Fruta-dos-monges: o que é, benefícios e desvantagens

Especialista da área:
atualizado em 02/12/2021

Hoje em dia, muito se fala sobre alimentação saudável, e a indústria alimentícia tem investido cada vez mais em substitutos para o açúcar refinado. Dentre os conhecidos substitutos do açúcar, como o mel, xarope de agave, aspartame, sucralose, eritritol e estévia, a fruta-dos-monges entrou recentemente na lista. 

  Continua Depois da Publicidade  

Esse interesse surgiu com a conscientização de que a ingestão de bebidas e alimentos açucarados contribui significativamente para problemas de saúde, como obesidade e diabetes.

A fruta-dos-monges ganhou destaque também entre os entusiastas do mundo fitness, pois o extrato feito da fruta seca não somente adoça, como não inclui calorias, carboidratos e ainda ajuda no metabolismo da gordura

Os estudos ainda são recentes, mas são muitos os benefícios que a fruta-dos-monges pode trazer à nossa saúde. 

Veja o que é a fruta-dos-monges e conheça suas propriedades e benefícios para a saúde. 

Fruta-dos-monges: o que é?

Fruta-dos-monges

A fruta-dos-monges (nome científico: Siraitia grosvenorii) é originária do sul da China, onde é chamada de luo han guo e pertence à família do pepino e do melão. Acredita-se que o termo “fruta-dos-monges” tenha se popularizado, porque monges budistas foram os primeiros a cultivar a fruta. 

Os benefícios da fruta-dos-monges são conhecidos há algumas décadas pelos chineses, que a utilizam como um remédio natural para tosse, dor de garganta, rouquidão e prisão de ventre. O chá feito da fruta seca é utilizado no tratamento de bronquite, coqueluche, faringite e amigdalite.

  Continua Depois da Publicidade  

Elas são pequenas frutas verde-escuras, que ficam marrons quando secas. Essa planta cresce em algumas províncias da China, mas é rara na natureza. O constituinte químico principal da fruta-dos-monges é o mogrosídeo, responsável pelo seu poderoso sabor doce. 

Se compararmos o mogrosídeo com a sacarose, o açúcar de mesa, o extrato da fruta-dos-monges é de 200 a 350 vezes mais doce do que o açúcar. Por isso, ela ganhou espaço no mercado como substituta natural do açúcar.

Além de ser mais doce que o açúcar, o adoçante feito do extrato das frutas secas, em pó ou líquido, não contém calorias, nem carboidratos e não aumenta os níveis de glicose no sangue, por isso tem chamado a atenção de pessoas que seguem dieta low carb ou cetogênica, e também de diabéticos. 

Além disso, até agora não foram registrados efeitos colaterais, como os outros adoçantes, que podem causar gases, inchaço abdominal e reações alérgicas. 

Propriedades da fruta-dos-monges

As propriedades dos alimentos são conhecidas através de pesquisas científicas, e ainda não existem muitos estudos clínicos com a fruta-dos-monges, feitos em humanos. Portanto, para entendermos detalhadamente os efeitos do uso da fruta-dos-monges a longo prazo, são necessários estudos duplo-cego, com placebo e randomizados, ou seja, de alto rigor e qualidade científica. 

Mas, a fruta-dos-monges foi considerada segura para todos, incluindo crianças e grávidas, pela Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos. Isso porque, apesar dos estudos em humanos estarem em fases iniciais, já existem evidências positivas de estudos feitos em laboratórios e em modelos animais. 

  Continua Depois da Publicidade  

Algumas propriedades estão resumidas abaixo: 

  • Estudos em camundongos mostraram que a fruta possui baixo índice glicêmico, podendo ser usada como um adoçante natural, para o controle de peso e da diabetes
  • Estudos in vitro mostraram que além do mogrosídeo, a fruta-dos-monges possui substâncias com ação antioxidante, antitussígena (alivia tosse seca e irritativa) e hepatoprotetora (protege o fígado). Também reduz a glicemia e tem ações imunorreguladoras (auxilia no sistema imune); 
  • Estudos em coelhos mostraram um efeito antifadiga;
  • Experimentos em animais indicaram que a fruta tem propriedades antibiótica, anti-inflamatória e expectorante;  
  • Um estudo em roedores mostrou que o mogrosídeo preveniu o aumento de gordura corporal e visceral. 

Benefícios da fruta-dos-monges

Fruta-dos-monges

Ótima alternativa para diabéticos

Pessoas com diabetes precisam estar sempre atentas ao açúcar adicionado nos alimentos, para evitá-los e não colocarem a sua saúde em risco. O extrato da fruta-dos-monges, cujo componente químico ativo é o mogrosídeo, oferece a possibilidade desse grupo aproveitar o sabor doce nas bebidas e alimentos, sem adição de calorias e, ainda, ser beneficiado com a diminuição dos níveis de glicemia no sangue. 

Com relação às calorias, a fruta-dos-monges também beneficia a população com sobrepeso e obesidade, que estão em processo de reeducação alimentar e substituição do açúcar simples por alimentos mais nutritivos. O adoçante feito com o extrato da fruta-dos-monges pode auxiliar nesse processo. 

Outro benefício indicado pelos estudos em animais é que o mogrosídeo melhorou o perfil lipídico do sangue, diminuindo a quantidade total de colesterol e triglicerídeos e melhorou os níveis de HDL (colesterol bom) no sangue de camundongos diabéticos.

Esse resultado aponta que em pessoas diabéticas ou que estejam fazendo controle do peso, o mogrosídeo contido na fruta-dos-monges pode ajudar na regulação do metabolismo da gordura

Deve-se prestar atenção, no entanto, aos rótulos dos produtos que contêm o adoçante da fruta-dos-monges, porque podem ter açúcares adicionados e outros ingredientes com alto teor de carboidratos e gorduras, como chocolate e margarina.

  Continua Depois da Publicidade  

Portanto, não é porque o produto contém a fruta-dos-monges, que ele é seguro e saudável para o consumo, já que os outros ingredientes também influenciam na qualidade final do alimento. 

Efeito antioxidante

Os radicais livres que são gerados como produtos do metabolismo das nossas células podem causar danos ao corpo. O excesso de radicais livres está relacionado com algumas doenças inflamatórias, como a aterosclerose.

Estudos em camundongos mostraram que os mogrosídeos reduziram significativamente os níveis de radicais livres, revelando um potente efeito antioxidante da fruta-dos-monges.  

Efeito anti-inflamatório

Em estudos feitos in vitro, em laboratório, os pesquisadores observaram que os mogrosídeos inibem a liberação de substâncias inflamatórias pelas células do sistema imune. Essa propriedade tem sido bastante explorada em chás feitos pelos chineses, para alívio da dor de garganta e para a expectoração do catarro. 

Uso versátil da fruta-dos-monges

Pelo fato da fruta-dos-monges não adicionar calorias e carboidratos à dieta, ela está se tornando um adoçante cada vez mais desejado na rotina alimentar. 

A vantagem é que seu sabor é bastante neutro e não perde suas propriedades com o aquecimento. Assim, o adoçante pode ser usado de diversas formas: 

  Continua Depois da Publicidade  

  • Para adoçar qualquer tipo de bebida, quente ou fria. Lembre-se que o adoçante feito com o extrato da fruta-dos-monges é muito mais doce que o açúcar, então vá testando a dose, aos poucos
  • Para adoçar laticínios, que tem um sabor azedo
  • Para substituir o açúcar das receitas. Nesse caso, o resultado da receita pode sair um pouco diferente, já que o açúcar nas receitas não serve somente para adoçar, mas tem um papel na textura e na aparência do doce. 

Desvantagens da fruta-dos-monges

Com relação à segurança do produto, ainda não foram registrados efeitos danosos em seu uso como adoçante, sendo considerado seguro. Mas, a fruta-dos-monges também desperta o interesse das indústrias farmacêuticas, devido às suas propriedades medicamentosas bastante promissoras. Por isso, os estudos científicos estão em progresso, para avaliar todas as consequências do seu uso a longo prazo. 

O processo de cultivo é muito complicado, a planta não cresce com muita facilidade. A importação e o processamento da fruta, que é a secagem e a extração do pó ou do líquido, também são caros. Isso torna o produto pouco acessível e difícil de ser encontrado. 

Fontes e referências adicionais

Você já tinha ouvido falar sobre a fruta-dos-monges? Tem curiosidade de experimentar o adoçante feito da fruta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média 4,50)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

Deixe um comentário