Cabelo

Queratina para os Cabelos – Benefícios, Como Usar e Dicas

Os tratamentos capilares têm como objetivo ajudar a proteger e a tratar os fios da poluição, das agressões externas e dos tratamentos químicos mais agressivos. No entanto, com o aumento da quantidade de tratamentos e de produtos disponíveis no mercado, é importante que se tenha conhecimento suficiente sobre a escolha dos produtos ideais para o tipo de dano existente.

A queratina é uma das substâncias mais utilizadas atualmente pela indústria cosmética. Vamos conhecer o que é, como usar a queratina para os cabelos, saber mais sobre seus benefícios e aprender suas utilidades no dia a dia. 

O que é a queratina?

A fibra capilar é bastante resistente, e quando o cabelo está saudável é necessária uma grande pressão para haver o rompimento de uma fibra natural. Porém, quando os fios sofrem algum tipo de dano, eles podem ficar quebradiços e fracos. Nos tratamentos químicos, pode-se observar a diminuição da resistência do cabelo, principalmente quando o mesmo está molhado, sendo visível o aumento dos danos à cutícula e porosidade dos fios.

A cutícula proporciona brilho ao fio e quando esta fica danificada, o cabelo perde a maciez e fica mais difícil na hora de pentear. A saúde dos fios depende do teor de umidade e da integridade dos fios. Atualmente, o produto mais indicado e utilizado para reconstrução capilar é queratina hidrolisada ou a queratina líquida. O cabelo úmido e saudável estica cerca de 40% a 50%, voltando ao seu normal sem que ocorra a quebra.

A queratina é uma proteína fibrosa encontrada em humanos e nos animais, não solúvel em água e nem em solventes orgânicos, composta por cerca de vinte aminoácidos, sendo a cisteína o mais importante de todos, que auxilia na formação das unhas e também dos cabelos.

O pH da queratina fica entre 4 e 8, tornando-a vulnerável a produtos alcalinos. Esta proteína compõe, aproximadamente, 90% do cabelo. Assim, tanto a água quanto os agentes químicos têm ação direta sobre a queratina.

A cisteína é o aminoácido que proporciona elasticidade ao cabelo por estar em grande quantidade no fio possibilitando várias ligações químicas. Devido às suas propriedades, a queratina passou nos últimos anos a ser muito utilizada pela indústria de cosméticos, sendo aplicada em produtos de beleza e higiene, entre eles shampoos, condicionadores, cremes capilares, esmaltes, produtos para tratamentos capilares, entre muitos outros.

Com o aumento das agressões externas, como a poluição, a poeira, os raios solares, o vento, de produtos químicos como cloro, e com o aumento do uso dos procedimentos agressivos ao cabelo como tinturas, chapinhas, secadores, entre muitos outros, houve um crescimento dos fatores que causam danos à estrutura dos fios devido à eliminação da queratina natural dos cabelos, causando a quebra e o enfraquecimento dos mesmos.

A aplicação de queratina para os cabelos é recomendada para ajudar na recuperação da vida e da saúde dos fios, sendo importante, nestes casos, a reposição desta substância. A queratina possui alta penetração nos fios, auxiliando no aumento do brilho e do volume dos cabelos, melhorando a hidratação, além de melhorar o aspecto dos fios, dando uma aparência suave, hidratada e saudável.

Existem diversos tipos de queratina: a queratina líquida, a queratina hidrolisada, a queratina hidrogenada, a queratina vegetal e a queratina animal. Veja, a seguir, algumas das características e benefícios de cada um dos tipos de queratina para os cabelos:

  1. Queratina líquida: Este tipo de queratina é encontrado de forma mais concentrada e pode ser usado em menores quantidades trazendo os mesmos benefícios. Ela está presente na composição de shampoos, cremes, máscaras, condicionadores, podendo ser encontrada de forma pura em ampolas para uso caseiro.
  2. Queratina hidrolisada: A queratina hidrolisada possui baixo peso molecular e é solúvel em água. Este tipo de queratina penetra de forma bastante fácil nos fios, auxiliando na recuperação da cutícula danificada. Ela pode ser encontrada na forma líquida, em gel ou dentro da composição de vários produtos para tratamento cosmético. Alguns estudos mostraram que a aplicação deste tipo de queratina para os cabelos pode contribuir para a redução do volume dos cabelos em até 80% quando usado de forma frequente.
  3. Queratina hidrogenada: Esta queratina também é bastante comum nos produtos cosméticos e é recomendada para o uso em cabelos não tão danificados, sendo mais usada em tratamentos capilares mais leves. Em casos onde existam muitos danos nos fios, as queratinas em forma mais concentrada e a hidrolisada são mais recomendadas.
  4. Queratina vegetal: A queratina vegetal é muito parecida com a queratina presente naturalmente no cabelo e nas unhas. Pode ser encontrada tanto como hidrolisada ou como hidrogenada. Ela é composta por proteínas extraídas do trigo, do milho, do arroz, da soja e de algas. A queratina vegetal possui a mesma concentração de aminoácidos que a queratina animal, porém tem um odor mais suave.
  5. Queratina animal: Este tipo de queratina é extraído de penas de aves, de cascos de boi, chifres ou da lã de carneiro. Ela é menos utilizada do que a queratina vegetal, pois deve ser aplicada com mais cuidado, pois pode deixar os fios com aspecto endurecido.

Como usar a queratina no dia a dia?

A queratina pode ser usada de várias formas no dia a dia, podendo ser aplicada diretamente ou em conjunto com outros produtos cosméticos.

É importante seguir algumas dicas antes de usar a queratina para os cabelos, pois quando usada em excesso, ela pode provocar o efeito contrário, endurecendo a fibra capilar. Procure também dar um intervalo de pelo menos 15 dias entre cada aplicação e nunca aplique diretamente no couro cabeludo.

Veja, a seguir, algumas formas de como usar a queratina para os cabelos:

1. Use diretamente nos fios

A queratina líquida pode ser aplicada diretamente nos fios, dividindo o cabelo em mechas e aplicando da metade para as pontas. Antes de aplicar a queratina, lave bem os fios com shampoo e enxágue, depois aplique o produto e deixe agir por 15 minutos nos fios. Enxágue novamente e hidrate com alguma máscara da sua preferência.

2. Adicione a alguma máscara

Se você possui algum produto para usar como máscara, adicione algumas gotas de queratina para aumentar o potencial do produto. Acrescente duas colheres de sopa de máscara com uma ampola de queratina, aplicando na metade dos cabelos até as pontas. Deixe agir por 30 minutos e enxágue os cabelos retirando todo o produto.

3. Potencialize a queratina com o calor

Passe a queratina nos fios, deixe secar e aplique o secador ou a chapinha nos cabelos. Isto potencializa o efeito restaurador, fixando o produto nos fios. Depois disso, lave totalmente os cabelos, retirando toda a queratina. Este processo é semelhante ao processo de cauterização capilar.

Conclusão 

A queratina é uma proteína fibrosa, composta por cerca de vinte aminoácidos, sendo a cisteína o mais importante de todos. Esta proteína compõe, aproximadamente, 90% do cabelo.

Com o aumento das agressões externas, como a poluição, a poeira, os raios solares, o vento, de produtos químicos como cloro, e com o aumento do uso dos procedimentos agressivos ao cabelo como tinturas, chapinhas, secadores, entre muitos outros, a aplicação de queratina para os cabelos tornou-se muito comum e traz muitos benefícios.

Ela é recomendada para ajudar na recuperação da vida e da saúde dos fios, sendo importante, nestes casos, a reposição desta substância. Existem diversos tipos de queratina: a queratina líquida, a queratina hidrolisada, a queratina hidrogenada, a queratina vegetal e a queratina animal.

Você já utilizou a queratina para os cabelos alguma vez? Como foram os resultados da aplicação? Se ainda não, pretende experimentar os benefícios da substância? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*