Gengibre Faz Mal Para Pressão Arterial?

Especialista:
atualizado em 27/12/2019

O gengibre é um ingrediente comum para chás e como tempero de receitas orientais, principalmente, conhecido por possuir efeito anti-inflamatório e ação antioxidante.

Também já foi apontado que a raiz pode ajudar a tratar a náusea e a indigestão, contribuir com a diminuição de dores menstruais, auxiliar a diminuição dos níveis do colesterol ruim (também conhecido como LDL) e colaborar com a diminuição do risco de infecções.

Mas será que não existem casos em que o gengibre pode fazer mal ou será que o alimento não é contraindicado para algumas pessoas? Por exemplo, será que o gengibre faz mal para pressão arterial e hipertensos?

O gengibre faz mal para pressão arterial?

Se você já ouviu falar que o gengibre possui compostos químicos que podem auxiliar a diminuir a hipertensão, saiba que você não pode utilizar o alimento para ajudar a enfrentar a condição sem antes consultar o seu médico e que não deve utilizar o gengibre no lugar do tratamento médico como forma de tratar a doença ou qualquer outro problema de saúde.

Já vimos acima que o gengibre já foi apontado como capaz de auxiliar a diminuição dos níveis do colesterol ruim ou LDL. Pois bem, os alimentos que consumimos em nossas refeições têm uma influência grande nos nossos níveis de LDL ou colesterol ruim.

Em um estudo de 45 dias com 85 indivíduos com colesterol alto, 3 g de gengibre em pó causaram reduções significativas na maioria dos marcadores de colesterol. Isso foi corroborado por um estudo com ratos hipotireoidianos, em que o extrato de gengibre diminuiu o colesterol LDL em uma proporção semelhante ao remédio redutor do colesterol atorvastatina.

Com isso, conclui-se que existe alguma evidência em animais e humanos que o gengibre possa causar reduções nos níveis do colesterol LDL. Mas observe que os estudos mencionados utilizaram formas específicas do gengibre – em pó e o extrato da raiz.

O que tudo isso tem a ver com o gengibre para quem tem pressão alta? É que o LDL pode contribuir com a formação de placas pegajosas ao longo das paredes das artérias, o que cria um bloqueio que pode contribuir com a pressão alta por meio da restrição do diâmetro interior dos vasos sanguíneos e das artérias.

As placas também podem diminuir a elasticidade das artérias, colaborando com o desenvolvimento de uma pressão arterial elevada.

O Portal de órgão de saúde dos Estados Unidos indica que muito gengibre faz mal para pressão arterial alta e não recomenda o uso da raiz para hipertensos.

Mas será que o gengibre faz mal para o coração?

A mestra em bioquímica Naomi Parks afirmou em artigo que, em última análise, a influência do gengibre em relação à pressão arterial é considerada incerta.

Parks até citou que no livro Prescription for Dietary Wellness (Prescrição para o Bem-Estar Nutricional, tradução livre), de autoria de Phyllis Balch, afirma que o gengibre auxilia a diminuir a pressão arterial e que o Centro Médico da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, indicou que estudos preliminares sugeriram que o gengibre pode reduzir o colesterol e prevenir a coagulação sanguínea, o que pode prevenir a elevação da pressão arterial.

Entretanto, a mestra em bioquímica alertou que o MedlinePlus, portal dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos, afirma que doses elevadas de gengibre podem piorar problemas do coração, o que pode incluir a hipertensão.

Além disso, Parks alertou que o chá preparado à base de gengibre é contraindicado para as pessoas que sofrem com problemas cardiovasculares. Ela também ressaltou que a hipertensão é uma condição cardiovascular e que o mais seguro para quem tem pressão alta é evitar o gengibre.

“Se você considerar isso ao lado do fato que a maioria das referências não indicam qualquer benefício do gengibre para aqueles que têm hipertensão, mesmo aqueles que alegam que o gengibre dilui o sangue e reduz o colesterol, o mais seguro pode ser considerar tratar a hipertensão utilizando outros meios. Se você tem pressão arterial alta, não tente se automedicar. Consulte o seu médico”, aconselhou a mestra em bioquímica.

A mestre em bioquímica Naomi Parks ressaltou também que gengibre faz mal para hipertensos que utilizam medicamentos para diminuir a pressão.

Segundo ela, “o MedlinePlus alerta contra o consumo de gengibre enquanto estiver usando medicamentos diluidores do sangue e para a redução da pressão arterial, já que a raiz pode diluir demais ou sangue ou abaixar a pressão em níveis muitos baixos”, ressaltou Parks.

No mesmo sentido, a nutricionista Ireland Wolfe escreveu que quando pessoas que sofrem com a pressão baixa ou fazem uso de medicamentos para a pressão arterial utilizam o gengibre, elas podem experimentar uma queda perigosa na pressão arterial, além de irregularidades no ritmo cardíaco.

Wolfe também recomendou conversar com o médico antes de começar a utilizar o gengibre.

Contraindicações

A mestra em bioquímica Naomi Parks alertou ainda que o chá de gengibre não pode ser consumido por pessoas que sofrem com a diabetes, por mulheres que estejam grávidas ou mulheres que se encontrem no processo de amamentação.

Atenção

Este artigo serve unicamente para informar e jamais pode substituir o diagnóstico, a prescrição ou a opinião do médico. Portanto, se você sofre com problemas de pressão arterial, problemas no coração ou com qualquer outra condição de saúde ou doença, deve consultar o médico para saber se o gengibre faz mal para quem tem pressão alta e se pode ou não incluí-lo na sua dieta.

Você já sabia que o gengibre faz mal para pressão arterial? Tem costume de consumir gengibre em suas receitas com frequência? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário