Hortelã na Gravidez Faz Bem? Grávida Pode Comer Hortelã Afinal?

Especialista:
atualizado em 27/12/2019

Você já ouviu falar que grávida pode comer hortelã? Será que faz bem comer hortelã na gravidez ou a mulher deve evitá-la na gestação? É tudo o que você vai conferir a seguir.

Por mais que sejam ingredientes naturais, as plantas exigem que tenhamos cuidado ao utilizá-las, já que podem trazer efeitos colaterais e fazer mal, principalmente quando usadas de maneira errada, exagerada ou ao mesmo tempo em que um medicamento, suplemento ou outra planta com a qual ela interaja.

Determinadas plantas também podem ser contraindicadas para certos grupos de pessoas como crianças, adolescentes, idosos, indivíduos que tenham alguma doença ou condição específica de saúde, mulheres que estejam no período do aleitamento e as gestantes.

Falando na gravidez, período em que a mulher costuma ter uma série de dúvidas em relação ao que pode e não pode usar, o que inclui algumas plantas, a futura mamãe pode se questionar se comer hortelã na gravidez é permitido ou se a erva faz mal.

Aproveite para conhecer algumas dicas de alimentos essenciais para grávidas e os melhores exercícios para gestantes, além de aprender como fazer chá de hortelã.

Será que a grávida pode comer hortelã?

A utilização da hortelã-pimenta (Mentha piperita) durante uma gestação nas quantidades normalmente encontradas nos alimentos é provavelmente segura. A Associação Americana da Gravidez classifica a hortelã-pimenta como provavelmente ou possivelmente segura durante uma gestação. De acordo com a organização, a planta pode ser útil para amenizar sintomas náusea, enjoo matinal e flatulência.

Entretanto, vale o alerta que não se sabe o suficiente a respeito da segurança da ingestão de quantidades maiores da planta na forma de medicamento. Portanto, o conselho é que as mulheres grávidas não consumam quantias mais elevadas da hortelã.

O médico especialista em medicina integrativa, Andrew Weil, afirma que não conhece razão alguma pela qual as mulheres não devam utilizar a hortelã-pimenta durante a gestação e destacou que muitas a consideram útil para lidar com o enjoo matinal.

“Para ter certeza, eu chequei com a minha colega Tieraona Low Dog, uma especialista internacionalmente reconhecida nos campos de medicina integrativa, suplementos alimentares e saúde da mulher. A dra. Low Dog me disse que não existe uma razão pela qual as grávidas não devem tomar o chá de hortelã-pimenta para aliviar o enjoo matinal ou a dor de estômago”, afirmou Weil.

Entretanto, o especialista em medicina integrativa destacou que embora a hortelã-pimenta seja segura para os adultos, ela jamais deve ser administrada para bebês ou crianças muito pequenas.

Se você sofre com esse incômodo, aproveite para entender se tomar remédio para enjoo na gravidez faz mal.

Por outro lado – há quem defenda que a hortelã na gravidez faz mal

Weil também destacou que sua colega, Low Dog, alertou que a hortelã-pimenta pode piorar a azia, um problema que muitas mulheres podem apresentar mais para o final de sua gestação.

“Quer você esteja grávida ou não, a hortelã-pimenta pode piorar a síndrome do refluxo gastroesofágico e pode promover o fluxo da bile da vesícula biliar e agravar os sintomas do cálculo biliar”, completou o especialista em medicina integrativa.

Como se não bastasse, não são todos os especialistas que defendem ou acreditam que a grávida pode comer hortelã – segundo encontramos, as gestantes, ao lado das crianças com menos de cinco anos, das mulheres que amamentam e das pessoas que sofrem com refluxo grave e hérnia de hiato, fazem parte do grupo de pessoas que deve evitar a hortelã.

Em outro artigo, o chá de hortelã (Mentha piperita) faz parte da lista de plantas medicinais que estão proibidas ou devem ser evitadas por parte das mulheres que já estão grávidas e para aquelas que ainda estão tentando engravidar.

Neste sentido, o chá de hortelã na gravidez deve ser evitado porque diminui a produção de leite. Segundo a publicação, esse é o mesmo motivo pelo qual a bebida com a planta deve ser retirada das refeições da mulher que amamenta.

Ou seja

Se você já sabe que está esperando um neném, necessita ter extrema cautela, já que existem opiniões que afirmam que não há problema em usar a hortelã na gravidez, enquanto outros são mais alarmantes e aconselham que a planta não seja empregada na alimentação de uma futura mamãe.

Portanto, o jeito mesmo é consultar o médico que acompanha a sua gestação – lembrando que é fundamental que toda gravidez conte com um acompanhamento médico – e perguntar a ele se você pode ou não usar qualquer forma da hortelã durante a gestação.

Caso ele permita o uso da planta, também é fundamental questionar a respeito da quantidade máxima de hortelã que pode ser utilizada. É preciso perguntar ainda em que frequência e qual a duração máximo de tempo em que uma grávida pode comer hortelã.

Outro ponto essencial é informar ao médico sobre todos os medicamentos, suplementos e outras plantas medicinais que esteja utilizando para que ele verifique se o organismo não pode ser prejudicado caso a hortelã seja utilizada ao mesmo tempo em que essas substâncias. 

Além de saber se a grávida pode comer hortelã

A partir do momento em que descobre a sua gestação, a futura mamãe precisa contar com um acompanhamento completo com o médico e o nutricionista para saber como deve se cuidar dali para a frente, o que pode fazer, o que precisa deixar de fazer e como a sua alimentação deve passar a ser, tendo em vista as necessidades de uma gravidez e as particularidades do seu caso – seu histórico, se a gravidez é de risco ou não, entre outros fatores.

Em outras palavras, não tem escapatória: a melhor forma de tirar todas as dúvidas a respeito da utilização da hortelã na gravidez é realmente consultar esses profissionais.

Se você está esperando um filho, não arrisque a sua saúde ou a saúde dele – tire todas suas dúvidas com o médico e o nutricionista, obedeça às orientações desses profissionais e consuma somente aquilo que eles falarem que é seguro para você, da maneira que for indicada por eles.

Lembre-se de que cada gestação tem as suas características, portanto, o que funciona para uma amiga que também está grávida pode não funcionar para você e vice-versa.

Tenha em mente ainda que este artigo serve somente para informar e jamais pode substituir a opinião e as recomendações de profissionais de saúde como o médico e o nutricionista.

Vídeos:

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais:

Você já ouviu falar que hortelã na gravidez faz bem? O que disse seu médico a respeito do consumo da erva? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário