4 opções de tratamentos naturais para pedras nos rins

Especialista da área:
atualizado em 10/03/2022

Se você está à procura de tratamentos naturais para pedras nos rins, certamente sabe como o problema pode causar sofrimento.

Enquanto uma pedra no rim (ou cálculo renal) menor, que consegue passar facilmente pelo trato urinário, pode não trazer sintomas, outros casos podem podem vir acompanhados de uma dor intensa na lateral do corpo e nas costas, abaixo da costela. 

  Continua Depois da Publicidade  

Essa dor pode irradiar para o abdômen e para a virilha, além de aparecer em ondas e variar em intensidade. Assim que o problema dá as caras, o desafio é expelir o cálculo renal. Mas, sabia que existem tratamentos naturais para pedras nos rins que prometem ajudar?

1. Suco de limão

Limonada
O suco de limão pode trazer uma ajuda na luta contra a pedra nos rins

Misturar limão espremido na hora no copo de água pode ser uma boa ideia devido ao citrato que está presente na fruta. Isso porque a substância pode ajudar a prevenir a formação de cálculos renais e a quebrar pedrinhas menores, facilitando a sua eliminação.

No entanto, usar apenas o suco de limão como prevenção pode não ser o suficiente para impedir a formação de novos cálculos e seria necessária uma quantidade enorme da fruta para ter um grande efeito. Mas, utilizar um pouco de limão pode dar alguma ajudinha.

2. Chá ou suco de manjericão

Manjericão
Use folhas secas ou frescas de manjericão para fazer um suco ou chá que pode ajudar

As opções são fazer um chá com as folhas secas ou frescas de manjericão, passar o manjericão fresco em um aparelho de juicer ou adicionar o ingrediente em um smoothie (vitamina de frutas).

O manjericão possui ácido acético, que pode ajudar a fragmentar os cálculos renais e diminuir a dor. Entretanto, vale destacar que existe muita pouca pesquisa sobre a eficiência do manjericão em si para as pedras nos rins. 

  Continua Depois da Publicidade  

Apesar disso, o suco de manjericão é conhecido por ter propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, que podem ser úteis para a saúde dos rins. 

3. Vinagre de maçã

Vinagre de maçã
O vinagre de maçã pode ajudar contra pedra nos rins devido ao ácido acético

Ele aparece na lista de tratamento naturais para pedras nos rins porque também possui o ácido acético. 

Um estudo feito em laboratório (in vitro) até chegou a apontar que o vinagre de maçã ajudou a reduzir a formação de cálculos renais. No entanto, são necessárias mais pesquisas para confirmar este efeito. 

De qualquer forma, para quem quiser testar, a orientação é diluir duas colheres de sopa de vinagre de maçã em cerca de 175 ml a 235 ml de água. Mas, deve-se consumir a mistura aos poucos ao longo do dia, não toda de uma vez.

4. Suco de aipo

Aipo
Utilize um ou dois talos de aipo para fazer um suco apenas com água para ajudar contra a pedra nos rins

Acredita-se que o suco de aipo pode auxiliar a remover toxinas que favorecem a formação de pedras nos rins e a limpar o organismo para que o cálculo seja expelido. A sugestão é bater um ou dois talos de aipo com água e tomar o suco ao longo do dia.

Outra opção bastante conhecida de tratamento natural para pedras nos rins é o chá de quebra-pedra. Aproveite para conhecer esse e outros possíveis benefícios do chá de quebra-pedra.

  Continua Depois da Publicidade  

A importância de beber água para prevenção de pedras nos rins

Tomar bastante água regularmente é a estratégia mais importante para manter a urina diluída e prevenir a formação de cálculos renais. Afinal, a desidratação é um dos maiores fatores de risco para as pedras nos rins e a última coisa que se quer é a formação de mais cálculos renais.

Evite ingerir líquidos durante as crises de pedras nos rins

Entretanto, durante as crises é preciso evitar a ingestão excessiva de líquidos (não apenas água). Isso porque o excesso pode elevar a pressão da urina no rim e aumentar as dores. 

Portanto, ao passar por uma crise de pedras nos rins é fundamental procurar ajuda médica para saber exatamente o que se deve fazer ou não, e o quanto de líquido ingerir para não piorar o quadro.

E quanto aos medicamentos?

É possível utilizar medicamentos para amenizar a dor em casos de pedras nos rins. Afinal, expelir uma pedra pequena já pode causar certo desconforto. 

Além disso, o médico pode prescrever um remédio alfa-bloqueador para auxiliar a eliminar o cálculo renal. Esse tipo de medicamento relaxa os músculos do ureter, o que ajuda a expelir a pedra com mais rapidez e menos dor. 

Quando os tratamentos naturais para pedras nos rins não resolvem

Se uma pedra no rim é grande demais para expelir ou se causa sangramento, dano renal ou infecções recorrentes no trato urinário, o médico pode indicar um tratamento mais abrangente. Por exemplo:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Litotripsia extracorpórea: ondas sonoras são usadas para criar vibrações fortes que fragmentam os cálculos renais em pedaços menores. Assim, o paciente consegue expelir as pedras pela urina.
  • Nefrolitotomia percutânea: procedimento cirúrgico para retirar cálculos maiores. É feita uma pequena incisão por onde passa o aparelho que vai remover essas pedras.
  • Ureteroscopia: para retirar um cálculo menor no rim ou no ureter, o médico passa um tubo equipado com um câmera pela uretra e bexiga até o ureter. Quando a pedra é localizada, ela pode ser capturada por ferramentas especiais ou fragmentada em pedaços menores que serão eliminados na urina.
  • Cirurgia na glândula paratireoide: algumas pedras são causadas por glândulas paratireoides hiperativas. Essa hiperatividade pode ocorrer devido à formação de um tumor benigno em uma das glândulas ou outra condição que faz com que elas produzam mais hormônio da paratireoide. Logo, o médico pode indicar a remoção do tumor ou o tratamento da condição para interromper a formação de cálculos renais.

Cuidados

Tenha em mente que os tratamentos naturais para pedras nos rins não são alternativas milagrosas para usar isoladamente. São opções que prometem ajudar, como um simples complemento. Mas, elas jamais podem substituir qualquer orientação ou tratamento médico.

Fontes e referências adicionais

Você já experimentou algum destes tratamentos naturais para pedras nos rins? Algum deles deu realmente resultado? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. Lucio Pacheco

Dr. Lucio Pacheco é Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral - CRM 597798 RJ/ CBCD. Formou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1994. Em 1996 fez um curso de aperfeiçoamento no Hospital Paul Brousse, da Universidade de Paris-Sud, um dos mais especializados na área de transplantes na Europa. Concluiu o mestrado em Medicina (Cirurgia Geral) em 2000 e o Doutorado em Medicina (Clinica Médica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2010. Dr. Lucio Pacheco é um profundo estudioso na área de doença hepática e escreveu dezenas de livros e artigos sobre transplante de fígado. Atualmente é médico-cirurgião, chefe da equipe de transplante hepático do Hospital Copa Star, Hospital Quinta D´Or e do Hospital Copa D´Or. Além disso é diretor médico do Instituto de Transplantes. Suas áreas de atuação principais são: cirurgia geral, oncologia cirúrgica, hepatologia, e transplante de fígado. Dr. Lucio é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos e diversos. Para mais informações, entre em contato com ele.

Deixe um comentário