Niacina

Niacina: O Que é, Para Que Serve, Benefícios e Alimentos Ricos

A niacina, ou ácido nicotínico, foi a terceira vitamina do complexo B a ser descoberta (daí o nome B3). Por ser uma vitamina solúvel em água, o seu corpo não é capaz de armazenar niacina. Em vez disso, você deve obtê-la regularmente a partir de alimentos em sua dieta. Essa vitamina ajuda a manter sua pele, cabelo e olhos saudáveis, e também suporta a função de seus sistemas nervoso e digestivo. Além disso, ela tem um papel essencial na conversão de carboidratos na dieta em energia e influencia o modo como seu corpo processa o colesterol. Este artigo abordará o que é a niacina, para que serve, quais seus benefícios, além de quais são os alimentos ricos nesse nutriente.

O que é Niacina e para que serve?

A niacina é uma das 8 vitaminas do complexo B. É também conhecida como vitamina B3 ou ácido nicotínico, e possui duas outras formas, niacinamida (nicotinamida) e inositol hexanicotinato, que têm efeitos diferentes de niacina.

Todas as vitaminas B ajudam o corpo a converter alimentos (carboidratos) em combustível (glicose), que o corpo usa para produzir energia. Elas também ajudam na mobilização de gorduras e proteínas para produção de energia de uso do corpo. Vitaminas do complexo B são essenciais para um fígado saudável, uma pele saudável, cabelo e olhos, e para ajudar a função do sistema nervoso. Além disso, auxiliam a produção de hormônios sexuais e aqueles relacionados ao estresse, ajudam a melhorar a circulação e parecem ter efeitos anti-inflamatórios.

Todas as vitaminas B são solúveis em água, o que significa que o seu corpo não pode armazená-las. Porém você pode atender a todas as necessidades do seu corpo para B3 através da dieta.

Benefícios da Niacina

Veremos a seguir as propriedades da niacina para saúde e boa forma e você entenderá em detalhes para que serve, explorando cada um dos principais benefícios da niacina.

1) Redução do colesterol

Vários estudos têm mostrado que a niacina pode aumentar os níveis do bom colesterol (HDL) e diminuir os níveis de triglicerídeos tão bem, ou melhor, do que alguns medicamentos de prescrição. Ela também reduz moderadamente o mau colesterol (LDL), e é muitas vezes prescrita em combinação com estatinas para controle de colesterol. No entanto, a niacina só é eficaz como um tratamento de colesterol em doses bastante elevadas. Estas doses podem representar riscos, tais como danos ao fígado, problemas gastrointestinais ou intolerância à glicose. Portanto, é necessário o acompanhamento médico, para que sejam prescritas doses corretas do medicamento ou suspensão deste em casos de efeitos colaterais severos.

2) Aterosclerose e doenças cardíacas

A niacina tem outros benefícios. Há boas evidências de que ele ajuda a reduzir a aterosclerose, ou endurecimento das artérias em algumas pessoas. Para as pessoas que já tiveram um ataque cardíaco, essa vitamina parece reduzir o risco de uma reincidência.

3) Diabetes

No diabetes do tipo 1, o sistema imune do corpo erradamente ataca as células do pâncreas, que produz insulina, eventualmente, destruindo-as. Estudos indicam que a niacinamida pode ajudar a proteger essas células por um tempo. Os pesquisadores também analisaram que, em altas doses, pode reduzir o risco de diabetes tipo 1 em crianças em situação de risco para a doença. Um estudo comprovou esse efeito, porém mais pesquisas são necessárias.

O efeito da vitamina B3, sobre a diabetes de tipo 2 é mais complicado. Pessoas com diabetes tipo 2 têm frequentemente níveis elevados de gorduras e colesterol no sangue. A Niacina muitas vezes pode reduzir esses níveis em conjunto com outros medicamentos. No entanto, a niacina pode também elevar os níveis de açúcar no sangue, o que é particularmente perigosa para alguém com diabetes. Por essa razão, se você tem diabetes, você deve tomar niacina somente sob a indicação de seu médico, e a glicemia deve ser cuidadosamente monitorizadas.

4) Artrite

Um estudo preliminar sugeriu que a niacinamida pode melhorar os sintomas da artrite, incluindo o aumento da mobilidade articular e reduzindo a quantidade de drogas anti-inflamatórias não-esteroides (AINEs) necessários.

5) Esquizofrenia

Como distúrbios neurológicos associados com pelagra (severa deficiência em niacina) se assemelham a esquizofrenia aguda, a terapia à base de niacina para a condição foi investigada durante os 1950s-70s. O uso concomitante de nutrientes como a niacina para corrigir deficiências associadas com sintomas neurológicos é chamado psiquiatria ortomolecular. Tal abordagem não foi incluída na prática psiquiátrica; no entanto, os recentes avanços científicos e novas hipóteses sobre o benefício de suplementação nutricional no tratamento de transtornos psiquiátricos têm sugerido a reavaliação da medicina ortomolecular pela comunidade médica.

6) Outros Benefícios

– Doença de Alzheimer.

Estudos populacionais mostram que as pessoas que possuem níveis mais elevados de niacina em sua dieta têm um menor risco de doença de Alzheimer.

– Catarata.

Um estudo populacional grande mostrou que pessoas com uma dieta rica em vitamina B-3 em suas dietas tiveram um menor risco de desenvolver cataratas.

– Condições da pele.

Os pesquisadores estão estudando formas tópicas de niacina como tratamentos para a rosácea, envelhecimento, e prevenção de câncer de pele, embora seja muito cedo para saber se é eficaz.

Valores diários recomendados e deficiência em niacina

Os valores diários para a niacina baseiam-se na prevenção da deficiência pelagra.

Tabela – Valores diários recomendados
Estágio de vidaHomens (mg de NE/dia)Mulheres (mg de NE/dia)
Bebês 0-6 meses22
Bebês 7-12 meses44
Crianças 1-3 anos66
Crianças 4-8 anos88
Crianças 9-13 anos1212
Adolescentes 14-18 anos1614
Acima de 19 anos1614
Gravidez (todas as idades)18
Amamentação (todas as idades)17
Obs.: NE = 60mg de triptofano = 1mg de niacina

A deficiência de vitamina B-3 pode resultar da ingestão inadequada de niacina e/ou triptofano. Essa deficiência muitas vezes é associada à desnutrição. Observa-se na população de rua, em indivíduos que sofrem de anorexia nervosa ou obesidade, e em consumidores de dietas ricas em milho e pobres em proteínas animais. Alguns estados em que ocorre a má absorção (doença de Crohn) e o tratamento prolongado com o fármaco antituberculose isoniazida, também resulta em deficiência dessa vitamina. Outros agentes farmacêuticos, incluindo as drogas imunossupressoras azatioprina e 6-mercaptopurina, a droga anticâncer 5-fluorouracil e a carbidopa, uma droga administrada a pessoas com doença de Parkinson, são conhecidos por aumentar a dependência de vitamina B-3 dietética por interferência com o triptofano. Finalmente, outras populações em situação de risco para a deficiência dessa vitamina incluem pacientes em diálise, pacientes com câncer, indivíduos que sofrem de alcoolismo crônico e as pessoas com HIV.

Os sintomas de deficiência leve de B-3 incluem: indigestão, fadiga, aftas, vómitos, problemas na circulação, depressão. A deficiência grave pode causar uma condição conhecida como pelagra. A pelagra é caracterizada por rachados, pele escamosa, demência e diarreia. É geralmente tratada com uma dieta nutricional equilibrada e suplementos de niacina. A deficiência de niacina também causa queimação na boca e inchaço e vermelhidão da língua.

Alimentos ricos em Niacina

Boas fontes de niacina incluem levedura, carne, aves, peixes (por exemplo, atum, salmão), cereais (especialmente cereais fortificados), legumes e sementes. Leite, vegetais de folhas verdes, café e chá também fornecem alguma quantidade dessa vitamina. Alguns alimentos com quantidades substanciais de vitamina B-3 estão listados abaixo:

  • Frango (85g, cozido, sem pele) – 7,3-11,7mg
  • Atum (85g, enlatado) – 8,6-11,3mg
  • Peru (85g, cozido, sem pele) – 10,0mg
  • Salmão (salmão real, 85g, cozido) – 8,5mg
  • Carne bovina (85g, 90% magra, cozida) – 4,4-5,8mg
  • Amendoim (30g, seco, torrado) – 3,8mg
  • Lentilhas (1 xícara, cozida) – 2.1 mg
  • Pão (de trigo, 1 fatia) – 1,3mg
  • Café (1 xícara) – 0,5mg

Suplementos

Suplementos de niacina estão disponíveis como nicotinamida ou ácido nicotínico. A nicotinamida é a forma de niacina tipicamente utilizada em suplementos nutricionais e em fortificação de alimentos. A niacina é prescrita como um agente redutor do colesterol.

A vitamina está disponível como comprimido ou cápsula nas formas, regular ou de liberação controlada. Esta última apresenta menos efeitos colaterais do que a niacina regular. No entanto, ela é mais propensa a causar danos ao fígado. Independentemente de qual forma da vitamina B3 que você está usando, os médicos recomendam exames periódicos da função hepática ao usar doses elevadas (acima de 100 mg por dia).

Além disso, tenha em mente que todas as vitaminas do complexo B, na verdade, trabalham em conjunto, o que significa que você pode esperar melhores resultados se tomar niacina ou niacinamida, juntamente com um bom multivitamínico que contém um amplo equilíbrio de vitaminas B.

Quais são os riscos de tomar niacina?

– Efeitos colaterais

A niacina pode causar vermelhidão e calor desconfortável no rosto e pescoço, especialmente quando você começar a tomá-lo. Seu médico provavelmente irá sugerir o aumento da dose lentamente para reduzir este problema e também pode oferecer uma formulação prescrição de liberação controlada para diminuir efeitos colaterais. Essa vitamina pode causar distúrbios gástricos e diarreia. No entanto, todos estes efeitos colaterais tendem a desaparecer com o tempo.

– Riscos

A niacina tem riscos. Ela pode causar problemas de fígado, úlceras de estômago, alterações em níveis de glicose, lesão muscular, diminuição da pressão arterial, alterações do ritmo cardíaco, entre outros. Pessoas com qualquer problema de saúde, incluindo doença renal ou hepática, diabetes, pressão alta ou problemas cardiovasculares precisa consultar um médico antes de usar suplementos dessa vitamina.

– Interações

Se você tomar quaisquer medicamentos ou suplementos regularmente, converse com seu médico antes de começar a usar niacina. Ela pode interagir com medicamentos para diabetes, anticonvulsivantes, anti-hipertensivos, hormônios da tireoide, e antibióticos, bem como suplementos, como ginkgo biloba e alguns antioxidantes. O álcool associado à niacina pode aumentar o risco de problemas de fígado. Embora essa vitamina seja frequentemente utilizada juntamente com estatinas para o colesterol elevado, esta combinação pode aumentar o risco de efeitos colaterais. Obtenha conselhos de seu médico.

Referências adicionais

  1. Boden, William E., et al. “Niacin in patients with low HDL cholesterol levels receiving intensive statin therapy.” The New England journal of medicine 365.24 (2011): 2255-2267.
  2. Vaijinath S. Kamanna, Moti L. Kashyap, Mechanism of Action of Niacin, The American Journal of Cardiology, Volume 101, Issue 8, Supplement, 17 April 2008, Pages S20-S26, ISSN 0002-9149, http://dx.doi.org/10.1016/j.amjcard.2008.02.029.
  3. John R. Guyton, Harold E. Bays, Safety Considerations with Niacin Therapy, The American Journal of Cardiology, Volume 99, Issue 6, Supplement 1, 19 March 2007, Pages S22-S31, ISSN 0002-9149, http://dx.doi.org/10.1016/j.amjcard.2006.11.018.
  4. Guyton, John R. “Niacin in cardiovascular prevention: mechanisms, efficacy, and safety.” Current opinion in lipidology 18.4 (2007): 415-420
  5. Ronald B. Goldberg, Terry A. Jacobson, Effects of Niacin on Glucose Control in Patients With Dyslipidemia, Mayo Clinic Proceedings, Volume 83, Issue 4, April 2008, Pages 470-478, ISSN 0025-6196, http://dx.doi.org/10.4065/83.4.470.

Você já tomou alguma suplementação de niacina? Qual era o seu propósito, e quais foram os resultados? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (34 votos, média: 3,91 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

11 comentários

  1. Boa noite Dr. já tive problemas cardíacos que me levou a cirurgia para troca de duas válvula por metálicas. etenho problemas de colesterol embora eu cuido muito, gostaria de saber se esses problemas complicam se eu continuar a tomar a NIACINA? Abraços

  2. Bom dia.

    Há 8 anos tenho depressão, síndrome do pânico e uma insônia absurda. Assisti alguns vídeos sobre a suplementaçao por um médico ortomolecular. Só que aí eu fiz uma fórmula na farmácia com outras substâncias mais a nicotinamida.

    Gostaria muito de passar numa consulta com um psiquiatra ou neurologista ortomolecular mas ainda não atendem por convênio, o meu é Sulamerica.

    Enfim, eu faço uso de ômega 3, magnésio dilamato, já usei por 8 meses o 5htp mas não senti diferença no dia-a-dia.

    Troco sistematicamente os antidepressivos e tomo 2mg de rivotril a noite.

    Tinha uma vida super legal, sou jornalista, trabalhava em editora , tinha uma vida social.

    Hoje não saio de casa para nada. Agora há pouco abri a janela e vi que o dia está lindo, ensolarado, mas não tenho energia, vontade e nem idéia do que fazer lá fora.

    Agradeço a atenção.

    • Boa tarde Rute.
      Estou orando por você, para que sua saúde seja restabelecida. Deus pode fazer o que julgamos difícil ou impossível.

    • Tenho estes problemas tambem. Minha insônia parece ser incuravel. So conseguir paleativos.
      Para dormir eu tomo phenibut e reverso com Valdoxan.
      Durante o dia eu tomo ritalina (melhora absurda). Quanto sinto que a tolerância esta chegando eu paro por 15 dias ai o efeito volta.

    • amgao eu recomendo que voce tome complexo de vitamina B que voce vai melhorar muito o complexo B E COMPOSTO da vitamina B1 tiamina B2 riboflvina B3 niacina ou nicotinamida B5 acido pantotenico B6 piridoxina B7 biotina B9 acido folico e B12 ciacolobalamina pesquise em algum site sobre estas vitaminas voce vai ver o beneficio que elas tem . esseas vitaminas voce encontra na internat . boa saude !!!

    • BOA noite!
      Tome chá de Mulungu. Iniciei com uma mão cheia, depois se necessário vá reduzindo até chegar a 4grs. Ele é bom para tudo isso q vc tem.

  3. Gente experimente a melatonina para dormir, pode ser muito bacana o resultado.

  4. amgao eu recomendo que voce tome complexo de vitamina B que voce vai melhorar muito o complexo B E COMPOSTO da vitamina B1 tiamina B2 riboflvina B3 niacina ou nicotinamida B5 acido pantotenico B6 piridoxina B7 biotina B9 acido folico e B12 ciacolobalamina pesquise em algum site sobre estas vitaminas voce vai ver o beneficio que elas tem . esseas vitaminas voce encontra na internat . boa saude !!!

  5. Manda manipular 30 mg de ZINCO + 450 mg de magnésio treonato + 50 mg de piridoxina (B6) Tomar 1 cápsula 1 hora antes de dormir.

  6. Para quem não dorme, tomem chá de mulungu. Ferva uma mão cheia da erva. Depois se precisar vão reduzindo a quantidade até 4grs.

    [email protected] Esse profissional vai ajudar vcs.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*