Tendinite no pulso: principais causas, sintomas e tratamentos

Especialista da área:
atualizado em 05/04/2022

Tendinite no pulso é a inflamação dos tendões do punho, a região que liga o antebraço à mão. Essa inflamação resulta em inchaço, vermelhidão e dor no pulso. O tendão é uma estrutura muito importante para a execução de qualquer movimento, pois é ele quem liga os músculos aos ossos. 

Se você pensar na quantidade e na variedade de movimentos que utilizam o punho, você perceberá o quanto ele é importante tanto para movimentos finos e delicados, como escrever e costurar, quanto para movimentos que envolvem uma preensão forte, como apertar parafusos, martelar e carregar objetos pesados. 

  Continua Depois da Publicidade  

Logo, algumas profissões e modalidades esportivas aumentam as chances de lesões dos tendões do punho, já que envolvem movimentos que são executados todos os dias, repetidamente

Mas, não são apenas os movimentos repetitivos que podem lesionar os tendões do punho, lesões por entorses e fraturas e algumas doenças que afetam os nervos e as articulações também podem causar a tendinite no pulso. 

Veja quais são as principais causas de tendinite no pulso, os sintomas e tratamentos. 

Principais causas da tendinite no pulso

tendões do pulso
Os tendões ligam os músculos aos ossos

A tendinite no pulso não possui apenas uma causa. Apesar dos sintomas serem semelhantes, a lesão do tendão do punho pode ocorrer pelas seguintes causas: 

Lesão por esforço repetitivo (LER)

Na era da tecnologia, muitas profissões envolvem o uso diário e constante de computadores e smartphones. Passar horas a fio usando o mouse, digitando no teclado ou nas telas, com a postura inadequada e sem pausas regulares, é a causa da dor no pulso de muitas pessoas. 

  Continua Depois da Publicidade  

Alguns esportes também podem sobrecarregar o punho, como basquete, handebol, futebol, na posição do goleiro, e voleibol. 

Lesão traumática

Uma lesão no pulso, geralmente causada por uma queda sobre os braços ou mãos, pode provocar entorses ou fraturas que vão resultar em uma resposta inflamatória no punho, provocando a tendinite.

Síndrome do túnel do carpo

A síndrome do túnel do carpo ocorre pela compressão do nervo mediano no canal do carpo, que se localiza no punho. Além desse nervo, passam por esse canal alguns tendões envolvidos na movimentação do punho. 

A inflamação do pulso causada por movimentos repetitivos aumenta a pressão dentro do túnel do carpo, provocando sintomas de tendinite.

Tendinite
Podem existir diversas causas para a dor no pulso da tendinite

Cisto sinovial no punho

O cisto sinovial é como uma bolsa cheia de um líquido viscoso chamado mucina, que se forma no dorso do punho. É um tumor benigno, que não oferece riscos de se tornar um câncer, mas pode causar bastante desconforto estético e dor. 

Como esse tumor fica ligado à cápsula da articulação ou à bainha do tendão do punho, ele pode causar a tendinite no pulso. 

  Continua Depois da Publicidade  

Tendinopatia de Quervain

Esse tipo de tendinite acomete os tendões do punho na base do dedo polegar. Por atingir os tendões responsáveis pelo movimento do polegar, muitos associam com o LER provocado pelo uso do computador ou celular, mas ainda não existem provas concretas e suficientes para essa afirmação. 

O que se sabe é que o uso do celular pode, sim, agravar a situação em quem já possui uma lesão neste local, mas não causá-la. 

A tendinopatia de Quervain é muito comum entre a quarta e a sexta semana após o parto, indicando que o problema tem relação com alterações hormonais, combinadas aos movimentos realizados com o bebê, que utilizam muito o pulso, como carregar e amamentar. 

Osteoartrose

A tendinite no pulso também pode ser uma consequência de osteoartrose na região do punho, que se refere ao desgaste da cartilagem que reveste os ossos dessa articulação. Os principais sintomas envolvidos são a dor e a limitação dos movimentos do pulso. 

Não é muito comum ocorrer osteoartrose no punho, mas ela pode acometer pessoas mais velhas, que tenham histórico familiar de osteoartrose no punho ou que já tenham sofrido alguma lesão nessa região, em algum momento da vida. 

Doenças inflamatórias

A artrite reumatoide é uma doença inflamatória crônica que pode afetar várias articulações do corpo, inclusive a do punho. Trata-se de uma condição autoimune de causa desconhecida, que tende a afetar mais as mulheres do que os homens. No geral, a manifestação dos sintomas acontece entre os 30 e 40 anos de idade. 

  Continua Depois da Publicidade  

Outras condições inflamatórias, como lúpus e a gota também podem causar a tendinite no pulso. 

Sintomas da tendinite no pulso

A tendinite no pulso apresenta, basicamente, os cinco sinais cardinais de uma inflamação, que são edema (inchaço), calor (aumento de temperatura no local), rubor (vermelhidão), dor e perda da função (perda da movimentação): 

  • Dor que pode surgir ao movimentar o pulso ou em repouso
  • Dor que irradia para o braço ou para a mão
  • Sensação de calor na área acometida
  • Vermelhidão no pulso
  • Inchaço na região do pulso
  • Fraqueza na mão e dificuldade para movimentá-la, por causa do inchaço e da dor.
  • Espasmos musculares: quando o músculo fica contraindo involuntariamente, por esforço excessivo ou fadiga, podendo resultar em dor. 
  • Dificuldade para fazer força e carregar peso
  • Atrofia da musculatura, em casos mais graves.

Diagnóstico da tendinite no pulso

Ao perceber os sintomas, consulte um médico ortopedista para um exame clínico do pulso, que consiste na palpação e observação dos movimentos e da sensibilidade no local da dor.  

Com o seu relato dos sintomas e o exame clínico do pulso, o médico poderá levantar as hipóteses diagnósticas e solicitar os exames mais adequados que ajudarão a definir a causa da tendinite no pulso. 

O seu histórico de atividades esportivas, de trabalho e de lazer também são muito importantes nesta primeira etapa rumo ao diagnóstico, pois ele fornece pistas a respeito dos movimentos que podem estar por trás da tendinite no pulso. 

Se os sintomas de tendinite no pulso tiverem surgido após uma queda ou impacto no pulso, procure um médico, caso sejam persistentes e atrapalhem na execução de tarefas comuns no seu dia a dia. 

Perceba se você sente dormência, formigamento, perda de sensibilidade nos dedos ou diminuição da força na mão, tudo isso indica que você precisa de um tratamento médico

Para a conclusão do diagnóstico, o médico pode solicitar exames de imagens, como ultrassonografia e ressonância magnética. Com esses exames, o especialista poderá descartar outras possibilidades de doenças articulares relacionadas, que apresentam sintomas parecidos, mas que necessitam de outros tipos de tratamentos.  

Tratamentos da tendinite no pulso

Pulso imobilizado
A imobilização do pulso pode ser importante para tratar a tendinite

O tratamento da tendinite no pulso varia de acordo com a gravidade e a causa da inflamação.

Algumas inflamações são simples de tratar, necessitando apenas de repouso de 3 a 5 dias, e administração de analgésicos e anti-inflamatórios, como o ibuprofeno, para acelerar o processo natural de resolução da inflamação. 

Você também pode aplicar compressas de gelo na região inflamada por 20 minutos, duas vezes ao dia. Fazendo isso, você diminui os sintomas da inflamação, principalmente o inchaço e a dor. Sempre coloque um pano entre o gelo e a pele, para não queimá-la com a baixa temperatura.

O repouso pode ser absoluto, com a imobilização do pulso com órteses imobilizadoras ou talas, ou consistir em pequenas pausas durante a realização da atividade que está lesionando o pulso, associadas ao alongamento da articulação afetada. 

Alguns casos exigem o acompanhamento de um fisioterapeuta, para reeducar os seus movimentos e auxiliar na diminuição dos sintomas. Na fisioterapia, o profissional pode prescrever alguns exercícios de fortalecimento, alongamento e aplicar técnicas para melhorar a mobilidade da articulação. 

Quando a inflamação não é resolvida com os medicamentos por via oral, o médico pode realizar a infiltração de corticosteróides diretamente no local da inflamação. 

Em último caso, o médico opta pela cirurgia, quando os medicamentos e a fisioterapia não foram suficientes para a resolução da tendinite no pulso, ou quando a tendinite não foi tratada e resultou no rompimento completo ou parcial das fibras dos tendões.

Fontes e referências adicionais

Você sente dores no pulso? Quais atividades ou movimentos pioram a sua dor? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. João Hollanda

Dr. João Hollanda é Médico Ortopedista - CRM-SP 113136. Formou-se pela Santa Casa de São Paulo, com especialização em cirurgia do joelho. É também médico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino desde 2016 e médico voluntário do Grupo de Traumatologia do Esporte da Santa Casa de São Paulo desde 2010. Tem experiência de trabalho prévio com a Confederação Brasileira de Vela, Cisne Negro Companhia de Dança, Escola de Dança do Teatro Municipal de São Paulo, Equipe de Ginástica Artística de Guarulhos. Já trabalhou como Médico nos Jogos Panamericanos Rio 2007, e foi Médico do Time Brasil para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Trabalhou junto a organização Médicos Sem Fronteiras no Afeganistão e no Haiti, e junto a organização Expedicionários da Saúde no Haiti. Dr. João Hollanda é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos. Você pode entrar em contato com o Dr. João através de seu site.

Deixe um comentário