Como usar óleos essenciais corretamente

Especialista da área:
atualizado em 22/09/2021

Os óleos essenciais são extratos concentrados de plantas que apresentam propriedades terapêuticas muito interessantes para a saúde e bem estar.

  Continua Depois da Publicidade  

O tratamento com óleos essenciais é o uso terapêutico desses compostos, geralmente por meio da aromaterapia ou da aplicação tópica na pele. Os mais usados são o óleo de lavanda e o óleo de hortelã-pimenta.

Sabe-se que muitos cremes, pomadas e produtos de higiene contêm óleos essenciais em suas fórmulas. Mas a procura por óleos essenciais puros para uso em difusores ou em massagens vem aumentando bastante. 

De fato, a popularidade desses óleos como medicina alternativa ou complementar se deve a alguns estudos que indicam que diversos deles podem aliviar sintomas como a dor muscular, a fadiga, a dor de cabeça, a insônia, a ansiedade e náuseas.

Apesar de ser natural, um óleo essencial contém uma concentração muito alta de substâncias ativas que, quando usadas de maneira inadequada, podem ser perigosas para a saúde. Assim, é preciso saber como usá-los corretamente.

Como usar óleos essenciais

frascos com óleos essenciais

Existem basicamente duas formas de usar óleos essenciais. São elas a inalação e o uso na pele.

Aromaterapia

A aromaterapia consiste em sentir o cheiro dos óleos essenciais e, assim, colher os seus benefícios. De acordo com os especialistas, inspirar o aroma de um óleo essencial estimula o sistema nervoso central e isso pode ajudar a aliviar o estresse do dia a dia.

  Continua Depois da Publicidade  

De fato, a aromaterapia é capaz de estimular partes do cérebro, reduzindo sintomas de condições como asma, insônia, ansiedade e depressão. 

Há muitas formas diferentes de praticar a aromaterapia:

Inalação direta

Essa técnica é considerada a mais eficaz, mas também a mais perigosa. Nesse caso, é preciso respirar o óleo essencial no próprio frasco, segurar a respiração por 3 segundos e expirar lentamente. Com o tempo, é recomendado aumentar o tempo de exposição ao aroma.

Dessa forma, é possível inalar uma quantidade maior de compostos ativos. No entanto, isso pode causar mal estar, principalmente se for o seu primeiro contato com um óleo essencial.

Difusão

difusor de óleo essencial

O uso de um difusor é a forma mais segura e funcional de aproveitar os benefícios dos óleos essenciais.

Em um difusor, é necessário colocar 2 ou 3 gotas do óleo escolhido e completar o espaço restante com água. O aparelho vai espalhar o vapor e o aroma do óleo essencial por todo o ambiente.

  Continua Depois da Publicidade  

Algumas pessoas gostam de preparar um spray com água e gotas de óleo essencial para perfumar o ambiente. Mas é importante agitar bem o borrifador antes de usar, porque água e óleo tendem a não se misturar.

Evaporação

Neste método, usa-se algumas gotas de óleo essencial em um chumaço de algodão ou em um pano limpo para que ele evapore. Porém, isso só funciona se você estiver perto o bastante para sentir o aroma do óleo.

Vaporização ou inalação de vapor

A vaporização é especialmente útil para quem sofre de congestão nasal, já que inalar o vapor hidrata as vias aéreas. 

Para fazer a inalação a vapor, coloque água fervente em uma tigela e adicione poucas gotas de óleo essencial. Em seguida, coloque um pano cobrindo a sua cabeça e a tigela para concentrar a liberação do vapor, mas tenha cuidado para evitar queimaduras.

Aplicação tópica de óleos essenciais

óleos essenciais

A pele também é capaz de absorver os óleos essenciais. Por isso, massagear a pele com os óleos é outra forma de levar os compostos ativos para dentro do corpo.

  Continua Depois da Publicidade  

Por serem extremamente concentrados, os óleos essenciais não devem ser aplicados diretamente na pele, já que há o risco de irritação e queimaduras. Portanto, é preciso fazer a diluição em um óleo vegetal, chamado também de óleo transportador. Os óleos vegetais mais usados são o óleo de coco, o óleo de amêndoas ou o azeite de oliva. 

A concentração máxima de óleo essencial recomendada é de até 5%. Isso significa diluir no máximo 30 gotas de um óleo essencial em pelo menos 30 mL de um óleo vegetal.

Algumas pessoas também gostam de fazer um escalda pés ou de tomar um banho relaxante com óleo essencial. Nesse caso, faça primeiro a diluição do óleo essencial e só depois adicione a mistura na água quente ou morna.

Alertas

Os óleos essenciais nunca devem ser ingeridos, pois isso pode causar danos graves a órgãos como o fígado e os rins.

Alguns óleos essenciais, como aqueles derivados de frutas cítricas, podem deixar a pele mais sensível. Por isso, é importante redobrar os cuidados ao se expor à luz solar a fim de evitar queimaduras.

  Continua Depois da Publicidade  

Faça um teste de sensibilidade antes de espalhar um óleo essencial por toda a sua pele. Para isso, aplique uma pequena quantidade dele, diluído na parte interna do antebraço, e aguarde 24 horas. Caso não ocorra nenhuma reação alérgica, é possível usar o óleo em outras partes do corpo.

Procure fornecedores confiáveis de óleos essenciais, isto é, empresas certificadas e sérias. Muitas vezes, é possível encontrar óleos essenciais que não são puros e que contém resquícios de substâncias com potencial nocivo em sua composição.

O armazenamento do óleo também é muito importante para preservar suas propriedades. O ideal é que eles sejam acondicionados em um frasco escuro, bem vedado, e mantido em um local protegido contra a luz, o calor e a umidade.

Por último, não misture óleos essenciais, pois isso pode anular os benefícios do óleo ou até mesmo causar efeitos adversos inesperados. Apenas um aromaterapeuta ou naturopata é capaz de indicar misturas de óleos essenciais para uso seguro e eficaz.

Fontes e referências adicionais

Você já usou óleos essenciais em casa? Como costuma fazer? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto ainda)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário