Especialista da Área:

Kaloba Funciona? O Que é, Para Que Serve, Posologia, Composição e Como Tomar

Veja se o Kaloba funciona, saiba o que é, para que serve e como tomar esse suplemento. Você também vai saber a composição exata do Kaloba e obter informações valiosas sobre sua posologia para usar o produto com segurança.

Muitos dizem que o kaloba aumenta a imunidade e que pode ajudar no alívio de sintomas de gripe, resfriados e até de condições respiratórias mais sérias como a bronquite e a sinusite.

Se você se interessa por ervas e suplementos que podem fortalecer o seu sistema imunológico, veja quais são os remédios e suplementos para melhorar a imunidade mais usados e encontre diversas dicas de como aumentar a imunidade rapidamente.

Kaloba – o que é

Kaloba é um medicamento fitoterápico usado no tratamento de infecções do trato respiratório.

Segundo a cultura local sul-africana, o Kaloba pode ajudar no combate contra infecções do trato respiratório superior, incluindo o resfriado comum, a bronquite e a sinusite.

Composição

O Kaloba é composto por um extrato de raízes de Pelargonium sidoides, uma erva muito utilizada tradicionalmente na África do Sul.

Conhecido também como gerânio preto, o P. sidoides é uma erva muito utilizada tradicionalmente na África do Sul para preparar remédios que tratam a tosse e o resfriado.

Para que serve

Ainda são poucos os estudos que avaliam a eficácia e as propriedades do Pelargonium sidoides e nenhum deles foi feito com seres humanos. No entanto, acredita-se que a erva pode combater alguns tipos de bactérias e vírus.

O Kaloba na forma de medicamento fitoterápico é usado com base no uso tradicional da erva e na eficácia clínica observada em quem faz uso do remédio.

Em geral, o fitoterápico é indicado para tratar sintomas de infecções agudas e crônicas que afetam o trato respiratório. Os cientistas acreditam que o Kaloba funciona matando as bactérias ou impedindo que elas fiquem aderidas às superfícies do organismo. Além disso, a erva parece aumentar a resposta do sistema imunológico em casos de infecção.

Benefícios do Kaloba

Dos benefícios mais conhecidos do Kaloba, destacam-se:

1. Trata resfriados e combate a sinusite

Conforme dados analisados em um estudo de revisão de 2013 publicado no periódico científico Cochrane Database of Systematic Reviews, o P. sidoides pode reduzir a duração de resfriados e sintomas de sinusite.

  Continua Depois da Publicidade  

No caso da sinusite, o Kaloba pode ser útil no alívio de sintomas como dor de cabeça e excesso de muco nas cavidades sinusais.

Um outro estudo de revisão publicado em 2018 na revista Academic Pediatrics mostra que o Kaloba foi mais eficaz no tratamento de infecções respiratórias simples do que outros remédios fitoterápicos como a equinácea.

Aproveite para checar os benefícios da equinácea, que também é uma boa erva para aliviar gripes, resfriados e inflamações.

2. Alivia sintomas da bronquite aguda

O mesmo estudo de 2013 citado sobre o tratamento de resfriados também mostrou que o Kaloba pode aliviar os sintomas da bronquite que podem incluir vários tipos de tosse. No entanto, mais pesquisas são necessárias para comprovar que o Kaloba funciona neste sentido.

3. Trata dor de garganta e amígdalas

O Kaloba pode aliviar sintomas de rinofaringite ou inflamação de garganta, além de ajudar no tratamento de inflamação nas amígdalas e outros sintomas relacionados a essas condições como dor e febre.

4. Outros benefícios

Possíveis usos do Kaloba também incluem: tratamento de doenças sexualmente transmissíveis como a herpes e a gonorreia, tratamento da gastrite e alívio de desconfortos digestivos como a diarreia.

Como tomar

O Kaloba é um remédio de uso oral encontrado principalmente na forma de extrato em gotas, mas que também pode ser tomado como xarope ou cápsulas.

Se usado na forma líquida, o Kaloba deve ser misturado com água ou algum outro líquido para ser tomado antes das refeições. Nunca se deve pingar as gotas do Kaloba diretamente na boca. Sempre dilua as gotas de acordo com a dose recomendada em um líquido e só então tome o remédio.

A erva geralmente é usada a curto prazo por 5 a 7 dias, sendo que o tratamento total não deve exceder o tempo máximo de 3 semanas.

Posologia

Não há uma padronização da dose de Kaloba, já que isso pode variar de acordo com fatores como:

  • Idade;
  • Sexo;
  • Peso;
  • Saúde geral;
  • Uso de medicamentos.

