisadora Elma Baron, apresentou esses dados no Encontro Internacional de Dermatologia Investigativa em Edimburgo, Escócia.

“Nosso estudo é o primeiro a demonstrar conclusivamente que o sono inadequado está correlacionado com a redução da saúde da pele e acelera o envelhecimento da pele. Mulheres com privação do sono apresentam sinais de envelhecimento prematuro e a diminuição da capacidade da pele de se recuperar após a exposição solar” disse a Dra. Baron, diretora do Centro de Estudos da Pele do Centro Médico UH Case e professora associada de dermatologia da Case Western Reserve University School of Medicine, Estados Unidos.

Pesquisa comprova que dormir pouco envelhece

A pele funciona como uma importante barreira contra os estressores externos, como por exemplo as toxinas ambientais e danos ao DNA causados pelo sol. Sendo assim, a equipe desta pesquisa decidiu determinar se a função e a aparência da pele também são afetadas pela qualidade do sono que é vital para o crescimento e a renovação dos sistemas fisiológico e imunológico do corpo, ou seja, se dormir pouco envelhece.

A pesquisa foi realizada com 60 mulheres na pré-menopausa com idades entre 30 e 49 anos, sendo metade delas consideradas pessoas com má qualidade de sono. Essa classificação foi feita tendo como base a duração média de sono e o Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh, uma avaliação baseada em um questionário padrão da qualidade do sono.

O estudo envolveu uma avaliação visual da pele e a realização de vários testes cutâneo não invasivos, incluindo exposição à luz UV e ruptura da barreira cutânea. Além disso, as participantes preencheram um registro do sono por uma semana para quantificar a duração do sono.

Como resultado, os pesquisadores encontraram diferenças estatisticamente significativas entre as pessoas que tinham uma boa e uma má qualidade de sono. Utilizando o sistema SCINEXA de pontuação para o envelhecimento da pele, os pacientes que dormiam pouco apresentaram sinais aumentados do envelhecimento intrínseco da pele, incluindo pigmentação irregular, linhas finas e menos elasticidade da pele. Neste sistema, uma pontuação maior significa uma aparência mais envelhecida.

Os pesquisadores também chegaram à conclusão de que as pessoas com uma boa qualidade de sono se recuperaram mais eficientemente dos danos na pele. A recuperação da queimadura solar foi mais lenta em pessoas com baixa qualidade de sono, com o eritema (vermelhidão) permanecendo mais alto por 72 horas, indicando que a inflamação é menos eficientemente resolvida.

Uma noite de sono ruim faz a pessoa parecer mais velha

Outro estudo realizado no Reino Unido com 30 mulheres, sendo uma delas a modelo Jodie Kidd, pela loja de colchões Bensons for Beds em 2018, chegou à mesma conclusão que o estudo anterior: dormir por apenas 6 horas durante alguns dias aumenta o aparecimento de rugas.

As participantes dormiram por seis horas durante cinco noites consecutivas antes de terem a sua pele testada novamente, e como resultado, a quantidade de linhas de expressão e rugas dobraram, bem como as olheiras aumentaram.

Se a privação de sono persistir por várias semanas, os pesquisadores afirmam que esses efeitos podem piorar, podendo desencadear o envelhecimento prematuro da pele bem como a sua descoloração permanente.

O médico especialista e fundador da The Sleep School (Escola do Sono) do Reino Unido Guy Meadows, disse: “O sono é um tempo para o corpo curar, renovar e eliminar toxinas da pele”.

Dormir bem para uma vida mais saudável e uma pele mais bonita

Sendo assim, dormir pouco envelhece realmente, e ter uma boa noite de sono não apenas deixará a sua pele mais bonita e jovem por muito mais tempo, como irá lhe proporcionar uma vida mais saudável.

Quando se deitar, deixe o celular, laptops e tabletes de lado, já que muitas pesquisas concluíram que a luz azul desses e vários outros dispositivos eletrônicos afeta a quantidade e qualidade do sono.

Desligue a televisão, evite ingerir estimulantes próximo à hora de dormir (como café, energéticos ou qualquer bebida rica em cafeína), bem como cigarro ou comer comidas pesadas e indigestas.

Prepare-se para ter uma boa e relaxante noite de sono e sentirá os resultados (literalmente) na pele.

Fontes e Referências Adicionais:

Você costuma dormir quantas horas por dia? Acredita que dormir pouco envelhece e isso postar estar acelerando o envelhecimento da sua pele? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário

1 comentário em “Dormir Pouco Envelhece Mesmo?”

  1. tenho 13 anos , e normalmente não durmo devido a jogos de celular , video game e etc.
    mas eu estou eprcebendo que quando olho fotos de quando dormia normal eu era diferente , e agora estou com um rosto muito diferente do comum.