Fenilalanina faz mal? Para que serve?

Especialista da área:
atualizado em 02/03/2021

É comum encontrarmos o nome fenilalanina em rótulos de diversos alimentos, e sempre surge a dúvida: Fenilalanina faz mal?

  Continua Depois da Publicidade  

E, como esse aviso é bastante comum, assim como aqueles que alertam sobre a presença de glúten ou lactose, essa dúvida é justificada.

Por isso, iremos agora entender o que é a fenilalanina, quais suas funções no corpo e descobrir se ela realmente faz mal.

O que é fenilalanina? 

A fenilalanina é um aminoácido, ou seja, ela é um dos blocos que compõem proteínas. Ela possui três formas:

  • L-Fenilalanina, que é um aminoácido essencial e é a única forma de fenilalanina encontrada em proteínas;
  • D-Fenilalanina, uma forma da fenilalanina feita em laboratório, que não é um aminoácido essencial e cujo efeito no corpo ainda não foi definido;
  • DL-Fenilalanina, uma mistura dos dois tipos anteriores.

Mas, quando falamos de alimentação, as principais fontes alimentares da fenilalanina são os alimentos de origem animal, como carnes, peixes, leite, queijo e ovos.

Alimentos ricos em fenilalanina
Alimentos ricos em fenilalanina

Além disso, a fenilalanina participa da produção de proteínas e neurotransmissores, o que a torna essencial para o funcionamento do nosso organismo.

Por isso, muitos especialistas podem usar a fenilalanina como tratamento de problemas de saúde como a depressão e no tratamento da dor, embora muitos usos ainda estejam sendo estudados.

  Continua Depois da Publicidade  

A fenilalanina faz mal à saúde?

Para a maioria das pessoas, a fenilalanina não causa problemas, desde que consumida em quantidades adequadas e sem exageros.

Mas existe uma doença genética chamada de fenilcetonúria, ou PKU, que leva ao acúmulo do aminoácido no organismo, e causa, como consequência, uma série de problemas neurológicos.

Entretanto, devido à gravidade do problema, o teste para fenilcetonúria foi incluído no teste do pezinho, e o diagnóstico é feito precocemente. Assim, é possível iniciar uma dieta sem fenilalanina, e evitar o acúmulo do aminoácido e os problemas causados por ele.

Por que há o aviso nos rótulos?

O aviso nos rótulos dos alimentos existe para evitar a ingestão acidental de fenilalanina por pessoas com fenilcetonúria.

Mas, se você não tem fenilcetonúria, a fenilalanina é um componente seguro, principalmente quando consumida a partir de fontes naturais.

Assim, você não precisa se preocupar com a presença de fenilalanina, já que a fenilcetonúria é uma das condições de saúde testadas ao nascermos.

  Continua Depois da Publicidade  

Para que serve a fenilalanina?

Usa-se a fenilalanina para auxiliar no tratamento de determinados problemas de saúde, embora mais estudos precisem ser realizados. Os principais problemas tratados com esse aminoácido são:

1. Depressão

Como a fenilalanina pode ser usada pelo organismo para produzir neurotransmissores, alguns especialistas sugerem que ela possa ser útil para o tratamento de problemas psiquiátricos como a depressão.

Mas os estudos que relaram benefícios da suplementação do aminoácido são pequenos, com poucos pacientes. Além disso, estudos mais recentes não conseguiram comprovar os benefícios da suplementação para o tratamento da depressão.

2. Vitiligo

O uso de suplementos de fenilalanina como tratamento para vitiligo vem sendo estudado há décadas, com resultados promissores, como demonstrado por pesquisadores canadenses em um estudo realizado em 2008.

Entretanto, mais pesquisas na área precisam ser realizadas, para determinar qual a dose adequada e o tempo de tratamento.

3. Outros usos

Usa-se também a suplementação de fenilalanina para o tratamento de outros problemas de saúde, como:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Deficiência de fenilalanina;
  • Sintomas de abstinência de álcool;
  • Artrite;
  • Mal de Parkinson.

Embora, nesses casos, a sua eficácia ainda precise de mais evidências para ser confirmada.

suplemento de fenilalanina

Fenilalanina no aspartame

O adoçante artificial aspartame contém grandes quantidades de fenilalanina, o que o torna um produto contraindicado para quem sofre de fenilcetonúria.

Além disso, qualquer alimento que contenha aspartame, incluindo refrigerantes e outros alimentos e bebidas diet ou light, deve conter em seu rótulo a informação de que o produto contém fenilalanina.

Fenilalanina emagrece?

Nos últimos anos a fenilalanina atraiu a atenção de muitas pessoas, devido ao seu potencial efeito emagrecedor.

Esse efeito seria causado principalmente por sua influência na produção de neurotransmissores que, por sua vez, estão ligadas à sensação de fome e saciedade.

Entretanto, estudos mais recentes já demonstraram que o uso regular de suplementos de fenilalanina não levam à redução de apetite.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas um outro estudo, publicado no periódico Journal of the International Society of Sports Nutrition, demonstrou que a fenilalanina pode sim aumentar a queima de gordura corporal.

Assim, embora não tenha um efeito na redução do apetite, o aminoácido ainda pode ser um bom aliado na perda de peso, uma vez que pode estimular uma maior queima de gordura pelo organismo.

Como tomar?

Como trata-se de um aminoácido essencial, a fenilalanina deve ser obtida através da alimentação. Assim, para pessoas que não tenham contraindicação, o ideal é incluir fontes naturais do aminoácido, como carnes, leite, ovos e grãos.

Mas, quando falamos de de suplementos de fenilalanina, a dose deve sempre ser orientada por um médico, uma vez que os estudos sobre o uso do aminoácido tem resultados conflitantes.

Além disso, a orientação de um profissional ajuda a evitar o risco de superdosagem, que pode causar alguns sintomas desagradáveis.

Dicas e cuidados

Embora a fenilalanina presente nos alimentos seja segura para a maioria das pessoas, o uso de suplementos deste aminoácido pode trazer alguns malefícios para a saúde.

Isso ocorre porque é possível que a dose contida nos suplementos seja maior do que a que é encontrada nos alimentos, o que pode levar a um consumo excessivo da substância.

Por este motivo, recomenda-se sempre procurar a orientação de um profissional de saúde antes de iniciar o uso de suplementos de fenilalanina.

Fontes e referências adicionais

No seu caso, a fenilalanina faz mal? Qual seria a sua condição? Você já pensou em utilizar algum tipo de suplementação de fenilalanina? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (21 votos, média 4,24)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

Deixe um comentário