Saxenda emagrece? O que é, resultados e como usar

Especialista da área:
atualizado em 09/12/2020

Redução do apetite, diminuição da resistência à insulina e aumento do metabolismo: entenda se Saxenda emagrece e como usar.

  Continua Depois da Publicidade  

A obesidade se transformou em um problema público mundial, e os hábitos de vida, alimentação incorreta, estresse têm contribuído absurdamente para a piora do quadro.

E também, junto com o aumento dos casos de obesidade, outros problemas de saúde se tornam mais comuns, como a diabetes tipo 2.

Assim, diversas pesquisas foram desenvolvidas para encontrar novas formas de tratamento, como a que deu origem ao medicamento Saxenda.

Então, vamos agora conhecer um pouco mais sobre este medicamento, seus efeitos e descobrir se ele realmente ajuda a emagrecer.

Saxenda emagrece?

Pode-se dizer que sim, o Saxenda auxilia no processo de emagrecimento, e estudos já mostraram resultados positivos. Mas não se trata de um medicamento milagroso, e seu uso deve estar associado a uma alimentação balanceada e à prática de exercícios físicos.

Esses estudos também mostraram que Saxenda reduz a ingestão de alimentos e promove uma perda de peso semelhante ao de outros medicamentos usados no tratamento da obesidade, mas com o benefício adicional de ajudar a regular o açúcar no sangue.

Isso faz com que ele seja uma opção interessante para pessoas com excesso de peso que apresentem, ou tenham maior risco de apresentar diabetes tipo 2.

Como o Saxenda age?

O Saxenda age se ligando aos receptores de glucagon, que é um hormônio produzido no pâncreas e nas células do trato gastrointestinal cuja finalidade principal é aumentar a glicemia (nível de glicose no sangue).

Assim, ele ajuda a regular o apetite e a reduzir a ingestão calórica, através de quatro alvos principais:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Plenitude;
  • Saciedade;
  • Fome;
  • Busca por alimentos.

Além disso, outra ação do medicamento é o estímulo da secreção de insulina e diminuição da secreção do glucagon, o que leva a uma melhora do controle da glicemia.

Como usar?

O sistema de aplicação do Saxenda já vem preenchido, e permite a aplicação de doses de 0,6 mg, 1,2 mg, 1,8 mg, 2,4 mg ou 3,0 mg.

A dose inicial geralmente é de 0,6 mg por dia durante a primeira semana, e com o decorrer do tratamento, a dose pode ser aumentada pelo médico, até um máximo de 3 mg por dia.

A bula demonstra que a aplicação é um processo bem simples:

  • Remova a tampa, coloque uma nova agulha e gire até que ela esteja bem apertada;
  • Remova a tampa externa e interna da agulha e verifique o fluxo;
  • Em seguida, vire o seletor de dose, e injete sob a pele na região do abdome, parte superior da perna ou parte superior do braço, com cuidado para não injetar em uma veia ou músculo;
  • Aguarde seis segundos completos, pois isso fará com que toda a dose seja injetada;
  • Por fim, remova a agulha e descarte-a em um recipiente para objetos cortantes ou em um local de descarte seguro.

A administração pode ser feita em qualquer horário, independentemente das refeições. Mas o recomendável é que se mantenha uma constância nos horários de aplicação.

Efeitos colaterais

O uso de Saxenda pode causar alguns efeitos colaterais, de diferentes gravidades. Os mais graves incluem:

  • Desenvolvimento de possíveis tumores da tireoide, incluindo câncer;
  • Inflamação do pâncreas, chamada de pancreatite;
  • Problemas na vesícula biliar, incluindo cálculos;
  • Pode causar baixa de açúcar no sangue em pessoas que também usam outros medicamentos ​​para tratar diabetes tipo 2;
  • Aumento da frequência cardíaca, mesmo em repouso;
  • Náuseas, vômitos ou diarreia graves, levando à desidratação;
  • Reações alérgicas graves;
  • Depressão ou pensamentos suicidas.

Outros efeitos, menos graves, incluem:

  • Náuseas;
  • Diarreia;
  • Constipação;
  • Dor de cabeça;
  • Vômitos;
  • Baixo nível de açúcar no sangue;
  • Diminuição do apetite;
  • Dores de estômago;
  • Fadiga;
  • Tonturas;
  • Dor de estômago;
  • Alterações em uma enzima chamada lipase.

A náusea é mais comum no início do tratamento, mas diminui com o tempo, na maioria das pessoas, à medida que o corpo se acostuma com o medicamento.

  Continua Depois da Publicidade  

Contraindicação

O uso do Saxenda é contraindicada para alguns casos, entre eles:

  • Tratamento de diabetes tipo 2 ou obesidade com outros medicamentos agonistas do receptor de GLP-1;
  • Portadores de doenças cardiovasculares ou pancreatite aguda;
  • Pessoas com histórico familiar de carcinoma medular da tireoide ou síndrome de neoplasia endócrina múltipla tipo 2;
  • Alérgicos à liraglutida ou qualquer outro componente da fórmula;
  • Pessoas com doença da vesícula biliar aguda, hipoglicemia aguda, ritmo cardíaco acelerado, insuficiência renal, ou com comportamento suicida;
  • Crianças, mulheres grávidas ou que estejam amamentando;
  • Problemas graves no estômago, como gastroparesia ou problemas com a digestão dos alimentos.

Dicas

Converse com seu médico e liste todos os medicamentos que você usa, incluindo os prescritos, os de venda livre, vitaminas, suplementos e ervas.

Isso é importante para evitar interações medicamentosas potencialmente perigosas. Descubra junto com ele qual medicação para emagrecer é a melhor para você.

Se Saxenda for a recomendação do seu médico, procure entender se os valores estão dentro do seu orçamento e se a forma de aplicação também será confortável, pois se você tiver aversão a agulhas, pode preferir usar outro tipo de medicamento.

O uso de Saxenda deve ser aliado a mudanças de estilo de vida, como a prática de exercícios e a adoção de uma dieta saudável e equilibrada. Assim você garante não só um melhor resultado do medicamento, mas também a manutenção do peso após a suspensão do uso.

Fontes e Referências Adicionais

Você conhece alguém que tenha tomado e afirme que Saxenda emagrece? Tem curiosidade de experimentar esse medicamento? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (291 votos, média 3,66)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

1 comentário em “Saxenda emagrece? O que é, resultados e como usar”

  1. Conheço quatro pessoas que estão fazendo uso de saxenda e emagreceram até o momento 15 kg. Tenho curiosidade e interesse em usar o medicamento.

    Responder