Vômito com sangue – Causas e o que fazer

Especialista da área:
atualizado em 28/09/2021

A presença de sangue no vômito, também conhecido como hematêmese, é um sintoma que pode indicar problemas sérios no sistema digestivo, principalmente se isso é algo recorrente.

  Continua Depois da Publicidade  

Pode-se vomitar o sangue junto de outros conteúdos estomacais, ou apenas o próprio sangue. Além disso, é bom observar se o sangue é vermelho vivo ou marrom, pois isso facilita o diagnóstico. 

O sangue marrom parecido com borra de café, por exemplo, pode indicar que o sangue já foi parcialmente digerido pelo intestino. Já o sangue vermelho brilhante pode sugerir um sangramento agudo com origem no esôfago ou no estômago.

De qualquer forma, a hematêmese é considerada uma emergência médica. Ainda que você só tenha vomitado sangue uma vez, é bom relatar o ocorrido ao seu médico e conhecer quais as causas por trás deste tipo de sangramento bem como as possibilidades de tratamento. 

Causas

mulher passando mal

As causas de vômito com sangue podem ser as seguintes:

Trauma físico

Vomitar sangue logo depois de sofrer um acidente pode ser um sinal de hemorragia interna. Por isso, busque atendimento médico rapidamente para identificar e interromper o sangramento o quanto antes.

Varizes esofágicas 

As varizes esofágicas são veias dilatadas no esôfago, que podem se romper e causar uma grave hemorragia. Elas podem surgir em decorrência da hipertensão arterial nos vasos sanguíneos que ficam no fígado e ao redor dele (hipertensão portal). Essa situação é mais comum em pessoas que têm cirrose hepática ou outras doenças no fígado, como por exemplo trombose.

  Continua Depois da Publicidade  

Além do aumento da pressão nas veias, que as deixa inchadas e propensas ao rompimento, é possível observar sintomas adicionais como palidez, tontura e fezes com sangue.

O tratamento das varizes esofágicas é feito com o uso de betabloqueadores ou com uma cirurgia de emergência para interromper a hemorragia.

Gastrite ou úlceras gástricas

dor no estômago

A gastrite é uma inflamação do estômago que deixa a mucosa gástrica extremamente irritada. Quando não é tratada, a gastrite pode causar úlceras gástricas que são feridas que sangram. 

Depois de fazer exames para confirmar a gastrite, o gastroenterologista pode indicar o uso de remédios protetores do estômago para diminuir a inflamação. Além disso, essa classe de remédios impede a ação do ácido gástrico na parede estomacal e permite a recuperação das feridas.

Esofagite

A esofagite é uma inflamação do esôfago, que pode ser consequência de infecção, gastrite ou refluxo ácido. O excesso de acidez, principalmente na porção inferior do esôfago que está mais próxima do estômago, pode danificar o órgão, causando náusea, mal-estar e sangramentos que podem ser observados no vômito.

Nesse caso, o médico pode recomendar remédios para reduzir a acidez estomacal e, consequentemente, evitar a acidez excessiva no esôfago. Isso ajuda a controlar a inflamação e a conter o sangramento. Evitar o consumo de alimentos ácidos e picantes também é útil para combater a inflamação.

  Continua Depois da Publicidade  

Sangramento nasal

sangramento nasal

O sangramento nasal também pode causar hematêmese, quando o sangue é engolido acidentalmente. 

O ideal é parar o sangramento do nariz usando compressa de gelo e mantendo a cabeça inclinada para frente para que o sangue não seja engolido. Mas, se a hemorragia for grande ou constante, consulte um médico para descobrir a causa do sangramento pelo nariz e iniciar o tratamento. 

Outras causas

O sangue no vômito também pode ser causado por certos medicamentos anti-inflamatórios que, quando usados a longo prazo, podem agredir as paredes estomacais. 

Além disso, o consumo de bebidas alcoólicas em excesso pode danificar a mucosa gástrica. Por fim, as causas menos comuns de vômito com sangue são alguns tipos de câncer, como o câncer de estômago e de esôfago.

O que fazer

médico

Quando o vômito com sangue é frequente ou em grande quantidade, é preciso fazer uma endoscopia para avaliar o estado dos órgãos que compõem o sistema digestivo. Assim, o gastroenterologista pode analisar com cuidado o que está causando o sangramento e então indicar o melhor tratamento. 

  Continua Depois da Publicidade  

Exames de sangue também podem ajudar a identificar a quantidade de sangue perdida. Apesar de ser raro, pode ser necessário receber uma transfusão de sangue. Além disso, o vômito causa desidratação e, por isso, o médico pode indicar a administração de fluidos por via intravenosa para reidratar o corpo.

Se além do vômito com sangue, for observado algum sintoma adicional, como tontura, fraqueza, confusão, dor forte no estômago ou mudanças no padrão respiratório, é importante procurar atendimento médico imediato.

Em casos mais graves, uma cirurgia pode ser necessária para dar fim ao sangramento e curar a condição causadora do problema.

Por último, algumas mudanças na dieta e no estilo de vida podem prevenir novos sangramentos. Reduzir o consumo de alimentos ácidos e evitar a automedicação são bons exemplos do que você pode fazer para preservar a função da mucosa gastrointestinal e prevenir a hematêmese.

Fontes e referências adicionais

Você já teve vômito com sangue alguma vez? Qual foi a causa? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto ainda)
Loading...
Sobre Dr. Marcos Marinho

Dr. Marcos Marinho é especialista em Gastroenterologia, Endoscopia Digestiva e Ultrassonografia - CRM 52.104130-4. Formou-se em Medicina pela Universidade do Grande Rio (Unigranrio) e é pós-graduado em Gastroenterologia pelo IPEMED. Realizou cursos de ultrassonografia geral e intervencionista pela Unisom, ultrassonografia musculoesquelética e Doppler pelo CETRUS. Atualmente, é pós-graduando de Endoscopia Digestiva pela Faculdade Suprema de Juiz de Fora-MG. No momento, atua em vários municípios do estado do Rio de Janeiro como na capital, Niterói, Magé e Araruama. Dr. Marcos Marinho tem experiência em setores variados de sua especialização e continua em constante aprendizado e evolução para ser uma referência da área. Para mais informações, entre em contato através de seu Instagram oficial @drmarcosmarinho

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário