Fígado

Limpeza do Fígado Natural – O Que Fazer?

Nós somos bombardeados diariamente com toxinas ambientais, produtos tóxicos, alimentos processados e assim por diante. Diante desse cenário, manter a boa saúde dependerá de como o corpo remove e elimina essas toxinas e uma das principais maneiras é através do fígado.

Ele é um órgão fundamental para produzir a bílis, que ajuda na digestão principalmente de gorduras, converte os hormônios, armazena as vitaminas e nutrientes essenciais para o nosso corpo e desintoxica o sangue, o que ajuda a eliminar as toxinas. Quando esse órgão não funciona corretamente, o processo de digestão e absorção de nutrientes, que é fundamental para a boa saúde, pode ser comprometido, então a limpeza do fígado natural pode ser eficaz e ajudar positivamente a saúde.

Mas é possível uma limpeza do fígado de forma natural? O que e como fazer? Vamos abordar esse assunto com mais detalhes abaixo.

Importância do fígado

Antes de falar sobre a limpeza do fígado natural, vamos entender qual a importância desse órgão para a nossa saúde.

O fígado é responsável por mais de 500 funções diferentes, uma delas é a capacidade de desintoxicação, ou limpeza e neutralização. Além disso, ele também é essencial para processar nutrientes absorvidos pelo intestino, liberando-os de forma eficaz para que sejam usados pelo corpo. Isso inclui:

  • Manter o equilíbrio e a composição de proteínas, gorduras e açúcar no sangue.
  • Armazenar vitamina A, minerais e ferro.
  • Eliminar os antigos glóbulos vermelhos.
  • Produzir compostos essenciais para ajudar coágulos de sangue.
  • Metabolizar corretamente o álcool e medicamentos ingeridos.
  • Remover toxinas presentes no sangue, incluindo bilirrubina, amônia, entre outros.
  • Armazenamento de minerais, ferro e vitamina A.

Riscos que comprometem o desempenho do fígado

Para que o fígado desempenhe bem o seu papel, ele precisa estar saudável, mas o fato de sermos expostos a tantas situações nocivas pode gerar riscos e comprometer a função hepática. Veja alguns:

  • Níveis irregulares de potássio no organismo.
  • Excesso de álcool.
  • Uso de drogas por via intravenosa.
  • Ter sido exposto a alguns produtos químicos industriais e toxinas ambientais.
  • Manter relações sexuais sem o uso de preservativo.
  • Ter histórico de doenças autoimunes.
  • Infecções virais.
  • Obesidade.
  • Comer muita gordura saturada e alimentos processados.
  • Fazer tatuagens ou colocar piercings.
  • Ter altos níveis de triglicerídeos no sangue.
  • Uso de alguns medicamentos, como por exemplo, o paracetamol.

Sintomas que indicam que o fígado não está funcionando plenamente

Quando ele não está funcionando devidamente, o corpo pode experimentar alguns sintomas.

  • Presença de inchaço e gases.
  • Constipação ou diarreia.
  • Apetite reduzido.
  • Incapacidade de perder peso, mesmo seguindo uma dieta para essa finalidade.
  • Presença de uma cor amarela na pele e nos olhos, conhecida como icterícia.
  • Problemas nos vasos sanguíneos.
  • Cálculos biliares.
  • Pressão alta.
  • Alterações no humor.
  • Presença de ansiedade ou depressão.
  • Mudanças na cor da urina, de amarelo para um tom escuro.
  • Rosácea.
  • Fadiga crônica.
  • Suor excessivo.
  • Facilidade para se machucar.

Limpeza do fígado natural – O que fazer?

Não podemos ignorar que o fígado tem a capacidade de se defender contra as toxinas naturalmente, mas podemos ajudar, pois existem caminhos para limpar o fígado naturalmente e melhorar a sua performance. Confira algumas sugestões:

1. Faça a ingestão de cardo de leite, açafrão, dente de leão ou raiz de bardana

  • Cardo de leite: É uma erva desintoxicante capaz de ajudar a eliminar o acúmulo de metais pesados, excesso de medicamentos, toxinas provenientes de poluentes ambientais e excesso de álcool no fígado. Além disso, ele contém propriedades anti-inflamatórias, que ajudam a diminuir a inflamação do fígado e a silimarina, que ajuda a fortalecer as células no fígado, provocando uma regeneração saudável. Pode ser tomado como um suplemento ou como um chá. Saiba mais: Milk Thistle ajuda a desintoxicar o fígado? Como funciona?
  • Açafrão: Ele pode reduzir as moléculas inflamatórias, o que pode diminuir o risco de desenvolver doenças hepáticas. Seu principal ativo é a cúrcuma, então para garantir a dosagem correta, a melhor forma de ingerir é como um suplemento, contendo 95% de curcuminoides.
  • Raiz de dente-de-leão: Ela produz um efeito diurético natural que possibilita que o fígado elimine mais rapidamente as toxinas presentes. Também promove um sistema imunológico saudável, ajuda a equilibrar os níveis de açúcar no sangue e desconfortos do trato digestivo.
  • Raiz de bardana: Ela é proveniente da família do dente de leão e mostra-se eficaz para limpar o sangue, o que contribui relevantemente para a função do fígado.

A raiz de dente-de-leão e a de bardana podem ser ingeridas como um suplemento ou chá para desintoxicação.

2. Inclua na alimentação alimentos ricos em potássio

A quantidade recomendada de potássio é de 4.700 miligramas diários. Sua ingestão ajuda a gerenciar a pressão alta, reduz o colesterol, contribui com um sistema cardiovascular saudável e também ajuda a limpar o fígado. Veja alguns alimentos ricos em potássio que podem te ajudar a experimentar esses benefícios:

  • Batata doce: Uma unidade tem cerca de 131 calorias e é repleta de magnésio, ferro, vitaminas do complexo como a B6, C e D, além de ter aproximadamente 700 miligramas de potássio e alto teor de fibra e betacaroteno. Ainda que seja levemente adocicada, ela não provoca aumento no nível de açúcar no sangue, pois os seus açúcares são liberados lentamente na corrente sanguínea com o auxílio do fígado.
  • Molhos de tomate: O tomate é mais um alimento rico em potássio e os outros nutrientes. Apenas 1 xícara de purê contém 1.065 miligramas de potássio, enquanto 1 xícara de tomates frescos contém apenas 400 miligramas. Então, na hora de usar, opte por molhos, purês de tomate ou pasta, se possível consuma apenas aqueles feitos com tomates orgânicos que são livres de agrotóxicos nocivos para o fígado.
  • Beterraba: A beterraba é considerada um alimento rico em antioxidantes. Para que você tenha uma ideia, apenas 1 xícara contém mais de 1.300 miligramas de potássio. Ela pode ser consumida na salada, como suco ou refogada. Além disso, ela também ajuda a limpar naturalmente a vesícula biliar, o que melhora o fluxo da bílis.
  • Espinafre: Ele é um alimento versátil, fácil de encontrar e de consumir. Pode ser ingerido fresco ou refogado e uma porção contém cerca de 840 miligramas de potássio.
  • Feijão: O feijão é um alimento muito presente na dieta dos brasileiros e além de conter fibras também é repleto de potássio e proteína.
  • Melaço: Ele é uma espécie de xarope natural e pode substituir os adoçantes da dieta. Por exemplo, duas colheres de chá adicionadas ao café realçam o sabor e ajudam a adoçar e diminuir a acidez. Duas colheres de chá contêm 10% da quantidade diária recomendada de potássio, mas ele também é rico em manganês, cobre, ferro e cálcio.
  • Bananas: Elas são capazes de contribuir com a digestão e liberação de toxinas e metais pesados ​​do corpo, consequentemente com a limpeza do fígado. Rica em potássio, ela contém aproximadamente 470 miligramas em sua composição, o que é uma ótima contribuição para o organismo.

3. Beba sucos de vegetais crus

Uma boa forma de consumir a quantidade necessária de vegetais crus diariamente é preparando um suco. Além disso, essa forma de preparo pode ajudar a tornar os vegetais mais fáceis de digerir, o que permite que eles sejam absorvidos mais rapidamente.

Vegetais como repolho, couve-flor e couve-de-bruxelas ajudam a reduzir os níveis de ácido no corpo, contribuindo com o equilíbrio do pH. Para um sabor mais agradável, adicione ao suco cenoura, pepino, beterraba e verduras.

4. Beba suco de gengibre com laranja e cenoura

O betacaroteno presente nas cenouras é convertido em vitamina A, o que ajuda a eliminar as toxinas do corpo, reduzindo a gordura no fígado. Já a raiz de gengibre é capaz de aliviar o trato digestivo, reduzir os gases e tem relevantes compostos anti-inflamatórios e as laranjas adicionam o sabor adocicado e vitamina C, A e vitamina B6. Por fim, o alto teor de fibras mantém o trato digestivo saudável, o que acelera a eliminação de toxinas.

5. Beba água com limão

Beber um copo de água com limão logo pela manhã, ainda em jejum, pode ajudar na desintoxicação e limpeza do fígado. Isso é possível porque o limão contém vitamina C e outros antioxidantes, sendo assim ele estimula as contrações da vesícula biliar para permitir que a bílis do fígado, que acumula toxinas durante a noite, siga para o duodeno, no intestino delgado, e vá para fora do corpo.

6. Coma fígado ou tome suplementos de fígado

O fígado é um dos alimentos mais ricos em nutrientes. Pode ser um fígado de galinha ou principalmente os provenientes de gado jovem, saudável e alimentado com capim. Eles são repletos de vitaminas A e B, ácido fólico, colina, ferro, cobre, zinco e cromo. Caso esse seja um alimento que você não consegue comer, escolha um suplemento sem hormônio e insira na sua alimentação.

Como fazer uma limpeza do fígado rápida?

Como vimos, incluir alguns alimentos ou suplementos na dieta pode contribuir relevantemente com a saúde do fígado, mas uma limpeza rápida, com a duração de 24 horas, pode impulsionar ainda mais. Veja como fazer:

Decida um dia específico para realizar, mas faça um planejamento antecipado, pois o processo deverá começar uma semana antes para ajudar a facilitar a limpeza do fígado. Nos sete dias que antecedem, você deverá inserir na sua alimentação alface, couve, repolho, couve-flor ou de bruxelas, brócolis, aspargos, beterraba, salsão e frutas cítricas. Coma moderadamente carnes, carboidratos refinados como açúcar e farinha de trigo e evite qualquer alimento processado.

No dia “D” você deverá ingerir ao longo de 24 horas essa bebida de desintoxicação do fígado. Você deverá consumir uma média de 2.100 litros desta mistura e a mesma quantidade de água. Depois de um dia, volte a comer os alimentos que ajudam o fígado a trabalhar corretamente. Confira abaixo a receita:

Bebida de desintoxicação de fígado

Em um recipiente, misture 1 parte de suco de cranberry com 3 partes de água filtrada. Adicione 1/4 colher de chá de noz-moscada e gengibre e uma colher de chá de canela. Faça uma infusão e deixe por 20 minutos. Após esse período deixe em temperatura ambiente para esfriar.

Adicione o suco de 3 laranjas, 3 limões e misture bem. Caso esteja demasiadamente azeda, use um adoçante natural. Beba ao longo do dia.

Esta receita ajudará a apoiar seu corpo durante a limpeza. 

Dicas para promover a saúde do fígado

Algumas mudanças no estilo de vida podem contribuir com a saúde do fígado, o que permitirá que ele seja capaz de eliminar de forma mais eficaz as toxinas do corpo.

  1. Elimine óleos hidrogenados da dieta: Eles são conhecidos popularmente como gorduras trans e contêm os níveis mais altos de gordura saturada. Sua ingestão aumenta o risco de doenças cardíacas em 25% ou mais e acredita-se que elas provocam problemas ao sistema imunológico e podem levar à inflamação, o que pode desenvolver muitas doenças.
  2. Evite alimentos processados: Eles costumam conter nitratos e nitritos, que são produtos químicos usados ​​para aumentar a durabilidade dos alimentos, inibir o crescimento de bactérias e preservar a cor. Os mais comuns são os alimentos provenientes de fast foods e carnes processadas como salsicha, bacon, presunto, entre outros.
  3. Diminua a ingestão de álcool: O álcool é uma toxina eliminada pelo fígado e quando é consumido em quantidades excessivas, pode causar danos. Moderar o consumo de álcool pode preservar relevantemente a saúde do fígado.
  4. Tome a vacina contra hepatite: A hepatite é causada por um vírus que provoca uma doença no fígado. Para impedir, a melhor abordagem é se proteger e não ficar vulnerável ao vírus.
  5. Tenha cuidado com os medicamentos: O fígado processa os medicamentos, por isso, escolha-os com cuidado. Verifique se existem opções, evitando tomar desnecessariamente.
  6. Atenção às agulhas: O sangue carrega o vírus da hepatite, por isso o cuidado com as agulhas deve ser redobrado. Nunca compartilhe e se precisar tomar uma injeção ou for fazer uma tatuagem, por exemplo, certifique-se de escolher um lugar que use o material descartável.
  7. Use preservativos: Os fluidos corporais contêm vírus, por esse motivo usar preservativos garantirá que o corpo receba esses fluidos.
  8. Tenha cuidado com produtos químicos: Eles podem ser absorvidos através da pele, então quando for manusear produtos químicos procure usar máscaras, luvas e equipamentos de proteção.

Fazer uma limpeza do fígado natural não é difícil, pois exigirá que você mude alguns hábitos. Boas práticas de alimentação podem ter um impacto relevante para a saúde do fígado e ter esse órgão mais sadio possibilita que o corpo elimine toxinas nocivas, evitando o surgimento de doenças e enfermidades.

Siga as recomendações de alimentos que ajudam a realizar essa limpeza do fígado ntural e fique atento a alimentos e costumes que não promovem o bom funcionamento.

Vídeos:

Gostou das dicas?

Referências adicionais:

Você já tentou fazer uma limpeza do fígado com alguma das dicas que listamos acima? O que acha da ideia? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (9 votos, média: 4,11 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

3 comentários

  1. Orientação como esta deve sempre está disponível para acompanharmos o processo para uma boa saúde.

  2. sandra Helena mistura

    Gostei muito de toda a sua explicação. Nota 10.

  3. Arménio_Carlos_Magalhães Magalhães

    Acho fabuloso conselhos e dicas destas em forma de conselhos científicos para sentirmos uma real importância na forma de nos comportarmos no campo da saúde.
    Bem hajam

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*