Limão é bom para azia na gravidez?

Especialista da área:
atualizado em 12/05/2021

O limão é uma fruta que tem uma série de benefícios. Entretanto, para uma gestante, o que mais pode interessar é saber se o limão é bom para azia na gravidez, aliviando o desconforto.

  Continua Depois da Publicidade  

Aliás, segundo a Associação Americana de Gravidez, a azia é uma queixa frequente durante a gravidez.

O problema envolve uma sensação de queimação na região do peito e surge quando a válvula entre o estômago e o esôfago não dá conta de impedir que o ácido estomacal chegue ao esôfago.

Ao longo de uma gravidez, o hormônio progesterona faz com que essa válvula relaxe, o que pode aumentar a frequência da azia no corpo da mulher em alguns casos.

Ao lado da indigestão, a azia é mais comum durante o terceiro semestre porque o útero em crescimento coloca pressão nos intestinos e no estômago. Essa pressão no estômago pode empurrar os conteúdos presentes no órgão para o esôfago.

Então, o limão é bom para azia na gravidez?

Limão é bom para azia na gravidez?

As frutas cítricas como a laranja, a toranja e o tomate podem trazer uma sensação de queimação depois de uma refeição.

A redatora da área da saúde, Sharon Gillson, afirmou que uma das estratégias para lidar com a azia é evitar as comidas e bebidas que geram o sintoma, como aquelas que podem irritar o esôfago.

“Isso inclui frutas e sucos cítricos, tomates e produtos à base de tomates, malaguetas e pimentas pretas (pimenta-do-reino)”, exemplificou Gillson.

O problema é que o limão é justamente uma dessas frutas ácidas ou cítricas. Além disso, já apontou-se que as frutas cítricas como limão, lima, laranja, toranja e abacaxi podem causar sintomas da azia. Principalmente quando a pessoa as ingere de estômago vazio.

O problema tem relação com o fato das frutas cítricas serem bem ácidas. Isso porque os sintomas da azia se originam justamente da presença de muito ácido no estômago. Aliás, há quem defina as frutas cítricas como o combustível para o fogo (da azia).

  Continua Depois da Publicidade  

Adicionalmente, quando a azia ocorre por conta da elevação da acidez, os alimentos cítricos podem provocar uma piora nos sintomas.

A questão da pepsina

O autor do livro “Kiling me Softly From the Inside” (Matando-me Lentamente por Dentro, tradução livre), o otorrinolaringologista Jonathan Aviv, afirmou que os alimentos ácidos como o limão podem disparar a azia por meio da ativação da pepsina.

Esta é uma enzima do estômago que atua na decomposição de proteínas. Enquanto o limão pode não alterar a ação da pepsina no estômago, o refluxo dos sucos digestivos do estômago pode deixar moléculas inativas de pepsinas dentro da garganta e do esôfago.

De acordo com Aviv, no caminho para o estômago, os alimentos ácidos podem entrar em contato com essa pepsina inativa, ativando-a e causando dano por conta da decomposição de proteínas nesses tecidos.

Por outro lado

Água de limão é bom para azia na gravidez?

Vale a pena destacar que a redatora da área da saúde Sharon Gillson ponderou que enquanto alguns causadores da azia são comuns, outros variam de pessoa para pessoa.

Além disso, uma blogueira chamada Janessa não simplesmente afirmou que limão é bom para azia na gravidez como declarou que curou a sua azia na gravidez com o uso da fruta. Detalhe: ela é mãe de cinco filhos! Isso está registrado em seu blog – o Thrifty Nifty Mommy.

“Eu sempre tive azias horríveis na gravidez. Foi somente na minha terceira gravidez que descobri um remédio natural para a minha azia (completamente por acidente) que funcionou. Tudo o que você precisa são limões frescos e água”, escreveu a blogueira.

Embora seja ácido, o limão faz com que o organismo fique mais básico ou alcalino (o oposto de ácido). Assim, auxilia o controle do excesso de acidez gástrica.

  Continua Depois da Publicidade  

Cada caso é um caso

Entretanto, as coisas não são tão simples assim. A quantidade e a aceitação da fruta são muito particulares, ou seja, variam de pessoa para pessoa. Assim, é preciso avaliar o uso da fruta individualmente.

É preciso lembrar que cada mulher, cada gravidez e cada nível de azia são diferentes, o que exige diferentes estratégias para amenizar o problema. Fica evidente como é importante que a gestante consulte um médico antes de testar qualquer receita para ajudar a combater o problema.

Cuidado com a quantidade de limão na gravidez

Como não se sabe se a fruta é segura em quantidades medicinais durante a gestação e amamentação, recomenda-se que as mulheres grávidas e que amamentam utilizem o limão somente em quantias alimentares.

Há ainda o alerta que o consumo da água de limão, especialmente de maneira excessiva, pode prejudicar os dentes.

Vídeo

Gosta de limão? Então, entenda melhor se o limão faz mal, inclusive na gravidez, com o vídeo da nossa nutricionista!

Fontes e Referências Adicionais

Você sente ou sentiu muita azia na gravidez? Então, conte-nos abaixo:

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. Marcos Marinho

Dr. Marcos Marinho é especialista em Gastroenterologia, Endoscopia Digestiva e Ultrassonografia - CRM 52.104130-4. Formou-se em Medicina pela Universidade do Grande Rio (Unigranrio) e é pós-graduado em Gastroenterologia pelo IPEMED. Realizou cursos de ultrassonografia geral e intervencionista pela Unisom, ultrassonografia musculoesquelética e Doppler pelo CETRUS. Atualmente, é pós-graduando de Endoscopia Digestiva pela Faculdade Suprema de Juiz de Fora-MG. No momento, atua em vários municípios do estado do Rio de Janeiro como na capital, Niterói, Magé e Araruama. Dr. Marcos Marinho tem experiência em setores variados de sua especialização e continua em constante aprendizado e evolução para ser uma referência da área. Para mais informações, entre em contato através de seu Instagram oficial @drmarcosmarinho

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário