Exame CA 19-9: para que serve e resultados

Especialista da área:
atualizado em 10/05/2022

O CA 19-9 (antígeno de câncer 19-9) é um marcador tumoral, uma proteína liberada pelas células tumorais em alguns tipos de câncer, principalmente em estágios avançados do câncer de pâncreas

Mas, o CA 19-9 também pode indicar câncer da vesícula biliar, câncer do fígado e câncer colorretal, além de outras doenças não cancerígenas. 

  Continua Depois da Publicidade  

Pode ser que seu médico ou médica tenha solicitado esse exame, pelo relato de sintomas no trato gastrointestinal, como dor e inchaço abdominal, náuseas frequentes, perda de peso não intencional, e pele e olhos amarelados. 

O exame CA 19-9 também pode ser solicitado para monitorar a resposta durante e após o tratamento, auxiliando na tomada de decisão quanto às alterações no tratamento e a prever recidivas tumorais. 

Veja para que serve o exame CA 19-9 e como entender os resultados. 

Para que serve o exame CA 19-9?

Pâncreas
A principal indicação do exame é para o diagnóstico do câncer de pâncreas

O exame serve para verificar se a proteína CA 19-9 está presente no sangue da pessoa, auxiliando no diagnóstico de cânceres, especialmente do câncer de pâncreas em estágio avançado. 

O resultado desse exame deve ser analisado com cautela, em conjunto com outros critérios diagnósticos, que incluem os sinais e sintomas que a pessoa apresenta, bem como os resultados de exames de imagem. 

  Continua Depois da Publicidade  

Isso porque, a proteína CA 19-9 pode estar presente em pessoas saudáveis ou que apresentam doenças não cancerígenas, como pancreatite, fibrose cística e pedra na vesícula

Como o exame não é sensível e nem específico o suficiente para nenhum tipo de câncer, ele não pode ser usado como um teste de triagem, para diagnóstico precoce. 

Quando o resultado de CA 19-9 dá um valor alto, significa que o câncer já está em estágio avançado, o que acontece, geralmente, com o câncer de pâncreas.   

Como esse exame não fornece um resultado específico para um determinado tipo de câncer, ele pode ser feito em conjunto com exames complementares e mais específicos, principalmente o antígeno carcinoembrionário (CEA).

No caso de suspeita de câncer de fígado, podem ser solicitados exames específicos a este órgão, veja quais são

Este exame não serve apenas para o diagnóstico de câncer, mas como parâmetro para acompanhar e avaliar a resposta do paciente ao tratamento. Assim, esse exame pode ser repetido várias vezes, para avaliar se o tratamento está sendo eficiente, ou não, para a regressão do tumor. 

  Continua Depois da Publicidade  

O exame CA 19-9 também é útil para prever a recidiva de tumores gastrointestinais, principalmente do pâncreas. Ou seja, depois que a pessoa finaliza o tratamento ou retira o tumor cirurgicamente, ela continua a ser monitorada através desse exame para detectar, de forma antecipada, uma possível recidiva do câncer. 

Como é feito o exame CA 19-9?

CA 19-9
O exame CA 19-9 é um exame de sangue coletado do braço normalmente

Para este exame, é feita a coleta do sangue da veia periférica do braço, como um exame de sangue normal. Não são necessários preparos prévios ao exame. 

Resultados do exame CA 19-9

Valores de CA 19-9 superiores a 37 U/mL são um forte indicativo de que a pessoa esteja com câncer no pâncreas, fígado, vesícula biliar ou no segmento do cólon e reto. 

Como ele não é específico a nenhum tipo, ele deve ser usado apenas como um marcador tumoral, que auxilia no diagnóstico e deve ser amparado por outros exames e indicadores clínicos. 

Confirmado o diagnóstico com os exames complementares, o tratamento do câncer é iniciado ou o tumor é retirado com cirurgia, e o exame CA 19-9 pode ser repetido algumas vezes. 

Se os valores de CA 19-9 aumentarem após o início do tratamento, significa que ele não está sendo eficiente no combate das células tumorais, pois se a produção da proteína está aumentando, significa que o tumor também está. 

  Continua Depois da Publicidade  

Se o valor de CA 19-9 permanecer estável, ou seja, ficar muito próximo ao que era antes do tratamento, pode indicar que o tumor não está evoluindo, mas também não está regredindo. 

Agora, se o valor de CA 19-9 diminuir após o tratamento, significa que ele está sendo eficaz, levando à regressão da massa tumoral. 

Se uma cirurgia de retirada do tumor tiver sido realizada, níveis reduzidos de CA 19-9 indicam que o tumor foi completamente retirado. 

Fontes e referências adicionais

Você já conhecia o exame CA 19-9? Quais funções do exame ainda eram desconhecidas para você? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. Lucio Pacheco

Dr. Lucio Pacheco é Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral - CRM 597798 RJ/ CBCD. Formou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1994. Em 1996 fez um curso de aperfeiçoamento no Hospital Paul Brousse, da Universidade de Paris-Sud, um dos mais especializados na área de transplantes na Europa. Concluiu o mestrado em Medicina (Cirurgia Geral) em 2000 e o Doutorado em Medicina (Clinica Médica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2010. Dr. Lucio Pacheco é um profundo estudioso na área de doença hepática e escreveu dezenas de livros e artigos sobre transplante de fígado. Atualmente é médico-cirurgião, chefe da equipe de transplante hepático do Hospital Copa Star, Hospital Quinta D´Or e do Hospital Copa D´Or. Além disso é diretor médico do Instituto de Transplantes. Suas áreas de atuação principais são: cirurgia geral, oncologia cirúrgica, hepatologia, e transplante de fígado. Dr. Lucio é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos e diversos. Para mais informações, entre em contato com ele.

Deixe um comentário