Recomendação de dosagem geral

Em geral, é indicado usar as seguintes dosagens de Kaloba (solução oral) para o tratamento de infecções agudas do trato respiratório:

  • Adultos e crianças maiores de 12 anos de idade: 30 gotas até 3 vezes ao dia;
  • Crianças entre 6 e 12 anos de idade: 20 gotas até 3 vezes ao dia;
  • Crianças menores de 6 anos de idade: 10 gotas até 3 vezes ao dia.

Se optar por comprimidos, a dose indicada é geralmente a seguinte:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Adultos e crianças maiores de 12 anos de idade: 1 comprimido até 3 vezes ao dia.
  • Para crianças menores de 12 anos de idade, é recomendado usar o Kaloba na forma de solução oral.

Efeitos colaterais

É preciso ter muito cuidado, já que não há dados seguros sobre a eficácia e segurança desse suplemento.

Efeitos adversos podem ser observados e incluem:

  • Náusea;
  • Azia;
  • Dor de estômago;
  • Agravamento de sintomas respiratórios.

O uso de Kaloba também pode causar danos no fígado. Um estudo de 2016 publicado no International Journal of Molecular Sciences relata que a P. sidoides está entre as ervas que podem causar toxicidade hepática quando usadas em doses terapêuticas.

Assim, o Kaloba precisa ser usado com cautela principalmente por pessoas que têm algum problema hepático ou que usam medicamentos metabolizados pelo fígado.

Sinais de toxicidade hepática aos quais você deve ficar atento são:

  • Fadiga;
  • Dor de estômago;
  • Náusea;
  • Urina escura;
  • Fezes alteradas;
  • Pele ou olhos amarelados.

Fique por dentro sobre quais outros remédios, alimentos e substâncias que fazem mal para o fígado.

Interações medicamentosas

O Kaloba contém uma substância chamada de cumarina que tem um efeito anticoagulante que deixa o sangue mais fino e aumenta o risco de hemorragias.

Assim, o Kaloba pode potencializar o efeito de anticoagulantes prescritos como a varfarina, podendo causar sangramento excessivo se você for passar por alguma cirurgia ou procedimento odontológico.

Contraindicações

Se você sofre de alguma das doenças mencionadas abaixo, não é recomendado usar o Kaloba sem recomendação médica:

  • Artrite reumatoide;
  • Psoríase;
  • Lúpus;
  • Doença hepática ou renal;
  • Hepatite autoimune.

O uso de Kaloba por pessoas nessas condições pode ativar os anticorpos que causam sintomas autoimunes e pioram o quadro autoimune.

Como não existem pesquisas sobre a segurança do Kaloba, seu uso não é indicado para crianças menores de 1 ano de idade, mulheres grávidas ou que amamentam.

Se a sua intenção com o Kaloba é estimular o sistema imunológico, você pode fazer isso por meio de adaptações na dieta como o aumento no consumo de alimentos que aumentam a imunidade ou com sucos que fortalecem o sistema imunológico.

Kaloba funciona?

Por ser considerado um suplemento de ervas, o Kaloba não passa por testes e pesquisas tão rigorosas como a maioria dos medicamentos. Alguns fabricantes realizam testes mais complexos antes de lançar seus produtos no mercado, mas isso não é obrigatório.

Desta forma, não é possível ter certeza de que a concentração de P. sidoides na fórmula do Kaloba é suficiente para o tratamento.

Muitas pessoas relatam que tomar Kaloba funciona para aliviar os sintomas de infecções, mas outras podem não notar nenhum resultado. Se você tomar o Kaloba e não notar melhoras dentro de 3 ou 4 dias, procure um médico para te prescrever um outro tratamento que seja eficaz.

É importante comprar o Kaloba de fabricantes sérios e bem reconhecidos no mercado de suplementos e fitoterápicos, pois geralmente esses produtores são mais cuidadosos e adotam medidas de segurança mais rígidas durante o processo de fabricação. 

Fontes e Referências adicionais:

Você já tinha ouvido falar que Kaloba funciona para alguma indicação de saúde? Chegou a experimentar o suplemento? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dr. Alexandre Seraphim

Dr. Alexandre Seraphim formou-se médico pela Universidade do Grande Rio e é pós-graduado em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia. Possui diversos cursos na área de emagrecimento, hipertrofia e medicina ortomolecular que o qualificam ainda mais como um grande especialista da área. Atualmente, exerce sua especialidade em uma clínica localizada na Barra da Tijuca e também em Bangu, ambas no Rio de Janeiro. Para mais informações, entre em contato com ele em sua conta oficial no Instagram (@dr.alexandre.seraphim).

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário