8 remédios caseiros para herpes labial

Especialista da área:
atualizado em 22/03/2022

O herpes labial provoca a formação de bolhas cheias de líquido nos lábios e em seu entorno. Além da aparência desconfortável, o herpes labial pode causar dor, ardência, coceira e formigamento nos lábios. Esses sintomas duram entre 7 a 10 dias e podem ser amenizados com remédios caseiros para herpes labial.  

A maioria das pessoas, cerca de 90%, apresenta o vírus causador do herpes labial, o herpes simples (HSV-1) e uma grande parcela não apresenta sintomas. Existem, porém, muitas pessoas que sofrem com surtos recorrentes de herpes labial. 

  Continua Depois da Publicidade  

O vírus fica dormente e alojado em células nervosas sem causar nenhum dano, até que algum gatilho o desperta e provoca o surto com a manifestação dos sintomas. Os gatilhos são diversos, pode ser exposição ao sol, estresse, flutuações hormonais ou uma baixa do sistema imunológico. 

O tratamento é feito com antivirais prescritos pelo médico, mas podem ser complementados com remédios caseiros, que também apresentam atividade antiviral e anti-inflamatória. 

Veja algumas opções de remédios caseiros para herpes labial, embasados em estudos científicos.

Extrato de própolis

favo de mel

O própolis é um produto natural das colmeias de abelhas, que contém compostos químicos que desempenham ação antiviral, principalmente os flavonoides. 

Foram realizados testes em laboratório usando células in vitro e ratos recém-nascidos e coelhos, para analisar o efeito do própolis sobre o vírus herpes simples. 

  Continua Depois da Publicidade  

O que eles observaram foi que o extrato de própolis inibiu a ação dos vírus nas células e preveniu o desenvolvimento de sintomas nos ratos e coelhos. 

A aplicação do extrato de própolis nos primeiros sintomas da herpes labial pode reduzir a duração das feridas. 

Mel de Kanuka

O mel de Kanuka é derivado da planta Kunzea ericoides, que é da mesma família que a planta Manuka, Leptospermum scoparium, tradicionalmente usada como planta medicinal pelo povo Maori da Nova Zelândia. 

As propriedades antivirais do mel de Manuka já foram demonstradas em ensaios pré-clínicos contra os vírus da influenza, rubéola e varicela. 

Por isso, pesquisadores se propuseram a investigar a atividade antiviral do mel de Kanuka, visto que faz parte da mesma família botânica que a planta Manuka e possui muitos flavonoides em sua composição. 

Eles fizeram um teste clínico randomizado com 952 participantes, comparando a ação do mel de Kanuka com o creme de aciclovir 5%, normalmente usado para tratar o herpes labial. 

  Continua Depois da Publicidade  

O resultado que eles obtiveram foi que o mel de Kanuka foi tão bom quanto o aciclovir para reduzir o tempo de cicatrização das feridas e a dor, provando ser uma excelente alternativa natural para o tratamento do herpes labial. 

Óleo essencial de hortelã-pimenta

Óleo de hortelã
As propriedades antissépticas do óleo de hortelã-pimenta podem ajudar contra a herpes labial

O óleo essencial de hortelã-pimenta possui propriedades antissépticas, que foram testadas em laboratório. 

Os resultados obtidos com os testes mostraram que o óleo essencial de hortelã-pimenta impediu a ligação dos vírus herpes simples às células hospedeiras, exercendo um efeito viricida, ou seja, de destruição do vírus. Inclusive, o óleo foi eficiente contra cepas de vírus resistentes ao aciclovir. 

Como o óleo essencial de hortelã-pimenta pode penetrar a nossa pele, ele pode ser usado nos lábios para prevenir a herpes recorrente. 

Então, ao perceber os primeiros sintomas, aplique o óleo essencial de hortelã-pimenta nos lábios, diluído em algum óleo vegetal, como o óleo de coco. Para isso, basta adicionar 4 gotas do óleo essencial de hortelã-pimenta em 30 mL de óleo de coco e aplicar nos lábios. Não use o óleo essencial mais de duas vezes ao dia, para não irritar a pele.  

Veja como usar os óleos essenciais corretamente

  Continua Depois da Publicidade  

Óleo essencial de melaleuca

Assim como o óleo essencial de hortelã-pimenta, o óleo essencial de melaleuca, proveniente da árvore-do-chá, apresenta ação antiviral contra o vírus herpes simples, inativando-o. 

Os estudos científicos que exploraram a ação antiviral dos óleos essenciais foram feitos apenas in vitro, ou seja, em tubos e placas, não foram testados em modelos animais. Isso significa que os efeitos no organismo humano podem não ser tão pronunciados, quanto nas células em placas. 

De qualquer forma, os estudos se preocupam com a segurança do método e todos eles mostram que os óleos não são agressivos às nossas células, apenas aos vírus. 

Sendo assim, você pode aplicar o óleo essencial de melaleuca diluído em óleo de coco ou outro óleo vegetal de sua preferência, numa proporção de 4 gotas de óleo para 30 mL de óleo vegetal. Aplique nos lábios com o auxílio de um cotonete e limite a aplicação duas vezes por dia. 

Aloe vera (babosa)

O extrato das folhas de Aloe vera, mais conhecida como babosa, possui propriedades anti-inflamatória, antibacteriana e antiviral. 

O efeito inibitório do gel de Aloe vera sobre as cepas dos vírus herpes simples também foi investigado pelos cientistas. Eles observaram que o gel de Aloe vera foi capaz de inibir o crescimento dos vírus herpes simples. 

Então, aplicar o gel de babosa diretamente nos lábios é uma ótima opção natural e segura para tratar o herpes labial. 

Leite

Aplicar compressas de leite integral pode acelerar a cicatrização das feridas e aliviar as dores causadas pelo herpes labial. 

O leite é rico em proteínas chamadas imunoglobulinas, que são anticorpos capazes de auxiliar no combate ao vírus causador do problema. Ele também contém L-lisina, capaz de inibir a ação da arginina, um aminoácido envolvido nos surtos de herpes labial. 

Para prevenir os surtos de herpes labial, você pode ingerir alimentos ricos em lisina, inclusive o leite, ou tomar suplementos de lisina

Agora, se as feridas já estão nos seus lábios, você pode aplicar compressas de leite durante 10 minutos, por 3 a 4 vezes ao dia. 

Erva cidreira

Erva-cidreira
A aplicação do chá de erva cidreira nas feridas pode ajudar

Um estudo in vitro indicou que o extrato seco da planta Melissa officinalis L. (erva cidreira) apresenta atividade antiviral, se o tratamento for iniciado nos estágios iniciais, assim que surgem os primeiros sintomas. 

Faça uma infusão de erva cidreira, adicionando 4 colheres de sopa da planta em uma xícara de água fervente. Espere a água esfriar e aplique o chá nas feridas, utilizando um cotonete, várias vezes ao dia. 

Regaliz ou alcaçuz

O regaliz ou alcaçuz é uma erva muito usada na medicina tradicional chinesa, por conter mais de 20 triterpenoides e cerca de 300 flavonoides, que lhe conferem propriedades antivirais, antimicrobianas e anti-inflamatórias.

Para tratar o herpes labial, faça uma infusão de raiz de alcaçuz, adicionando 1 colher de sopa da planta em uma xícara de água fervente. Assim que a água esfriar, aplique o líquido diretamente nas feridas, usando um cotonete, várias vezes ao dia. 

Fontes e referências adicionais

Você tem surtos recorrentes de herpes? Você tem ideia de qual seja o gatilho da herpes no seu caso? Faz algum tratamento medicamentoso? Qual? Qual tratamento caseiro despertou o seu interesse? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

Deixe um comentário