Veja que Programas e Filmes te Deixam mais Propenso a Engordar

Especialista:
atualizado em 30/01/2020

Que sentar em um sofá ou em uma poltrona confortável e ficar por horas em frente a uma tela assistindo a programas e filmes não faz nada bem para a manutenção da boa forma muita gente já sabe, entretanto, você seria capaz de apontar quais os tipos de programas e filmes estão relacionados a um consumo maior de petiscos e, por consequência, a um aumento de peso?

De acordo com uma pesquisa realizada pela Cornell Food and Brand Lab. (Laboratório Cornell de Alimentos e Marcas, tradução livre), um dos tipos que entra nessa lista são os filmes dramáticos. Durante o estudo, foi feita uma comparação entre os gêneros dos filmes e o consumo de comida dos expectadores. As informações são do site Fitbie.

Os pesquisadores descobriram que quando 30 adultos assistiram ao trágico “Love Story – Uma História de Amor: no laboratório, comeram, em média, 28% a mais de pipoca do que quando viram a comédia romântica Doce Lar (Sweet Home Alabama). Vale registrar aqui que o primeiro filme possui 10 minutos a menos de duração do que o segundo.

Os responsáveis pelo estudo também vasculharam as lixeiras de salas de cinema de sete cidades dos Estados Unidos e identificaram que os espectadores que compraram pipoca e assistiram ao drama Solaris – com 99 minutos de duração – consumiram, em média, 55% a mais de pipoca do que as pessoas que viram à comédia Casamento Grego (My Big Fat Greek Wedding).

Para um dos coautores do estudo, o pesquisador e PhD Aner Tal, essa ingestão mais alta de pipoca durante a exibição de um filme triste é um caso de comer com compulsão, para aliviar as emoções. “A tristeza geralmente aumenta a quantidade de comida consumida”, explicou. E pelo que parece, para que a comilança aconteça, não importa tanto se elas sejam vividas na realidade ou vistas em um tela.

No entanto, não são apenas os filmes dramáticos que induzem os espectadores a comerem mais, os programas de ação também causam esse efeito. Segundo outra pesquisa realizada pelo mesmo laboratório citado no início deste texto, quanto mais cheio de ação um programa televisivo for, mas a pessoa que assiste ficará propensa a beliscar lanchinhos que estejam perto dela.

A justificativa para isso é que o indivíduo se prende tanto no que está acompanhando na televisão que nem ao menos percebe a quantidade de alimento que está ingerindo, além de ficar aflita e comer ainda mais.

Mas não para por aí. Sabe aquelas palestras sobre artes, consideradas um tédio por algumas pessoas? Então, de acordo com um estudo feito pela Universidade de Uppsala, na Suécia, as mulheres que acompanham esse tipo de programa consomem 52% a mais de alimentos, em comparação a quando assistem ao episódio de uma série de comédia popular.

Isso quer dizer que eu devo riscar filmes de drama, programas de ação e palestras de artes da minha lista de programas e filmes a assistir? Obviamente não, mas que é importante tomar cuidado com a quantidade e qualidade dos alimentos que come durante a exibição dessas atrações.

Uma dica é diminuir a porção das guloseimas ou trocá-las por opções mais saudáveis, como frutas ou sucos naturais, por exemplo. Dá ainda para colocar a si mesmo a regra de não comer enquanto vê um programa ou um filme, para conseguir prestar maior atenção no que come.

Você sente que come de forma compulsiva, ou ao menos em maior quantidade, quando assiste a um determinado tipo de filme ou programa? Qual? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário