Picanha engorda? Calorias, receitas light e dicas

Especialista da área:
atualizado em 18/02/2021

Ao perceber que os quilos estão acumulando, quem costuma juntar os amigos e a família para assar uma carne pode se questionar se o churrasco engorda. Mas a preocupação de quem é doido por uma picanha pode ser especificamente se a picanha engorda.

  Continua Depois da Publicidade  

As calorias para entender se a picanha engorda

Picanha engorda

Primeiramente, para entendermos se a picanha engorda, vamos começar conhecendo o valor calórico que o corte pode apresentar. Até porque ingerir muitas calorias por dia, além do necessário, pode engordar.

Tipo de picanhaNúmero de calorias por porção
Picanha (genérica)325 calorias em 100 gramas
Picanha da marca Friboi323 calorias em 100 gramas
Picanha grelhada sem gordura da marca Friboi238 calorias em 100 gramas
Hambúrguer sabor picanha da marca Aurora203,75 calorias em 100 gramas
Picanha da marca Wessel213 calorias em 100 gramas
Picanha defumada da marca Majestade214 calorias em 100 gramas

Antes de seguirmos em frente com a nossa análise, precisamos registrar que não submetemos os valores acima a análises nutricionais, mas apenas reproduzimos dados já disponíveis. Ou seja, eles são estimativas.

No entanto, com base nessas estimativas de quantas calorias a picanha tem, dá para concluir que o ideal é ter moderação, não exagerar nas porções da picanha e escolher as versões com menos calorias, para evitar consumir uma quantidade de calorias muito alta.

Caso contrário, ficará bem fácil acumular calorias, o que favorece o aumento de peso e a ideia de que a picanha engorda.

Especialmente porque não costumamos comer picanha sozinha

A picanha é a rainha do churrasco. Mas, quando queremos saber se a picanha engorda, ela não é a única que devemos levar em conta. Isso porque o seu consumo é feito ao lado de diversos outros alimentos no evento.

Por exemplo, outros tipos de carne, pão de alho, saladas de batata, arroz branco, refrigerante e cerveja. Além disso, não é incomum alguém levar sobremesas irresistíveis para o churrasco. Tudo isso aumenta bem o total de calorias da refeição.

Ou seja, se a gente juntar tudo isso com porções generosas de picanha várias vezes ao mês será muito difícil não ganhar quilos extras. Ao mesmo tempo, será mais difícil ainda perder o peso a mais.

Até porque a picanha não é classificada como uma carne magra.

Quem teme que a picanha engorda deve aprender como usá-la

Prato com picanha engorda

Entretanto, as informações que aprendemos com a nossa discussão não indicam necessariamente que está terminantemente proibido comer picanha ou ir a um churrasco.

  Continua Depois da Publicidade  

O que está ficando claro é a necessidade de tomar uma série de cuidados e ter bastante moderação com a picanha e o churrasco. Isto é, se o objetivo for emagrecer ou evitar o ganho de peso.

Por exemplo, você pode trocar a picanha por carnes com menos gordura como filé mignon, alcatra, frango sem pele e peixe. Não consegue resistir à picanha? Então, pegue um pedaço bem fino e sem capa de gordura.

Além disso, especialistas aconselham não chegar em jejum no churrasco, pois isso ajuda a não passar do ponto no evento.

Só para exemplificar: você pode consumir algo leve como uma fruta ou vitamina batida no liquidificador antes de sair de casa.

Afinal, ao chegar morrendo de fome no churrasco será muito difícil não se descontrolar e se empanturrar com as primeiras carnes que aparecerem pela frente. Portanto, correrá menos risco de comer picanha demais.

Mas, se não for possível comer antes de sair de casa, a recomendação dos especialistas é começar com uma entrada com por salada ou petiscos leves como cenoura e pepino antes de partir para as carnes.

Assim, com a barriga um pouco mais cheia, será mais fácil se controlar e não exagerar na picanha e em outras carnes gordurosas ou acompanhamentos mais pesados por estar cheio de fome.

Aprenda receitas light com picanha

Não poderíamos terminar de discutir se a picanha engorda sem apresentar algumas opções de receitas light com o corte, como por exemplo:

  Continua Depois da Publicidade  

1. Receita de picanha light ao forno

Ingredientes:

  • 1 unidade de picanha bovina;
  • ¼ de xícara de água;
  • 1 colher de sobremesa de óleo de soja;
  • Sal grosso a gosto;
  • Alho desidratado a gosto cortado em fatias fininhas.

Modo de preparo:

1. Primeiramente, limpar bem a picanha, removendo toda a gordura da peça.

2. Logo depois, temperar com sal grosso a gosto, porém, com moderação e sem exagerar. Isso porque o excesso de sódio faz mal à saúde e favorece o inchaço.

3. Em terceiro lugar, deixar a picanha descansar ao longo de meia hora para permitir que o sal penetre.

4. Levar uma panela antiaderente com o óleo de soja ao fogo para aquecer bem. Em seguida, colocar a picanha e dourar bem cada um dos lados da peça. Entretanto, tomar cuidado para não queimar.

5. Logo após, transferir a picanha para uma forma, de preferência antiaderente, e despejar ¼ de xícara de água no fundo. Na sequência, levar ao forno quente.

6. Então, depois de 15 minutos, virar a carne, despejar o alho desidratado por cima e deixar a picanha por mais 10 minutos no forno. Isto é, caso goste da carne mal passada.

7. Por outro lado, se preferir uma picanha ao ponto, virar a carne depois de 30 minutos que ele estiver no forno e, só então, despejar o alho, deixando a picanha por mais 10 minutos no forno. Mas, não é aconselhável que o alho vá ao forno por mais de 10 minutos. Se durante esse processo a forma secar, será necessário acrescentar mais água.

8. Então, desligar o fogo, esperar uns minutinhos, retirar a picanha do forno e servir na companhia de uma salada de folhas mistas.

2. Receita de salada de picanha

Ingredientes:

  • 300 gramas de picanha sem gordura;
  • Sal grosso a gosto;
  • 50 ml de azeite;
  • 50 ml de mostarda amarela;
  • 5 g ou 1 colher de café de sal;
  • 5 g ou 1 colher de chá de salsa picada;
  • 2 unidades de tomate;
  • Folhas de alface crespa, alface roxa, rúcula e agrião a gosto;
  • Cebolinha verde picadinha a gosto.

Modo de preparo:

1. Temperar a carne com sal grosso. Mas, com muita moderação e sem exageros. Isso porque o excesso de sal é prejudicial à saúde.

2. Logo depois, grelhar a picanha no ponto de sua preferência sem usar gordura.

3. Então, passar a picanha para uma tábua, esperar 10 minutos para que os sucos retornem ao interior da carne e cortar a peça em fatias fininhas. Reservar.

4. Misturar o azeite, a mostarda amarela, a salsa e o sal em uma tigela para preparar o molho. Reservar.

5. Logo após, lavar bem as folhas e os tomates.

6. Misturar as folhas verdes e dispor no centro de um recipiente, de modo que forme um monte. Regar com metade do molho preparado no passo 2.

7. Então, cortar os tomates em rodelas finas.

8. Logo depois, decorar a salada de folhas com as rodelas de tomates e as tirinhas de picanha grelhada. Regar com a metade que sobrou do molho e salpicar cebolinha na salada antes de servir-se.

Aliás, os vídeos da nossa nutricionista que estão logo abaixo também trazem informações importantes para quem gosta de churrasco e carnes. Portanto, não perca!

Você come muita picanha, mas sabe preparar receitas light com o corte? Então, conte para nós nos comentários!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário