Estudo demonstra efeito tóxico da cloroquina em células vasculares

Especialista da área:
atualizado em 17/03/2021

A cloroquina, assim como outros remédios, é um medicamento que se tornou amplamente conhecido durante a pandemia.

  Continua Depois da Publicidade  

Apesar das inúmeras controvérsias, e até mesmo a defesa de algumas autoridades, já se sabe que este remédio não possui uma ação preventiva nem pode ajudar a curar o novo coronavírus.

Agora, um novo estudo realizado pela Universidade Federal do Paraná, a UFPR, demonstrou que, além de não auxiliar contra a COVID-19, a cloroquina ainda pode ter um efeito tóxico nas células vasculares.

Sendo assim, entenda o que diz o estudo sobre o uso da cloroquina e saiba exatamente para que funciona este remédio.

Lesão nas células torna inoperante a cloroquina contra a COVID-19

O estudo realizado pela UFPR foi publicado recentemente na revista Toxicology and Applied Pharmacology.

A pesquisa tinha como objetivo avaliar o comportamento de células endoteliais humanas extraídas de vasos sanguíneos. 

Os pesquisadores verificaram como estas células agem em pessoas com a doença de Febry. A doença de Febry é uma doença genética rara que acomete vários órgãos.

Os pesquisadores cultivavam as células com a presença da cloroquina em uma solução para preservar as células por 72 horas.

Desta forma, eles avaliaram que, durante este período, as células incubadas pararam de produzir substâncias que protegiam a célula e passaram a criar substâncias tóxicas em excesso.

Como o medicamento age na COVID-19

cloroquina

De acordo com a professora Andréa Emília Marques Stinghen, chefe da pesquisa, as células cultivadas em laboratório possuem comportamento semelhante à de células endoteliais infectadas pelo vírus Sars-Cov-2.

  Continua Depois da Publicidade  

Sendo assim, a lesão nas células pode contribuir com o fracasso da cloroquina como terapia para o tratamento da COVID-19, conforme esclarece Stinghen.

Além disso, de acordo com o responsável pelo estudo, a cloroquina pode apresentar outros efeitos adversos e agravar o quadro do novo coronavírus.

Para a pesquisadora, embora a cloroquina diminua a replicação viral, ela também promove uma toxicidade que pode potencializar a infecção.

Diversos outros estudos e pesquisas já comprovaram que o tratamento com cloroquina ou hidroxicloroquina não funciona contra a COVID-19.

Do mesmo modo, os especialistas alertam que não há evidências sérias de que a associação de hidroxicloroquina com azitromicina ajude em casos graves ou até mesmo leves.

Pelo contrário: conforme as autoridades sanitárias, a combinação poderia acentuar reações adversas ao coração.

Por fim, a organização mundial da saúde não recomenda o tratamento com a cloroquina para o novo coronavírus e os especialistas não reconhecem nenhum tratamento precoce para a COVID-19.

Cloroquina: o que é e para que serve

A cloroquina é um medicamento indicado principalmente em casos de malária. Da mesma forma, os médicos também receitam este medicamento no tratamento de doenças como a artrite reumatoide e autoimunes como lúpus eritematoso.

  Continua Depois da Publicidade  

Os especialistas advertem que é preciso cautela na hora de usar este remédio. Portanto, consulte sempre um especialista antes de tomar qualquer medicamento.

De acordo coma bula deste medicamento, alguns efeitos colaterais da cloroquina incluem:

  • Movimentos involuntários como espasmos da língua e do rosto;
  • Surdez e zumbidos do ouvido;
  • Náusea, vômitos, diarreia e dores abdominais;
  • Dor de cabeça;
  • Alteração de humor, mudanças  e confusões mentais;
  • Sinais de infecção tal como febre alta, calafrios profundos, e dor de garganta persistente;
  • Problemas de pele, como coceira, mudança de cor, perda de cabelo, entre outros.

Além destes sintomas, a cloroquina, em casos mais raros, causa problemas cardiovasculares e alterações no sangue. Além disso, ela ainda pode causar dificuldades para respirar.

Você ainda pode notar uma fraqueza muscular. Por fim, há a possibilidade de inchaço nos tornozelos e nas pernas.

Você já fez uso da cloroquina? Qual foi sua experiência? Conte tudo para gente nos comentários.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média 4,67)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário