Gengibre e Pressão Alta – Bom ou Ruim?

Especialista:
atualizado em 16/06/2020

Veja qual é a relação entre gengibre e pressão alta: é bom ou ruim para hipertensos? Vale a pena inserir esse tempero na sua dieta?

A hipertensão é um problema que atinge milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil, de acordo com a Sociedade Brasileira de Hipertensão – SBH, 32% da população adulta sofre com essa séria condição de saúde, porém, apenas 50% dessas pessoas sabem que são hipertensos, dos quais apenas 50% se tratam e apenas 50% mantém a pressão arterial controlada.

Várias pessoas fazem o uso de diferentes medicamentos para pressão e às vezes, nada disso resulta no controle da condição. Normalmente, isso acontece devido aos maus hábitos alimentares e estilo de vida, que também são os principais responsáveis por cada vez mais pessoas sofrerem com hipertensão.

Porém, se você deseja tratar e prevenir a hipertensão, pode fazer mudanças saudáveis em seu estilo de vida. Adicionar um ingrediente natural como o gengibre pode ajudar?

Vídeo:

Gengibre e pressão alta

O gengibre é um estimulante suave muito usado para melhorar a circulação sanguínea, além de ajudar a reduzir os níveis de açúcar no sangue.

Foram realizados numerosos estudos que mostram a capacidade do gengibre em tratar a hipertensão arterial.

Um estudo realizado pela Universidade de Ilorin, localizada na Nigéria, obteve excelentes resultados que apoiam a capacidade do gengibre em tratar a pressão alta.

O estudo foi realizado com 60 pessoas, sendo 22 homens e 38 mulheres, todos divididos em 3 grupos, cada um com 20 pessoas. Um era o grupo de controle e os outros dois eram os grupos experimentais.

O grupo de controle teve que consumir água, enquanto que os outros dois grupos experimentais consumiram gengibre em pó. Em seguida, foram realizadas leituras da pressão arterial sistólica, diastólica e frequência cardíaca.

Os resultados foram surpreendentes. Duas horas após a administração do gengibre em pó, os pesquisadores observaram uma diminuição significativa em todos os parâmetros medidos nos indivíduos do Grupo Experimental.

O premiado jornalista e escritor americano Michael Castleman afirma em seu livro “The New Healing Herbs” que os compostos químicos do gengibre podem desempenhar um papel importante na redução da pressão alta.

Segundo ele, o gengibre impede a formação de coágulos sanguíneos em suas artérias.

Agora que já sabemos a relação entre gengibre e pressão alta, conheça as diferentes maneiras de usá-lo para controlar a hipertensão.

Diferentes maneiras de usar o gengibre para controlar a pressão

O gengibre pode ser utilizado como tempero, ao ser colocado em alguns pratos, como por exemplo os da culinária indiana e japonesa, em forma de suplemento alimentar, como chá ou suco.

1. Chá de gengibre

  • 2 colheres de sopa de raiz de gengibre fresca e crua – cerca de 5 cm de gengibre.
  • 1 ½ ou 2 xícaras de água.

Corte o gengibre descascado em pequenos pedaços e leve ao fogo com água por cerca de 20 minutos.

Se quiser, pode adicionar mel, outros chás e frutas de sua preferência para dar mais sabor ao chá de gengibre.

2. Suco de gengibre

O suco de gengibre é considerado uma das melhores maneiras de consumir a poderosa raiz dessa planta, já que irá consumi-la fresca e crua.

Existem duas maneiras fáceis de fazer suco de gengibre em casa, são elas:

  1. Use os orifícios menores de um ralador simples de cozinha para ralar o gengibre fresco e coloque uma tigela em baixo do ralador para coletar o gengibre ralado. Em seguida, coloque todo o gengibre ralado em uma gaze e aperte sobre um copo ou tigela para coletar todo o suco. O gengibre que sobrar, você poderá usar para cozinhar ou para misturar com algum chá de sua preferência.
  2. Neste segundo método para extrair o suco de gengibre, você pode usar um mixer ou juicer. Adicione pequenos pedaços de gengibre com um pouco de água bata e bata em um desses eletrodomésticos. Retire os pedaços de gengibre e os coloque em uma gaze. Esprema o suco e pronto, ele já pode ser consumido.

Como o suco de gengibre contém a essência dessa raiz, o seu sabor pode ser um pouco picante. Caso não goste, experimente colocar um pouco de mel ou misturá-lo com os seus sucos detox preferidos.

O suco fresco de gengibre dura apenas um ou talvez dois dias, pois essa raiz possui uma natureza alcalina e por isso tende a ter uma vida útil mais curta. No entanto, uma maneira interessante de preservá-lo é congelá-lo para poder usar quando quiser.

Outros benefícios do gengibre para a saúde

O gengibre é um tempero muito utilizado na culinária indiana e asiática, e foi provado que há mais de 2.000 anos ele já era usado como tratamento para várias condições de saúde, como por exemplo, flatulência, enjoo, dores de estômago e náuseas.

Os compostos do gengibre incluem óleos voláteis e compostos de fenol como shogaol e gingerols.

O gingerol, o principal composto do gengibre, é eficaz no tratamento de doenças como artrite e outros tumores cancerígenos, já o shogaol possui um efeito muito forte anti-tosse, e tanto o gingerl como o shogaol desempenham um papel importante na redução da pressão alta.

Se for do seu interesse, veja em detalhes todos os benefícios do gengibre.

Efeitos colaterais

Embora o gengibre seja benéfico para o tratamento da hipertensão, ele também pode produzir alguns efeitos colaterais.

De acordo com o Dr. James Balch e Phyllis Balch, autores de “Prescription for Nutritional Healing”, o consumo da raiz de gengibre pode causar dores de estômago, náuseas ou azia.

Os adultos não devem consumir mais do que 4 gramas de gengibre por dia, e as mulheres grávidas não devem consumir mais de um grama de gengibre pode dia.

Consulte o seu médico antes de usar o gengibre para tratar a pressão alta, e nunca o use no lugar do tratamento médico prescrito para essa séria condição de saúde.

Vídeos bônus:

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais:

Você já sabia se o gengibre é bom ou ruim para pressão alta? Costuma consumir em sua dieta de alguma forma? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário